MLS Copa do Mundo

Impactante! Jogador de Copa do Mundo mora na rua há mais de cinco anos

Impactante! Jogador de Copa do Mundo mora na rua há mais de cinco anos

Impactante! Jogador de Copa do Mundo mora na rua há mais de cinco anos. De fato, uma lenda do futebol canadense está passando por momentos conturbados em sua vida. Disputou a Copa do Mundo 1986 com a Seleção Canadense, primeira na história do país. Hoje, aos 59 anos, Paul James, integrante do Canada Soccer Hall of Fame (Hall da Fama do futebol canadense), é um sem-teto. No entanto, Paul afirmou não ter desistido de sair das ruas. Confira detalhes.

Vida de Paul James: do Hall da Fama para as ruas

Por curiosidade, Paul James nasceu em Cardiff, País de Gales. Segundo o jornal The Sun, o Hall of Famer do futebol canadense estudou na mesma escola que o astro de País de Gales e Los Angeles FC, Gareth Bale. A título de informação, ambos frequentaram a Whitchurch High School, mesmo que em épocas diferentes.

Com passagens por Toronto Blizzard, Doncaster Rovers, Ottawa Intrepid, Hamilton Steelers e London Lasers durante sua carreira profissional (1983 – 1992), Paul James teria uma vida confortável após aposentadoria. O ex-jogador da Seleção Canadense defendeu o Canadá em competições organizadas pela Concacaf, Jogos Olímpicos 1984 e o ápice na Copa do Mundo 1986, sediada no México.

Com vaga assegurada no Hall da Fama do futebol canadense, James não parou sua vida por completo após despedida como jogador profissional. A lenda canadense seguiu estudando e se capacitou como analista e técnico de futebol. Não satisfeito, colocou em prática seus estudos e trabalhou como técnico no Ottawa Intrepid, London Lasers, Le Moyne Dolphins, Niagara Purple Eagles, York Lions e Bahamas. Cabe dizer que Paul James ainda teve a honra de comandar seu país (Canada sub-20) na Copa do Mundo sub-20 em 2001.

Com uma bagagem como essa, como Paul foi parar nas ruas? Infelizmente, o lendário meio-campista do futebol canadense revelou sofrer com dependência de drogas, especificamente o crack, um derivado da cocaína, porém ainda mais forte e viciante.

Enfim, já fazem cerca de 12 anos que Paul James não trabalha no mundo do futebol ou qualquer outro emprego que o pudesse dar condições de morar numa casa própria ou alugada. Dentro desse longo tempo sem trabalho, James ficou mais dependente ainda da substância até não poder pagar uma moradia e hoje é sem-teto há aproximadamente seis anos.

Impactante! Jogador de Copa do Mundo mora na rua há mais de cinco anos

Foto: The Toronto Star

Foto: The Toronto Star

Uma lenda entre os canadenses, mas que reforça que todos são humanos e Paul James não é diferente. Atleta que teve a oportunidade de jogar a primeira Copa do Mundo de seu país, enfrentou um dos maiores da história, o francês Michel Platini, ao fazer disputar as três partidas de fase de grupos naquele Mundial contra França, URSS e Hungria.

Em uma lembrança dessa época de ouro, James falou da experiência com o jornal Daily Mail, mesmo perdendo por 1 x 0 frente aos franceses.

“O que conseguimos naquela Copa do Mundo foi fenomenal, quando penso em como não éramos bons. Fizemos milagres para manter as linhas de pontuação tão previsíveis (especialmente contra a Seleção Francesa de Michel Platini).” – disse Paul James ao jornal Daily Mail.

Devido à sensação de discriminação por seu histórico de uso de crack no Canadá, James se mudou para o Reino Unido. O Hall of Famer se sente chateado, pois acredita que a York Lions, um de seus últimos trabalhos, por exemplo, tinha o dever de cuidar ou lhe oferecer apoio invés de julgar veladamente como a maioria.

“Eu não acho que você deva chamar ninguém de viciado em drogas, viciado em crack, drogado.

As palavras evocam irracionalidade e uma série de rótulos que veem os expostos como: criminoso, assustador, irracional, não confiável, a ser evitado, doente, perdedor, sujo, preguiçoso, escória, não empregável.

Consegue ver como essa linguagem é nojenta? Como você se recupera do rotulado de viciado em crack sem-teto? Difícil.”

Em todo caso, Paul James está determinado a não desistir e quer recuperar sua independência. Por fim, recentemente Paul James disse estar buscando sua recuperação e independência novamente.

“Ser independente. Recuperar uma aparência de normalidade. Poder usar minhas próprias roupas e sapatos e não os de segunda mão. Não ter que arrecadar fundos para comprar meus próprios itens.

Recuperar a independência da prisão metafórica condenada como inocente por treze anos perdidos, não pelo Reino Unido, a quem me sinto em dívida, mas pelo Canadá como nação.

Para encontrar e reacender a paixão, o entusiasmo e a positividade que já tive. E, acima de tudo, encontrar um caminho para se conectar com as pessoas.”

Foto: The Toronto Star

Foto: The Toronto Star

+ Confira também: Seleção Americana e Seleção Canadense podem disputar Copa América 2024

 

Foto destaque: divulgação/The Toronto Star

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top