Patricio Pitbull está prestes a fazer história com feito assustador no Bellator

Igor Ribeiro | 15/06/2023 - 12:00

Patricio Pitbull tem a chance de conquistar um feito histórico no mundo do MMA nesta sexta-feira (16/6). O lutador brasileiro está buscando o cinturão em sua terceira divisão de peso diferente no Bellator, o que seria um marco inédito nas artes marciais. 

No confronto decisivo, Pitbull enfrenta Sergio Pettis, atual campeão dos pesos-galos (até 61,2 kg). O desafio acontece no Bellator 297, que será realizado na cidade de Chicago, nos Estados Unidos. 

Irmão de Patricky, Patricio é considerado o maior nome da franquia de todos os tempos. Ele detém o cinturão dos pesos-penas (até 65,7 kg) e já foi campeão peso-leve (até 70,3 kg). Agora, é a vez do potiguar buscar seu lugar na história do esporte ao conquistar um terceiro título em uma categoria diferente. 

Pitbull será o maior da história do MMA? 

Em entrevista ao podcast Mundo da Luta, do Combate, Patricio Pitbull expressou sua ambição em ser reconhecido como um dos maiores lutadores de todos os tempos no MMA.  

Ele destacou que o fato de se testar em diferentes divisões de peso e deixar seu nome registrado nos livros de história o coloca no topo da lista dos melhores de todos os tempos. 

—Todo mundo fala o que quer, tem vários GOATs (Melhor da História), todo mundo é o melhor de todos os tempos. Tem pelo menos 30 nomes. Dentro dos 30, qual dos caras ganhou três títulos em divisões diferentes? Quando abrir o livro do MMA da história, vai estar lá meu nome pelo menos como o primeiro —

Patricio Pitbull em luta no Bellator 

Aos 35 anos, Patricio Pitbull é um dos maiores nomes brasileiros do esporte. Ele soma um cartel de 35 vitórias e cinco derrotas, além de já ter superado nomes como AJ McKee e Michael Chandler.  

Ele fica frente a frente com Sergio Pettis, irmão de Anthony e ex-UFC, que ostenta um retrospecto de 22 resultados positivos e cinco negativos. A luta é a segunda mais importante do Bellator 287, que terá Vadim Nemkov e Yoel Romero no protagonismo da noite.