Alex Poatan explica mudança de luta do UFC 300 para o UFC 301

Matheus Costa | 21/02/2024 - 22:02

Escalado para defender o cinturão dos meio-pesados na luta principal do UFC 300 contra o ex-campeão Jamahal Hill, o brasileiro Alex Poatan destrinchou como aconteceram as negociações para trazer a luta à realidade.

Em entrevista ao programa “The MMA Hour”, Alex explicou que o acordo verbal inicialmente previa que o confronto acontecesse na luta principal do UFC 301, no Rio de Janeiro. No entanto, dias após o acordo, o empresário lhe informou que o UFC solicitou que o confronto ocorresse na luta principal do UFC 300.

– O acordo original, que era verbal e não assinado, era que fizéssemos a luta principal no Brasil, contra Jamahal Hill. Mas, há alguns dias, o empresário nos ligou dizendo que perguntaram se não queríamos fazer a luta principal do UFC 300. Eu gostei da ideia, achei que teria o tempo ideal para me preparar -, afirmou.

O curioso é que, segundo o brasileiro, ele já havia manifestado à organização seu interesse de lutar no UFC 300, mas o próprio UFC avisou que era melhor que ele fosse lutar no evento no Brasil. Mesmo assim, Alex Poatan afirmou que já sentia que fosse competir no grandioso evento.

– Eu já sabia que ia lutar (no UFC 300), eu sentia isso. Primeiro, eu falei com meu empresário que queria lutar no UFC 300, isso faz muito tempo. Acho que ele levou ao UFC, mas disseram que era melhor eu lutar no Brasil. Eu falei: ‘beleza, mas eu tenho certeza que vou lutar no UFC 300'. Ele respondeu que não, que os caras querem que eu lute no Brasil -, explicou.

Alex Poatan revela sonho no UFC antes de aposentadoria

Aos 37 anos de idade, Alex Poatan reconheceu que não tem muito tempo para concluir seus objetivos na carreira antes de se aposentar do MMA. Por isso, o campeão brasileiro reconheceu que mesmo que já tenha alcançado muita coisa, quer realizar um sonho: subir para a categoria dos pesos pesados.

– Tenho 37, não tenho muito tempo mais, já alcancei muita coisa, então deve acontecer num futuro breve (subir para os pesos pesados). Sou um cara pesado, hoje estou com 105kg -, completou.

Escrito por Matheus Costa
Matheus Costa é jornalista, repórter e redator com passagens por MMA Brasil, LANCE!, O Dia, Yahoo! e outros. Sua carreira no jornalismo iniciou na cobertura do MMA, depois se expandindo para a cobertura do futebol e dos bastidores de televisão esportiva brasileira. Já cobriu in loco eventos de MMA, futebol, basquete e jiu-jítsu.