NBA: ‘Estou esperando o pior’, diz comissário da liga sobre Ja Morant

Pedro Rubens Santos | 16/05/2023 - 22:00

O comissário da NBA, Adam Silver, deu uma entrevista à ‘ESPN’ nesta terça-feira (16), antes da loteria do draft, e falou sobre Ja Morant, que mostrou novamente uma arma em um vídeo nas redes sociais.

Na primeira vez em que cometeu tal infração, em março, o armador do Memphis Grizzlies recebeu oito jogos de punição da liga. Agora, a expectativa é que a suspensão pela reincidência seja bem mais severa.

— Sinceramente, fiquei em choque quando vi o vídeo no final de semana — disse Silver, à ‘ESPN’.

LEIA MAIS

O comissário lembrou a conversa que teve com Morant depois do primeiro episódio e destacou que o jogador parecia ter entendido a gravidade de seus atos.

Segundo Silver, ele e o astro dos Grizzlies falaram sobre os riscos e as consequências de um jogador com tamanha visibilidade mostrar uma arma da forma como mostrou.

— A suspensão de oito jogos foi bem séria. Ele, ao menos para mim, pareceu ter levado muito a sério na época — comentou. — Ele poderia ter ferido ou matado alguém, ou ele mesmo. Minha preocupação, a qual achei que ele compartilhava comigo, é que dezenas de milhões de crianças ao redor do mundo o veriam fazendo algo que era, de certa forma, celebrar o uso de uma arma de fogo.

A decepção do “chefão” da NBA com o novo incidente vem cheia de frustração após ter discutido com Morant os motivos por trás da punição da liga. No entanto, o jogador voltou a cometer o mesmo erro dois meses depois

— Eu fiquei com a sensação de que ele estava levando isso muito a sério — citou o comissário. — Estamos no processo de investigar e vamos descobrir o que aconteceu. Estou esperando o pior. Mas vamos descobrir.

Ja Morant se pronunciou, via comunicado oficial, e disse se responsabilizar totalmente pelos seus atos.

— Eu sei que decepcionei muitas pessoas que me apoiaram. Essa é uma jornada, e reconheço que há mais trabalho para fazer. Minhas palavras podem não significar muito agora, mas eu assumo total responsabilidade pelas minhas ações. Estou comprometido a continuar trabalhando em mim mesmo.