Lutas e MMA

Cain Velasquez é liberado após tentativa de homicídio

Cain Velasquez é liberado após tentativa de homicídio

O ex-campeão dos pesos pesados no UFC, Cain Velasquez, é liberado após tentativa de homicídio. O episódio aconteceu em fevereiro deste ano e agora, oito meses depois, Cain é liberado. Na tentativa de proteger seu filho de quatro anos, o ex-campeão usou até um revólver como recurso. Após a liberação nesta quarta-feira (9), Cain Velasquez retornou para sua casa e família com mensagens de intenção de realizar boas ações.

A tentativa de homicídio de Cain

Cain Velasquez foi preso no final de fevereiro após ter supostamente ido em uma perseguição de carro na busca de Harry Goularte. A saber, Harry é o homem acusado de molestar sexualmente o filho do ex-campeão do UFC de apenas 4 anos em uma creche de propriedade e operada por sua mãe.

Goularte, que mais tarde se declarou inocente em seu próprio caso, havia sido solto sob fiança contra a recomendação da promotoria quando entrou em um veículo com sua mãe e padrasto. A princípio, Velasquez disparou tiros de um revólver no veículo, ferindo o padastro de Harry, mesmo que sem riscos de morte.

Pelo infeliz caso, Velasquez enfrenta dez acusações derivadas do acontecimento no início deste ano. Uma informação importante fica para as possibilidades de Cain ser condenado. Nesta tentativa de homicídio, há uma potencial sentença de prisão perpétua se o próprio for condenado por todas as acusações.

Com a fiança aceita e paga, Velasquez agora volta para casa, para sua família, mas sabendo que precisa trabalhar com seu advogado Mark Geragos. Ambos devem montar uma defesa para seu próximo julgamento. Por fim, a próxima audiência de seu caso acontece em 21 de novembro deste ano.

Cain Velasquez é liberado após tentativa de homicídio

Na saída da prisão de Santa Clara, Califórnia, Cain Velasquez conversou com os repórteres que o esperavam. O homem de 40 anos respondeu tranquilamente aos mesmos enquanto saia do local. A saber, o momento da liberação aconteceu na manhã desta quarta-feira (9). No entanto, segue em julgamento. Na verdade, como dito antes, está marcado um retorno à corte no dia 21 de novembro deste ano.

Mas para Cain, certamente, nada importa além de retornar para sua família e amigos. Tanto que as primeiras citações foram referentes aos mais próximos. Logo, Cain Velasquez saiu alegremente de Santa Clara.

Cabe ressaltar que a atitude do ex-campeão não é exemplar, não foi correta. Fãs e simpatizantes do lado de Cain desejaram um bom retorno para sua família e demonstraram apoio ao ex-campeão. Alguns, o consideram inocente também, mas existem pontos difíceis de apoiar. Até por isso que o pai de família e ex-lutador segue em julgamento. Outro ponto relevante fica para a quantia. Cain não saiu da prisão de Santa Clara sem tirar algumas moedas do bolso.

Em resumo, para oficialmente obter a liberação, Velasquez precisou pagar uma fiança no valor de US$ 1 milhão de dólares. Pode se dizer que a justiça americana não pegou leve com Cain apenas pelos momentos de glória como campeão dos pesos pesados do UFC na última década.

De fato, depois de oito meses longe de casa, pagar uma fiança de US$ 1 milhão de dólares e seguir em julgamento, a justiça americana demonstra não passar a mão na cabeça do lendário lutador. Nem pela relevância no esporte ou muito menos por ter hasteado a bandeira estadunidense por vários anos enquanto em atividade.

As palavras de Cain Velasquez

A título de informação, a decisão de libertar Velasquez veio do juíz Arthur Bocanegra. O juíz optou por deixar o lutador aposentado de 40 anos voltar para casa após ter sido negada a fiança várias vezes desde sua prisão em fevereiro.

Como condição de sua libertação, Velasquez está confinado em prisão domiciliar com monitoramento por GPS e não pode ter armas em casa. Velasquez também foi obrigado a se submeter a tratamento ambulatorial para lesão cerebral traumática e ETC (Encefalopatia Traumática Crônica) em uma instalação próxima à sua casa.

Ademais, passa por aconselhamento para pais de crianças que foram vítimas de abuso sexual. “Sinto-me abençoado”, disse Velasquez em sua primeira declaração.

“Pronto para ir para casa, estar com os entes queridos, família, amigos e fazer algo positivo desta situação… Só agradeço a todos que me deram apoio. Eu amo todos vocês. Apenas continuar sempre sendo melhor como pessoa, sempre fazendo coisas boas e apenas fazer algo positivo dessa situação terrível. Minha família e eu faremos isso.”

 

Foto destaque: Divulgação/SB Nation Arizona

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top