Jimmy Butler esnoba prêmio de MVP da NBA: ‘Quero banner de campeão’

Paola Zanon | 10/01/2024 - 15:49

Astro do Miami Heat, Jimmy Butler não está nem um pouco preocupado em deixar de ser elegível para o prêmio de MVP da temporada 2023-24 da NBA.

O jogador tem ficado de fora de muitos jogos da franquia da Flórida na atual temporada; a última vez que ele entrou em quadra foi em 30 de dezembro, contra o Utah Jazz, e deixou o jogo após sentir dores no tornozelo, e não estará de volta para o confronto com o Oklahoma City Thunder nesta quarta-feira (10).

Dos 36 jogos do Miami até agora, Butler já perdeu 12. Isso significa que, caso ele perca mais cinco dos 46 jogos regulares restantes, ele não poderá concorrer ao maior prêmio individual da liga —e até o momento, ele sequer entrou para o top 10 da corrida liderada por Joel Embiid.

A regra de 65 jogos mínimos para competir pelos prêmios da NBA, como MVP e All-Teams, começou a valer a partir desta temporada. Jimmy, então, foi questionado sobre ficar possivelmente desqualificado para tal.

— Acha que eu me importo com algum prêmio? Eu não me importo. O único prêmio que eu me importo são aqueles banners de campeão—, disparou o ala-pivô, em entrevista a Barry Jackson, repórter do Sports Buzz.

Para Jimmy Butler, é uma questão de honra conquistar um título da NBA, especialmente depois de perder as Finais de 2020 para o Los Angeles Lakers. O jogador revelou que fez até uma promessa a Erik Spoelstra, técnico do Heat, e Pat Riley, presidente da franquia.

— Pretendo trazer mais um [banner de campeão] para Miami, foi o que prometi a Spo e Pat. Eu vou nos ajudar a conseguir isso—, cravou Jimmy Butler.

Apesar de estar sem seu principal jogador, o Miami Heat tem se virado bem em quadra. A franquia ocupa o 4º lugar na tabela da Conferência Leste, com 21 vitórias e 15 derrotas. A colocação dá uma vaga direta aos playoffs da NBA.

‘Playoffs Jimmy’

Diferentemente do começo de sua carreira, quando ganhou o prêmio de “jogador que mais evoluiu”, Butler ultimamente não tem sido um dos nomes que costuma se destacar muito ao longo da temporada regular da NBA.

Mas o cenário fica completamente diferente quando o Heat chega aos playoffs. No ano passado, por exemplo, a franquia se classificou em 8º lugar depois de quase ser eliminada no play-in pelo Chicago Bulls.

Na primeira rodada, Jimmy conduziu a franquia a quatro vitórias em seis jogos, eliminando o Milwaukee Bucks, que teve a melhor campanha da liga e era um dos favoritos ao título.

Com Butler, o Miami contrariou todas as estatísticas ao eliminar também o New York Knicks nas semifinais e derrotar o Boston Celtics, 2º colocado do Leste, nas finais de conferência.

Neste dia, inclusive, Jimmy recebeu o prêmio de MVP das finais de conferência, mas não deu muita importância para isso e presenteou seu pai com o troféu. O jogador também se recusou a levantar a taça de campeão do Leste, visto que já havia feito isso em 2020.

— Eu quero levantar outro troféu—, disse ele, se referindo ao título de campeão da NBA, vencido pelo Denver Nuggets em cinco jogos nas Finais.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.