UFC Lutas e MMA

As chances de Cain Velasquez retornar para prisão

As chances de Cain Velasquez retornar para prisão

As chances de Cain Velasquez retornar para prisão. Ex-campeão dos pesos-pesados ​​no UFC, Cain Velasquez foi liberto sob fiança de US$ 1 milhão de dólares e segue em julgamento de uma série de acusações, incluindo a tentativa de homicídio no início de 2022. Cain ficou 253 dias na prisão e ainda não é certo de que o ex-campeão fique seguro de não retornar para prisão. Sua próxima audiência acontecerá em 28 de dezembro. Confira detalhes.

Da prisão de Cain

Cain Velasquez foi preso em 28 de fevereiro depois de supostamente perseguir e atirar em outro veículo em que estava Harry Goularte, um homem acusado de molestar seu filho de quatro anos. A título de informação, os tiros teriam atingido o padrasto de Goularte no ombro e causado ferimentos.

Em 8 de novembro, 253 dias depois, Mark Geragos, advogado de Cain, garantiu a fiança de Velasquez. Cabe lembrar que a audiência foi ouvida pelo juiz Arthur Bocanegra. A juíza Shelyna Brown esteve presente nas outras três vezes, negando a soltura do ex-campeão.

Contudo, Geragos não está apenas satisfeito com o resultado temporário. Porém, demonstrou confiança ao indicar que pode haver uma defesa viável sobre o calor da paixão.

“Vou dizer que o juiz que ouviu o boato e, a propósito, o juiz anterior que negou a fiança dele, ambos tiveram a mesma reação: ele tem uma defesa viável. Essas são palavras mágicas na lei criminal”

As chances de Cain Velasquez retornar para prisão

“(sobre a absolvição) não me surpreenderia nem um pouco. Nossos oficiais julgaram um caso naquele condado antes, não em circunstâncias idênticas antes, e isso resultou em uma absolvição.”

Por curiosidade, Mark Geragos geralmente representa réus e celebridades de alto nível. Já teve clientes como Michael Jackson, Chris Brown e Nicole Ritchie. A saber, em 2012, o advogado teve um caso semelhante quando defendeu com sucesso um homem chamado Willam Lynch, acusado de espancar um padre. Este padre o molestou quando criança e foi rapidamente considerado inocente.

O advogado Mark Geragos não subestimará o quão difícil pode ser qualquer caso criminal importante, mas indicou que após atitudes dos dois juízes durante as audiências, as chances de defesa podem ser boas. Em resumo, o que traz esperanças para Cain é que se durante o julgamento, os jurados decidirem que o lutador agiu nos limites do comportamento humano normal devido às circunstâncias, Velasquez poderá ser absolvido.

“Se você tem um homicídio mais o estado mental de malícia, isso o torna um assassinato. Se você negar a malícia, você cairá em um homicídio culposo. Se você tem uma defesa ou justificativa, pode ser involuntária ou pode ser uma absolvição completa. Ele é acusado, não de assassinato porque ninguém é assassinado, mas de tentativa de homicídio.

O calor da paixão entra para anular o elemento malícia. Se você negar o elemento malícia, não é uma tentativa de homicídio. É por isso que ambos os juízes comentaram que ele tem uma defesa viável aqui. Porque há um calor de defesa da paixão. O calor da defesa da paixão e as instruções do júri são tais que os dois oficiais de justiça comentaram que ele tem uma defesa viável para as acusações.”

Por fim, Cain Velasquez se declarou inocente por completo e deve voltar ao tribunal em 28 de dezembro para a identificação do advogado e definição do julgamento.

 

Foto destaque: Divulgação/Denver7

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top