NFL: Bengals renovam com wide receiver e movimentam R$ 110 milhões

Paola Zanon | 26/02/2024 - 12:49

Na manhã desta segunda-feira (26), o Cincinnati Bengals renovou o contrato com Tee Higgins usando uma franchise tag por US$ 21,8 milhões (R$ 110 milhões, na cotação atual).

As informações são de Ian Rapaport, jornalista do NFL Network. Com seu novo salário anual, o wide receiver se tornou o mais bem pago da liga de futebol americano para a posição em 2024.

Franchise tag é uma designação que as franquias da NFL podem usar apenas em jogadores que estão para se tornar um agente livre irrestrito, estendendo o vínculo com a equipe durante mais um ano. Cada time da liga tem direito a usar o recurso apenas uma vez por temporada.

Em outras palavras, a franchise tag impede que determinado jogador seja disputado no mercado. A data limite para usar a manobra, este ano, é 5 de março.

Tee Higgins no Cincinnati Bengals

Os Bengals draftaram o wide receiver em 2020, quando assinaram um contrato de quatro anos que está prestes a expirar.

Em suas quatro temporadas pelo time de Cincinnati, Higgins conseguiu 257 passes para 3.684 jardas e 24 touchdowns. Na pós-temporada, as marcas foram de 31 recepções para 457 jardas e três touchdowns em sete jogos.

— Tee fez um excelente trabalho para nós desde que o convocamos em 2020. Estou feliz que ele continuará a ser uma grande parte de nosso ataque e de nossa equipe—, declarou o técnico Zac Taylor, em entrevista a Adam Schefter, jornalista da ESPN.

Outras franquias da NFL já demonstraram interesse no receptor ao longo do ano passado e tentaram uma negociação com os Bengals, mas Duke Tobin, executivo da franquia, rejeitou todas as conversas.

Antes do começo da temporada 2023-24, no entanto, a franquia e o jogador não conseguiram entrar em um acordo para uma extensão de longo prazo, ainda que essa seja a vontade de ambas as partes.

Com US$ 40 milhões (R$ 200 milhões) disponíveis para gastar, o Cincinnati Bengals tem até o dia 15 de julho para chegar a um acordo de extensão com Higgins. Caso isso não aconteça, o wide receiver se tornará um agente livre irrestrito ao final da próxima temporada.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.