Flamengo vê clássico da MLS ‘detonar’ seu recorde de público

Pedro Rubens Santos | 04/07/2023 - 20:09

Os mais de 80 mil lugares do estádio Rose Bowl, em Pasadena, no subúrbio de Los Angeles, estarão totalmente ocupados para o confronto entre LA Galaxy e Los Angeles FC na noite desta terça-feira (4). O clássico marcará o maior público já visto em uma partida da MLS.

Em má fase, o Galaxy anunciou a venda de todos os ingressos colocados à venda para a partida contra os rivais da cidade, que vivem momento muito melhor, mas serão visitantes no confronto.

Como comparação, o maior público do futebol brasileiro em 2022 foi no duelo entre Flamengo e Juventude, realizado no Mané Garrincha, em Brasília. Na ocasião, 65.392 pessoas pagaram ingresso para assistir à goleada rubro-negra por 4 a 0.

VEJA TAMBÉM

+ Lionel Messi: dono do Inter Miami revela salário do astro argentino na MLS

+ Inter Miami mira jogador do Flamengo para se reunir com Messi

No embalo das comemorações do dia 4 de julho, Dia da Independência dos Estados Unidos, os torcedores esgotaram os ingressos para ver o jogo entre as duas franquias de Los Angeles. As informações sobre a capacidade total do Rose Bowl variam entre 89 mil e mais de 92 mil pessoas.

LA Galaxy x LAFC

O clássico desta terça-feira marca o 20º jogo de cada equipe na temporada da MLS, mas os dois lados vivem situações bem diferentes.

Cinco vezes campeão da liga dos Estados Unidos, o LA Galaxy vive um drama em 2023 e é vice-lanterna da Conferência Oeste, com a segunda pior campanha de todo o campeonato: 16 pontos conquistados em 19 partidas. E as notícias ruins não cansam de aparecer.

O ano começou com a franquia punida financeiramente por infringir regras da MLS em meio à contratação de reforços. Depois, o presidente Chris Klein foi demitido pela série de resultados ruins e o time entrou em um momento péssimo dentro de campo, com uma de suas principais estrelas, o brasileiro Douglas Costa, acumulando más atuações e lesões.

Nos últimos jogos, o atacante cresceu de desempenho e tornou-se um dos jogadores mais importantes do elenco, mas duas referências técnicas do grupo sofreram graves problemas médicos e precisarão ficar afastados dos gramados — Chicharito Hernández e Martín Cáceres, ambos com lesões no joelho.

Se o Galaxy vive um cenário desolador, no lado oposto da tabela a história é outra. O LAFC figura na segunda colocação, com 32 pontos, depois de ter chegado à final da Concachampions, quando acabou derrotado pelo León, do México.

Com um time menos estrelado, mas cheio de bons jogadores como Denis Bouanga, Mateusz Bogusz, Carlos Vela e Giorgio Chiellini, o atual campeão da MLS vai encaminhando sua vaga nos playoffs mais uma vez.

Sob os olhares de mais de 80 mil pessoas, o clássico no meio da temporada promete marcar a manutenção das situações dos rivais de Los Angeles ou, quem sabe, se transformar em um grande ponto de virada em pleno feriado norte-americano.