Equipe italiana emite comunicado sobre Bruno Caboclo; Rumores da NBA esquentam

Marcelo Cartaxo | 20/09/2023 - 19:36

Bruno Caboclo continua “desaparecido” do mundo do basquete europeu. O pivô titular da seleção brasileira deixou de se apresentar no Umana Reyer Venezia, equipe italiana pela qual assinou um contrato em junho deste ano, antes da Copa do Mundo de basquete. Na quarta-feira (20), o time emitiu um comunicado a respeito da situação.

A data prevista para Bruno se apresentar era no dia 16 de setembro de 2023. Em nota divulgada pelo Umana Reyer, a equipe revela ter recebido um comunicado dos representantes de brasileiro dois dias após a faltar na apresentação.

Segundo os italianos, o Bruno Caboclo informou que não tem a intenção de se apresentar em Venezia por ‘motivos pessoais’.

A Empresa fez saber que verá posteriormente, no dia 18 de setembro de 2023, uma comunicação do representante do treinador Bruno Caboclo que comunicou as intenções do atleta, afirmando as suas motivações pessoais, sem comparecer no Venezia e prestando apoio a Umana Reyer. — Disse o time no comunicado.

Confira a nota completa:

— A empresa fez saber que verá posteriormente, no dia 18 de setembro de 2023, uma comunicação do representante do treinador Bruno Caboclo que comunicou as intenções do atleta, afirmando as suas motivações pessoais, sem comparecer no Venezia e prestando apoio a Umana Reyer. Parece claro que esta decisão, inesperada e conhecida com espanto e consternação pela Empresa, representa uma gravíssima violação dos acordos entre as partes, que – sublinha Bene – ainda estão em pleno vigor e obrigam Bruno Caboclo a realizar o a sua atividade como jogador profissional de basquetebol para a época desportiva 2023/2024 exclusivamente a favor de Umana Reyer Venezia e de outros clubes de qualquer liga e/ou federação. — Comunicou a equipe em nota publicada no site oficial.

— Portanto, neste sentido de atuar com a máxima diligência e profissionalismo e neste enorme esforço – apesar de tudo – para elevar um nível de imenso dano não só no desporto natural, na falta de arrependimento do Jogador a Empresa reserva-se o direito adotar o máximo de oportunidades e agir dentro do escopo de especialização me deu minha autoridade e interesses — completou.

Bruno Caboclo assinou o acordo com o time italiano 14 dias após ser campeão da Bundesliga de Basquete, com o Ratiopharm Ulm. Ao seu lado, outro jogador da seleção brasileira também levantou o troféu: Yago Matheus. O armador venceu o prêmio de MVP das finais. Bruno e Yago combinaram para 36 pontos na final contra o Telekom Baskets Bonn.

Bruno Caboclo teve episódio de indisciplina no passado

Esta não é a primeira vez que Bruno Caboclo mostra um ato de indisciplina em sua carreira. Durante a derrota do Brasil por 99 x 76 para o México durante a Copa América de 2017, Bruno se recusou a entrar em quadra no segundo quarto da partida.

O desentendimento entre Bruno e a comissão técnica da seleção brasileira começou quando o jogador, titular, foi retirado de quadra no primeiro quarto. Bruno teve pouco mais de nove minutos na primeira etapa, e se irritou ao sair ser substituído.

Quando foi chamado retornar no segundo quarto, se recusou a entrar. O então treinador da seleção, Ricardo Lamas, afastou o jogador por tempo indeterminado após o acontecimento.

Quase dois anos depois, Bruno fez seu retorno a seleção, na vitória por 100 x 53 em um amistoso contra o Uruguai. Agora, mais uma vez o pivô está afastado de uma equipe, mas por opção própria.

LEIA MAIS

+Sumiu? Bruno Caboclo ‘desaparece’, não se apresenta em novo clube e pode pintar na NBA

++ Mercado NBA: Damian Lillard tem ‘plano B’ para jogar pelo Miami Heat

Bruno Caboclo volta à NBA?

Após Bruno não se apresentar para atuar como jogador do Umana Rayer Venezia, alguns rumores de que Bruno estaria à caminho da NBA começaram a surgir.

O jogador teve passagem na liga norte-americana. Aos 19 anos, Bruno Caboclo foi recrutado pelo Toronto Raptors na 20ª posição do draft de 2014, permanecendo na equipe por quatro anos. Posteriormente, entrou em pacotes de troca com times como Sacramento Kings, Memphis Grizzlies e Houston Rockets.

Mesmo tendo passado pela liga norte-americana de basquete, Bruno não tem o retorno à NBA confirmado, mas pode estar perto disto.

O portal Israelense Sport5 confirmou na segunda-feira (18) que Bruno deve acertar com a equipe Maccabi Ra’ anana, para participar da pré-temporada do time.

A agenda da equipe de Israel tem partidas amistosas contra times da National Basketball Association. O time viaja para os EUA no mês de outubro para enfrentar Brooklyn Nets, Cleveland Cavaliers e Minnesota Timberwolves.

Segundo apurações, como a do jornalista brasileiro Diego Marcondes do Band Sports, o jogador aposta neste movimento como uma tentativa de fazer um “showcase” para equipes da NBA em um curto período de tempo.

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.