NFL Tampa Bay Buccaneers

Tampa Bay Buccaneers e o Draft de 2022: Parte 2

Tampa Bay Buccaneers e o Draft de 2022: Parte 2

Nessa segunda parte da matéria sobre o Draft do Tampa Bay Buccaneers, temos o complemento das escolhas do Draft e a opinião da redação sobre as escolhas, de maneira geral. Aliás, caso tenha perdido a primeira parte, só clicar no link aqui

• 5ª Escolha (4ª rodada, Posição 133):
Em suma, a quarta rodada do Draft do Tampa Bay Buccaneers foi endereçada ao time de especialistas. Assim, o punter Jake Camarda vem da Universidade de Geórgia para vestir as cores do time da Flórida. Ademais, natural da Geórgia, Jake teve em seu último ano a média de 46,7 jardas por punt. Afinal, chega para se juntar aos punters Bradley Pinion e Sterling Hofrichter.

• 6ª Escolha (5ª Rodada, Posição 157):
Acrescentando uma troca com o Jacksonville Jaguars, começamos a sexta escolha de Tampa. Como resultado, os Jaguars receberam uma escolha de quarta rodada de 2023, e enviaram as escolhas de número 157 e 253, que são de quinta e sétima rodada. Assim, todo esse escambo foi feito para que os Bucs tivessem o safety Zyon McCollum em sua nova escolha mais baixa. Bem como, tendo feio 4.33
segundos no tiro de 40 jardas no combin, Zyon tem a velocidade como sua principal qualidade. O coordenador defensivo Todd Bowles valoriza muito velocidade em sua defesa, a qual quando atrelada ao tamanho do calouro, tornou-o a melhor escolha para essa posição. Mesmo com 56 jogos na carreira e 54 passes defendidos, além de 13 interceptações, o calouro não chega para ser um titular absoluto nessa temporada. Todavia, temporada 23/24, com a possível saída de alguns jogadores em sua posição, poderá surgir o espaço necessário para que ele entre em campo.

 

Draft; Tampa Bay 


• 7ª Escolha (6ª rodada, Posição 218):
A escolha 218 do geral foi com foco no ataque, com a aquisição do Tight End Ko Kieft.
No High School (ensino médio) jogou como linebacker e quarterback, nessa última jogou três dos treze de 2018. Migrou para a Tight End na Universidade dos Gophers, e mesmo tendo números discretos e poucas participações com recepções, é um bom bloqueador. Chega para encorpar o elenco.

• 8ª Escolha (7ª Rodada, Posição 248):
A última escolha do Tampa Bay Buccaneers no Draft de 2022 foi o Linenacker Andre Anthony,
de LSU. Tendo perdido as temporadas de 2016 e 2017 por problemas acadêmicos e lesão,
respectivamente, chegou em 2018 saudável o suficiente para jogar três dos 13 jogos. Em 2020
esteve em oito de dez aparições dos Tigers, liderando o time em sacks totais. Em sua última
temporada, 2021, jogou os três primeiros jogos, porém uma lesão no joelho o tirou do restante da temporada.

Visão do redator:

Vendo as perdas e ganhos, Tampa Bay soube se reforçar bem. Mesmo possuindo baixas
essenciais, todas foram bem endereçadas no draft, considerando a profundidade da classe e escolhas que o time da Flórida tinha. Por se tratar de novatos, não conseguimos ter noção exata do teto de habilidades que possuem. Entretanto, de maneira geral, tendem a chegar para somar na equipe e dar profundidade de elenco para a tentativa de conquista do Super Bowl, na temporada que se aproxima. Pode-se dizer que o time de Tampa está se mantendo saudável, inclusive poucas são as chances para os calouros esse ano. Todavia, o excelente trabalho feito na offseason pelo General Manager dos Bucs garantiu que o time não se desmontasse e não sofresse no draft por escolhas altas para reestruturar a equipe.

 

 

Foto destaque: Instagram / NFL

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top