NBA Playoffs: Heat vence Knicks e volta às finais do Leste

André Avelar | 12/05/2023 - 23:16

O Miami Heat está de novo nas finais da Conferência Leste da NBA. Em casa, no Kasey Center, a equipe da Flórida venceu o New York Knicks por 96 a 92 (51 a 50 no intervalo) e evitou a necessidade do sétimo jogo da série. Jimmy Butler (24 pontos) e Bam Adebayo (23) foram os destaques da partida e frustaram a boa atuação de Jalen Brunson (39).

O Heat pode, inclusive, reencontrar o Boston Celtics, algoz da temporada passada, na final — a equipe enfrenta o Philadelphia 76ers na segunda-feira, na última partida da série melhor-de-sete. No Oeste, Los Angeles Lakers e Golden State Warriors ainda fazem o Jogo 6 nesta sexta; enquanto o Denver Nuggets, que passou pelo Phoenix Suns por 4 a 1, já está na decisão. As finais da NBA começarão em 1º de junho.

Em uma partida de tamanha importância, era natural que os primeiros minutos fossem brigados. Os 55 pontos somados pelas duas equipes chamaram a atenção pela precisão dos arremessadores e também pela movimentação dos atletas. O Heat começou com Jalen Brunson, Quentin Grimes, RJ Barrett, Julius Randle e Mitchell Robinson. Papai da tarde, já que os filhos gêmeos nasceram horas antes do jogo, Josh Hart entrou no decorrer da partida.

Do outro lado, Max Strus, Gabe Vincent, Jimmy Butler, Kevin Love e Bam Adebayo mediram forças contra os visitantes. As coisas encaixaram de maneira mais tranquila a partir da entrada do armador Kyle Lowry. Nessa altura, em meados do segundo quarto, os donos da casa conseguiram uma corrida de 10 a 0 e viraram a partida. A diferença de um ponto foi mantida até o intervalo.

A segunda metade seguiu na mesma intensidade, sem que nenhum dos times abrisse verdadeiramente uma liderança folgada no placar. Se Adebayo cuidava da pontuação do Heat no garrafão, Brunson tratava de manter vivo o sonhos dos Knicks da linha de três pontos (cinco acertos em dez tentativas).

LEIA MAIS:

A definição estaria para os 12 minutos finais. Tom Thibodeau e Erik Spoelstra tiraram o melhor de seus atletas e desenharam as melhores jogadas. Butler, até então discreto para os seus próprios padrões em playoffs, começou a ser mais bem aproveitado e acumulou os adversários em faltas quando não conseguia a cesta.

Foi como se a proximidade da eliminação batesse na cara dos jogadores de Nova York. Algumas ações simples passaram a não dar mais certo e, com a mentalidade de Butler e Lowry, Miami soube cuidar da bola e trocar cestas quando precisa. Na defesa, Adebayo terminou de minar qualquer reação dos Knicks apesar de uma falta flagrante 1 de Vincent no minuto final. No lance decisivo, com a adrenalina nas alturas, Bronson forçou um passe e deu a chance para Butler acabar com a partida.