NFL: por que os Ravens pagaram tão caro por Odell Beckham Jr.

Pedro Rubens Santos | 10/04/2023 - 15:00

Depois de um ano afastado, Odell Beckham Jr. está de volta à NFL. No último domingo (9), o wide receiver acertou com o Baltimore Ravens um contrato de um ano. Os valores chocaram o mundo do futebol americano se levado em conta o histórico recente do jogador.

OBJ, como é conhecido, receberá até 18 milhões de dólares para jogar a temporada 2023 em Baltimore, com 15 milhões garantidos. Os outros 3 milhões estão atrelados a incentivos de desempenho do atleta de 30 anos.

VEJA TAMBÉM

+ Lamar Jackson recebe outro ‘não’ e segue com futuro incerto
++ Jogador da NFL é acusado de apontar arma de fogo para mulher

Campeão do Super Bowl 56 com o Los Angeles Rams, o recebedor iniciou sua carreira no New York Giants, em 2014, e figurou na lista dos melhores da posição na NFL pelo menos até 2019.

Ele também passou pelo Cleveland Browns antes de jogar pelos Rams. Na última temporada, sofreu sua segunda lesão de ligamento cruzado do joelho — a primeira havia sido em 2020.

Recepção de Odell Beckham Jr. pelos Giants, em 2014. Foto: Reprodução/Twitter/@Giants
A incrível recepção de Odell Beckham Jr. pelos Giants, em 2014. (Foto: Reprodução/Twitter/@Giants)

Por conta do problema, não atuou em 2022, mas seu nome esteve sempre envolvido em especulações e sugestões para reforçar diferentes times da liga. Agora, aos 30 anos, ele finalmente fechou um acordo e está de volta.

O analista Colin Cowherd, em seu podcast, trouxe uma visão do lado de dentro da NFL. Segundo ele, integrantes de outras franquias ficaram surpresos com o valor do negócio.

— Esse número é maluco, o dobro do que as pessoas que eu conheço na liga acham que ele vale, um wide receiver frágil e em declínio.

Mas por que os Ravens concordaram em pagar um valor tão alto para um jogador de 30 anos voltando de mais uma lesão séria?

Odell nos Ravens: o contrato

Apenas com o dinheiro garantido no contrato (15 milhões), Odell já volta à NFL na margem do top-20 dos wide receivers mais bem pagos por ano. Ele se coloca como o 21º no ranking, empatado com Courtland Sutton, o WR de maior salário do Denver Broncos.

Alguns fatores levavam a liga, no geral, a não enxergar OBJ como um jogador merecedor de uma quantia tão expressiva. Os principais motivos para isso são seu histórico de lesões, os problemas extracampo e sua produtividade nas últimas temporadas.

Como citado anteriormente, o astro acaba de se recuperar da segunda lesão de ligamento cruzado anterior do joelho. Entre um e outro problema de saúde adquirido ao longo de sua estrada na NFL, ele só conseguiu jogar todas as partidas do ano em 2016 e 2019.

Atitudes polêmicas também marcaram sua carreira. Em 2018, Odell deu uma entrevista à ‘ESPN’ na qual criticou a postura de seu time na época, os Giants, e ainda afirmou ter dúvidas se o quarterback Eli Manning era o problema do time. Depois, disse que não se arrependia dos comentários.

Ele também já teve sua prisão pedida por dar um tapa nas nádegas de um agente de segurança durante a comemoração do título de sua universidade, LSU, quando atuava pelos Browns. E, mais recentemente, ficou inconsciente em um avião e foi retirado por policiais após não colocar o cinto de segurança.

Além disso, as estatísticas não ajudam. Em 2021, OBJ teve sua pior temporada em média de recepções e jardas por partida. Ele não esteve em campo no ano passado.

Ainda assim, os Ravens decidiram investir para contar com o WR apesar de poucos acreditarem que o atleta conseguirá produzir o suficiente para compensar o dinheiro gasto.

Uma explicação para o investimento é Lamar Jackson. Sem conseguir chegar a um acordo de longo prazo com o QB, a equipe de Baltimore agora tem um novo trunfo na negociação. Ao trazer o recebedor estrela e melhorar a qualidade do ataque, pode ganhar pontos com Jackson para conseguir a tão desejada extensão contratual.

O ex-jogador de linha ofensiva Ross Tucker, que atuou por Washington, Dallas, Buffalo, New England e Cleveland entre 2001 e 2007, vê o acordo como um péssimo negócio.

— Esse talvez seja o pior contrato que eu já vi os Ravens oferecerem — declarou no ‘Ross Tucker Football Podcast. — Isso tem que ser por conta de Lamar Jackson.