NBA: Stephen Curry revela segredo pessoal para fazer jogos monumentais

Pedro Rubens Santos | 04/05/2023 - 18:30

Todo mundo tem seus dias ruins. Até mesmo as lendas do esporte. Stephen Curry não é exceção. O armador do Golden State Warriors, duas vezes eleito MVP da NBA, encara os momentos difíceis com uma ‘terapia’ pessoal que o ajuda a colocar a cabeça no lugar e voltar à sua rotina de grandes jogos e atuações incríveis.

VEJA TAMBÉM

+ NBA: Anthony Davis e LeBron revelam estratégia para bater Warriors

++ Steve Kerr dá opinião controversa sobre arremesso de Jordan Poole

O repórter Baxter Holmes, da ESPN, revelou o outro lado de Curry em uma matéria, publicada nesta quinta-feira (4).

O grande segredo do astro não tem nada de mirabolante. Quando não se sente bem com seu desempenho, o camisa 30 recorre aos campos de golfe. E geralmente isso proporciona partidas mágicas.

O segredo de Stephen Curry

Essa história começa em 2018, durante as Finais da NBA entre Warriors e Cleveland Cavaliers. O Jogo 3 foi vencido por Golden State, mas Curry estava insatisfeito depois do fim da partida.

Seu desempenho em quadra não havia sido bom: 11 pontos anotados e apenas uma bola de três convertida em 39 minutos. Ainda assim, sua equipe estava a uma vitória da varrida e do título.

Stephen Curry jogando golfe. Foto: Reprodução/Instagram/@stephencurry30
Curry jogando golfe. (Foto: Reprodução/Instagram/@stephencurry30)

Na saída do ginásio, o armador pediu para se ausentar na manhã seguinte. Johnnie West, dirigente da equipe, lembrou do treinamento que estava marcado.

— Não me importo — respondeu Curry.

A manhã de golfe parece ter surtido efeito, pois o Jogo 4 foi dominado pelo camisa 30. Ele terminou a noite com 37 pontos, seis rebotes, três roubos de bola, três tocos e o título.

Essa não foi a única vez que o golfe elevou o nível do jogo de Curry. A reportagem da ESPN traz a declaração de West, que lembrou de uma sequência de jogos absurdos do astro em 2016.

Em fevereiro daquele ano, os Warriors enfrentaram os Hawks, o Heat, o Magic e o Thunder, todos fora de casa. Curry teve 36 pontos em Atlanta, 42 em Miami, 51 em Orlando e a bola da vitória, quase do meio da quadra, na prorrogação em Oklahoma.

Segundo West, naquela viagem o craque disputou diversas partidas de golfe. E o resultado foi uma série de noites mágicas.

— (O golfe) é meu lugar seguro. Sempre posso contar com isso — disse Curry, à ESPN.