UFC 292: Sean O’Malley nocauteia Aljamain Sterling e conquista cinturão dos galos

Matheus Costa | 20/08/2023 - 13:00

A categoria dos galos do UFC tem um novo rei.

A noite do UFC 292 entrou para a história como o dia em que o novo reinado na categoria dos galos se iniciou. Depois de uma trajetória dominante com ótimas atuações em suas defesas de cinturão, Aljamain Sterling acabou derrotado de forma surpreendente por Sean O'Malley de maneira brutal, com um lindo nocaute no início do segundo assalto do confronto.

VEJA TAMBÉM:

+ UFC 292: Weili Zhang atropela Amanda Lemos, bate recorde e mantém cinturão

++ UFC 292: Gregory Rodrigues brilha e lidera brasileiros no card preliminar

“Sugar” Sean O'Malley usou sua vantagem na envergadura para criar distância e dar sérios problemas à Sterling, que não conseguiu infiltrar para usar seu jogo de luta agarrada. E em uma destas tentativas, logo no início do segundo round, que O'Malley aproveitou para disparar um potente cruzado na ponta do queixo do então campeão, que caiu imediatamente. Apenas alguns golpes no chão foram o suficiente para confirmar o início de um novo reinado no peso galo.

Sean O'Malley: o queridinho do UFC

O resultado foi excelente, principalmente, para os dirigentes do UFC. Afinal, Dana White não possui uma boa relação com Aljamain Sterling e os dois já trocaram diversas farpas publicamente. Por outro lado, O'Malley é considerado um queridinho de Dana, algo inclusive apontado pelo agora ex-campeão durante a semana do evento do UFC 292.

Conhecido por seu estilo nocauteador no octógono e por ser um falastrão fora dele, Sean O'Malley, querendo ou não, atrai atenção e consegue promover bem seus combates nas redes sociais, despertando o interesse dos fãs de MMA para suas lutas.

Confira os resultados do UFC 292

Cinturão peso galo: Sean O'Malley venceu Aljamain Sterling (c) por nocaute técnico (socos) aos :51 do segundo round
Cinturão peso palha: Weili Zhang (c) venceu Amanda Lemos por decisão unânime (50-43, 50-44, 49-45)
Ian Machado Garry venceu Neil Magny por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-24)
Mario Bautista venceu Da'Mon Blackshear por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Marlon Vera venceu Pedro Munhoz por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Brad Tavares venceu Chris Weidman por decisão unânime (30-27 x3)
Gregory Rodrigues venceu Denis Tiuliulin por nocaute (cotoveladas) aos 1:43 do primeiro round
Kurt Holobaugh venceu Austin Hubbard por finalização (triângulo) aos 2:39 do segundo round
Brad Katona venceu Cody Gibson por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Andre Petroski venceu Gerald Meerschaert por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29)
Natalia Silva venceu Andrea Lee por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Karine Silva venceu Maryna Moroz por finalização (guilhotina) aos 4:59 do primeiro round

 

Escrito por Matheus Costa
Matheus Costa é jornalista, repórter e redator com passagens por MMA Brasil, LANCE!, O Dia, Yahoo! e outros. Sua carreira no jornalismo iniciou na cobertura do MMA, depois se expandindo para a cobertura do futebol e dos bastidores de televisão esportiva brasileira. Já cobriu in loco eventos de MMA, futebol, basquete e jiu-jítsu.