NFL: Los Angeles Rams fecham com quarterback do Las Vegas Raiders

Otávio Silva | 15/03/2024 - 19:52

Após uma suspensão por uso indevido de substância, perda da titularidade no Las Vegas Raiders e uma dispensa da equipe, Jimmy Garoppolo está de casa nova na NFL e tem o objetivo de voltar a brilhar na competição. Nesta sexta-feira (16), o Los Angeles Rams fechou a contratação do quarterback por cerca de um ano. No mesmo dia, só que no setor defensivo, a equipe viu Aaron Donald anunciar oficialmente a sua aposentadoria do futebol americano.

Esta é a segunda contratação da equipe em 2024 para o setor ofensivo. Anteriormente, Demarcus Robinson, que atua como Wide Receiver e estava no Baltimore Ravens, fechou um contrato por uma temporada. O time, que permanece com Mike LaFleur no cargo de coordenador ofensivo e com Sean McVay como treinador principal e com a chegada de Garoppolo ganha mais uma opção de quarterback para a próxima temporada da NFL.

Neste momento os Rams contam com Stetson Bennett, Matthew Stafford, Carson Wentz e Dresser Winn como opções disponíveis para o setor. A chegada do antigo atleta dos Raiders também apresenta um cenário em que a equipe irá apostar na experiência para o próximo ano. Stafford tem 36 anos, Garoppolo está com 32 anos e Wentz possui 31 anos, sendo apenas Winn, com 25 e Bennet com 26, os jovens disponíveis para o setor.

Garoppolo vem com alta expectativa para a próxima temporada da NFL

Bicampeão da competição, o ex-jogador iniciou sua trajetória na NFL em 2014, quando foi draftado pelo New England Patriots, onde permaneceu até 2017. Na franquia de New England, o jogador foi o reserva imediato de Tom Brady, um dos maiores jogadores de todos os tempos. Depois, fechou com o San Francisco 49ers, onde conseguiu ter maior regularidade, ficando por três anos, até ser contratado pelo Las Vegas Raiders.

Com a saída do treinador Josh McDaniels e do dirigente Dave Ziegler, Garoppolo foi enviado para o banco de reservas e posteriormente dispensado pela equipe. Outro fator que prejudicou a vida do atleta, foi o fato dele ter usado uma substância para melhorar o seu desempenho.

Escrito por Otávio Silva
Estudante de jornalismo que já passou por grandes portais como Torcedores e Minha Torcida e atualmente no Quinto Quarto. Já contribui para matérias e entrevistas em mais de oito países pelo mundo. Apaixonado por NFL, NBA e, é claro, futebol.