NBA: baixa audiência na Band pode levar jogos para outra TV aberta

Paola Zanon | 11/05/2023 - 16:30

A Band resolveu ligar o alerta para as transmissões da NBA. A preocupação é tanta que a emissora cogita não renovar os direitos de exibir as partidas para a próxima temporada. Com isso, a principal liga de basquete do mundo pode ganhar uma nova casa na TV aberta.

A média de audiência da NBA na Band é de apenas 1 ponto. Na transmissão mais recente, no jogo entre Denver Nuggets e Phoenix Suns, no último domingo (7/5), a média de audiência foi de 0,8,ponto, em um dia que a partida de playoffs não estava sendo exibida em nenhum outro canal de TV — apenas no serviço de streaming Prime Video.

Existem diversos fatores que contribuem para que o fã de basquete tenha pouco interesse em acompanhar as partidas da NBA na Band. O principal deles, provavelmente, seja a falta de compromisso com o início e o final da partida. Não raro, a transmissão começa com o jogo já em andamento, ou então, não vai até o final.

LEIA MAIS:

+ ‘Papai Lebrão’: Romulo Mendonça explica inspiração para apelidos na NBA

++ Alana Ambrósio revela que já se emocionou com mensagem de fã

Isso acontece porque uma partida de basquete, apesar de no cronômetro durar apenas 48 minutos, tem uma durabilidade longa e imprevisível, já que o tempo é pausado todas as vezes que a bola sai de quadra. Um jogo completo pode levar de 2h30 a mais de 3h facilmente a depender da prorrogação.

Ou seja, a emissora do Morumbi, em São Paulo, com longa tradição na própria NBA, não está disposta a abrir uma janela de mais ou menos três horas em sua programação para passar o jogo do início ao fim. Além disso, não existe um programa pré-jogo, nem mesmo em época de playoffs, para situar os telespectadores que, eventualmente, possam vir a se interessar pelo esporte. Um exemplo positivo disso é o que acontece com a Euroleague no canal fechado BandSports.

Na concorrência, SporTV, ESPN, Prime Video e League Pass, é possível acompanhar o confronto completo de qualquer lugar, sem a necessidade de um aparelho de televisão.

A baixa audiência, no entanto, não é a única preocupação da emissora. O Quinto Quarto apurou que os atuais patrocinadores que cobrem a transmissão na TV aberta não estão dando um bom retorno financeiro para a Band.

NBA na RedeTV!

Com os rumores da crise interna na Band, quem sinalizou interesse pelos direitos de transmissão da NBA foi a RedeTV!, que já transmite alguns jogos da NFL e possui um certo público de ligas esportivas norte-americanas.

A possível nova casa da liga de basquete na TV aberta brasileira também poderia colocar um fim nos jogos exibidos pela metade, já que é possível organizar a grade de programação para abrigar uma partida de longa duração.

Ainda seria necessário investir em uma boa equipe de transmissão, já conhecida pelo público, para que os telespectadores se sintam familiarizados. A criação de um programa pré-jogo também deveria ser levada em consideração.

A RedeTV transmite há duas temporadas a NFL, principal campeonato de futebol americano. A aquisição da NBA seria uma forma de atrair ainda mais o fã de esportes americanos. A desconfiança dos executivos, no entanto, está ao lembrar que o Super Bowl, a grande final do campeonato, registrou pico de 1,3 ponto, sendo que a média para o horário era de 0,3.

Paola Zanon, do Quinto Quarto

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.