NFL: Economia! Chargers liberam wide receiver após 7 anos

Alice Tamashiro | 13/03/2024 - 16:45

Na tarde da última quarta-feira (14), o elenco do Los Angeles Chargers fez ajustes para se tornar compatível com o teto salarial antes do novo ano da liga da NFL. Para ficar abaixo do limite, a franquia liberou o wide receiver Mike Williams.

De acordo com informações de Ian Rapoport, jornalista da NFL Network, o Los Angeles Chargers está liberando o wide receiver Mike Williams. O jogador deveria contabilizar R$ 159,56 milhões contra o teto salarial de 2024, e essa medida traz uma economia de R$ 99,6 milhões para os Chargers.

Quando a quarta-feira começou (13 de março – considerado o ‘ano novo' da liga), os Chargers tinham quatro dos cinco maiores rebatidas para não-zagueiros em toda a NFL: Khalil Mack, Joey Bosa, Keenan Allen e Mike Williams. Williams foi o primeiro a ser cortado.

Desde 2018, Williams lidera a NFL com 15,8 jardas por recepção (mínimo de 250 recepções). De 2018 a 2023, 22,1% dos alvos da Williams vieram de passes profundos, de acordo com as Next Gen Stats (a quinta maior porcentagem entre jogadores com pelo menos 250 alvos). O ataque dos Chargers perdeu visivelmente a habilidade de Williams quando ele estava fora de campo.

Apesar do elenco rodeado de estrelas, desde janeiro de 2014, a única vitória dos Chargers nos playoffs foi uma vitória na rodada wild card sobre o Baltimore Ravens no final da temporada de 2018. O maior destaque desde então é perder 27 pontos de vantagem na rodada de wild card e perder para o Jacksonville Jaguars. Eles não ganham um título de divisão desde 2009.

Números de Mike Williams nos Chargers:

  • Temporadas: sete
  • Recepções: 309
  • Jardas: 4.806
  • Touchdowns: 31

VEJA TAMBÉM:

NFL: Patrick Mahomes reestrutura contrato com os Chiefs para tentar feito inédito

NFL: Linebacker deixa os Ravens e assina com os Steelers

Escrito por Alice Tamashiro
Alice chegou ao Quinto Quatro em 2021 e soma passagens por Futebol na Veia, Esportelândia e Rádio Outra Dimensão. Estudante de jornalismo no IESB e apaixonada pelo mundo esportivo desde 2008, seus esportes favoritos são o voleibol e o basquete.