NFL

Jogos da NFL que você precisa relembrar: 49ers x Saints (rodada de divisão de 2011)

vernon davis 49ers saints

Enquanto o esporte mundial está parado, o Quinto Quarto está encontrando maneiras de não ficar estacionado. E nada melhor do que relembrar alguns jogos da NFL entre os vários espetaculares que a liga tem em todos os tempos.

Depois de passarmos pela final da AFC da temporada 2006 entre Indianapolis Colts e New England Patriots, escolhemos outra partida sensacional (e também não tão antiga). Agora, chegou o momento de relembrarmos o duelo entre San Francisco 49ers e New Orleans Saints, no divisional round de 2011.

É uma chance de os mais novos no mundo do futebol americano de conhecerem um jogo que não é recente. E aos velhos fanáticos pela NFL é a oportunidade de matar a saudade de lendários jogos da NFL.

A ideia é seguirmos com esse tipo de conteúdo nas próximas semanas, conforme fomos selecionando os jogos da NFL, e trazer artigos diferentes de tempos em temos.

Então, vamos entrar na máquina no tempo e viajar lá para janeiro de 2012, na pós-temporada de 2011, para um dos melhores jogos da NFL em toda a história…

Entre vários jogos da NFL, por que o QQ escolheu esse?

Naquela temporada 2011, San Francisco 49ers e New Orleans Saints foram dois dos três melhores times da Conferência Nacional (NFC).

Os Niners fecharam a temporada regular com 13 vitórias e três derrotas, título da divisão NFC West e segunda melhor campanha da NFC. Já os Saints venceram a NFC South, também com 13-3, e ficaram com a terceira melhor campanha da conferência.

Era um dos jogos da NFL mais aguardados, disputado no antigo Candlestick Park. O técnico Jim Harbaugh do lado da franquia da Califórnia e o interminável Sean Payton do lado da franquia da Louisiana.

Pelos 49ers, Alex Smith era o quarterback e o time contava com astros como o running back Frank Gore (que ainda está jogando, diga-se de passagem), o tight end Vernon Davis, o wide receiver Michael Crabtree e mais. Mas o destaque era a defesa com NaVorro Bowman, Patrick Willis, Aldon Smith, entre outros.

Já pelos Saints, Drew Brees liderava o ataque, que também tinha peças como os running backs Pierre Thomas e Darren Sproles, o tight end Jimmy Graham e o wide receiver Marques Colston.

No final, 68 pontos anotados no embate, vitória dos Niners por 36 a 32 e um show de TEs.

Chegou o momento de lembrar como foi a partida válida pela rodada de divisão…

Como foi a partida (disputada no dia 14 de janeiro de 2012)

Entre os jogos da NFL, esse foi particularmente um dos que mais me marcou. Não só porque o meu New Orleans Saints estava envolvido e nem por causa do resultado (doloroso para nós e saboroso para os Niners). Mas, sim, porque foi uma das partidas mais emocionantes que me lembro.

Jogo aberto, com muitas pontuações e quatro trocas de liderança de placar, todas no último quarto. Ingredientes que tornam esse, a meu ver, um dos maiores jogos da NFL que tive o prazer de assistir.

E as coisas não começaram nada bem para os Saints.

Jogando fora de casa, o time de New Orleans tomou dois touchdowns no primeiro quarto e viu os anfitriões abrirem 14 a 0. E os dois TDs saíram nos três minutos finais do período.

O primeiro saiu em uma conexão de 49 jardas do quarterback Alex Smith com Vernon Davis, deixando o placar em 7 a 0 após o extra point do kicker David Akers.

O segundo saiu pouco depois. E após um turnover dos Saints. Drew Brees fez um lançamento na direção do wide receiver Adrian Arrington, mas o safety Dashon Goldson fez uma leitura perfeita e interceptou o passe na linha de 45 do território dos Saints. E retornou 41 jardas até a linha de quatro jardas.

Perto da end zone, Smith lançou dois passes incompletos antes de encontrar Michael Crabtree na terceira para o goal. 14 a 0.

Não era mesmo dia dos Saints. Courtney Roby sofreu um fumble no kickoff na sequência e os Niners recuperaram a bola na linha de 13 jardas. Para sorte dos visitantes, a campanha terminou apenas com um field goal de 25 jardas de Akers, no começo do segundo quarto, elevando a vantagem para 17 pontos.

Então, os comandados de Sean Payton acordaram.

A 9min37s do intervalo, Drew Brees acertou passe de 14 jardas com Jimmy Graham para o primeiro TD dos Saints.

Em mais uma campanha explosiva no segundo quarto, Brees acertou lançamento de 25 jardas para Marques Colston anotar um touchdown difícil, no cantinho da end zone. A desvantagem foi reduzida para 17 a 14 antes da pausa.

O terceiro quarto só teve uma pontuação, um FG de 41 jardas de Akers para elevar a diferença dos Niners para 20 a 14.

Nos minutos iniciais do último quarto, Brees liderou os Saints a uma campanha que terminou em FG de 48 jardas de John Kasay e o placar ficou em 20 a 17.

Ainda houve um FG dos Niners a 7min40s do final, de 37 jardas. Com o placar em 23 a 17, começou o ‘tiroteio’.

Brees conectou um passe de 44 jardas com a ‘formiguinha atômica’ Darren Sproles e os Saints assumiram a liderança pela primeira vez na partida (24 a 23). E isso foi a pouco mais de quatro minutos para o término.

Com 2min18 para acabar o jogo, Alex Smith fez um scramble pela esquerda e correu 28 jardas até a end zone para recolocar os Niners em vantagem de 29 a 24. Foram apenas seis pontos porque San Francisco arriscou a conversão de dois pontos, mas a corrida de Frank Gore não foi bem-sucedida.

Com 1min48s para o final, foi a vez de os Saints retomarem a liderança. Brees acertou lançamento de 66 jardas com Graham, que passou pelos defensores usando seu porte físico e entrou na end zone. A conversão de dois pontos dos Saints deu certo, em passe para Sproles, e o placar ficou em 32 a 29.

A punhalada final, contudo, foi dos donos da casa. Em uma campanha explosiva, com direito a uma conexão de 47 jardas de Smith com Davis, os Niners chegaram ao TD em mais um lançamento entre o QB e o TE, esse de 14 jardas, a 14 segundos do final. A vitória por 36 a 32 tirou os Saints dos playoffs e os Niners avançaram para a final da NFC.

    • Vídeo completo do jogo

    • Melhores momentos

Desfecho

A vitória épica dos Niners levou a equipe de Jim Harbaugh à decisão da Conferência Nacional (NFC) contra o New York Giants, que derrotou o Green Bay Packers, no dia seguinte, em pleno Lambeau Field, por 37 a 20.

Os Giants então bateram os Niners em um jogo apertado no Candlestick Park (20 a 17). E o time nova-iorquino seguiu em sua caminhada até o Super Bowl XLVI, quando derrotou o New England Patriots por 21 a 17 e ficou com o Vince Lombardi Trophy.

Para os Niners, foi um fim amargo de uma temporada que, no ano seguinte, teve uma ida ao Super Bowl XLVII, que foi com Colin Kaepernick ganhando a vaga de Alex Smith e chegando até a decisão. O Baltimore Ravens, entretanto, levou a melhor na final da temporada 2012 por 34 a 31.

Do lado dos Saints, foi o fim de uma sequência de três idas consecutivas aos playoffs, que começou com o título do Super Bowl XLIV. E o time voltou à pós-temporada em 2013, caindo para o Seattle Seahawks, novamente na rodada de divisão.

Comments
To Top