NBA

Os 11 times da NBA que nunca ganharam um título: decepções e “quases”

(Reprodução/Twitter)

Quando pequenos, somos ensinados que a essência do esporte não é vencer e perder, mas que o importante é competir. Realmente, das 30 equipes que disputam anualmente a temporada da NBA, apenas uma é coroada e outras seis, no máximo, possuem chances reais de título. O resto compete.

O problema é quando se compete por anos e anos e nada do título chegar. Quando você entra em uma lista maldita, como esta do Quinto Quarto, de times da NBA que nunca ganharam um troféu.

Inscreva-se no nosso canal do YouTube para ter o melhor conteúdo da galáxia (é sério, não ria).

São 11 franquias que nunca levantaram o troféu mais cobiçado do basquete mundial. Algumas até chegaram bem perto, outras seguem só competindo mesmo. Aqui, listaremos esses times da NBA que nunca ganharam um título e ainda estão tentando, começando pela seca mais antiga até a mais recente. Franquias defuntas não entraram nesta brincadeira.

Menções honrosas

Existem três equipes que merecem destaque porque já conquistaram títulos na NBA, mas mudaram de cidade e também estão na seca. Para a liga, as franquias já foram campeãs, mas as cidades ainda não. Ou seja, é como se elas não tivessem conquistado nada onde elas estão sediadas. Dentre essas três, o Oklahoma City Thunder foi o que mais chegou próximo no período recente.

Nascido como Seattle Supersonics em 1967, a franquia conquistou o título da NBA em 1979. O time voltou às finais da NBA, em 1996, quando Gary Payton comandou o show com Shawn Kemp, mas não conseguiu destronar o Chicago Bulls de Jordan. Desde então, a equipe se mudou para Oklahoma e adotou outro nome.

O time encantou a todos com o trio Kevin Durant, Russell Westbrook e James Harden. Contudo, novamente nas Finais da liga, a franquia foi superada, agora pelo Miami Heat, de LeBron James, Dwyane Wade, Chris Bosh e Ray Allen.

Oklahoma City Thunder com Durant, Harden e Westbrook (Reprodução/Twitter)

Para a NBA, o Atlanta Hawks também tem um título, mas quando a franquia ainda era chamada de St. Louis Hawks. A conquista veio em 1958, mas a equipe foi para Atlanta em 1968. E, desde então, sua melhor chance foi em 2015, quando o time chegou na final do Leste, mas caiu para o Cleveland Cavaliers, de LeBron James e companhia.

O atual Sacramento Kings foi campeão em 1951, com o nome de Rochester Royals. A franquia mudou-se para diversas cidades, até que chegou na Califórnia em 1985. Desde então, o ápice do time foi em 2002, quando chegou à final do Oeste e caiu para o Los Angeles Lakers, de Kobe Bryant e Shaquille O'Neal no jogo 7.

Há que mencionar também o caso do Washington Wizards, que ganhou um título com o nome de Washington Bullets, em 1978. Mas, como a franquia ainda segue na cidade, a NBA considera o time campeão. E mais importante: nós também.

Times da NBA que nunca ganharam: Phoenix Suns é o campeão

Assim como o deserto de Arizona, a seca dos Suns na NBA é a maior entre as franquias da NBA que nunca foram campeãs. São 52 anos desde a criação do time e nada de levantar o troféu.

A vez que o time chegou mais perto foi em 1993. Comandado pelo astro Charles Barkley, então MVP da liga, os Suns chegaram à final da NBA, mas do outro lado estavam Michael Jordan e o Chicago Bulls.

Michael Jordan e Charles Barkley (Reprodução/Twitter)

Quase uma década depois, Steve Nash, duas vezes eleito o MVP da temporada, e companhia nunca conseguiram passar da final da Conferência Oeste.

Na última temporada (2019/2020), a franquia do Arizona não foi aos playoffs, mas venceu todas as partidas que fez na ‘bolha' montada na Disney. Devin Booker jogou demais e deu um fio de esperança para o torcedor. Mas já há rumores de que ele não deve ficar muito tempo por lá. Agora com Chris Paul vamos ver se existe alguma fagulha.

Os Suns escolhem mal no draft, são impacientes para desenvolver atletas e quase sempre fazem trocas que ninguém entende. Resta confiar no trabalho do técnico Monty Williams, torcer para Booker ficar, Deandre Ayton ter espaço para evoluir, draftar mais umas duas boas peças, Chris Paul ainda ter gasolina no tanque e muitas outras coisas para que os Suns retornem aos playoffs. Aliás, é coisa que não faz há 10 anos.

Só depois dá pra sonhar em ir mais longe na pós-temporada.

Los Angeles Clippers

Por anos e anos, a grande maioria das pessoas ignorou a existência dos Clippers. Já são quase 40 anos vivendo na sombra dos Lakers – o time se mudou para Los Angeles em 1984. Não é só que os Clippers são um dos times da NBA que nunca ganharam um título. A franquia nunca chegou a uma mísera final de conferência.

Para não ser muito cruel, essa história começou a mudar com Chris Paul, Blake Griffin e DeAndre Jordan. O time ganhou notoriedade, mas a seca segue.

Paul George e Kawhi Leonard (Reprodução/Twitter)

Com Kawhi Leonard e Paul George, rolou uma sensação de “empolgou”, mas o fracasso veio com uma eliminação para o Denver Nuggets. Doc Rivers deixou a equipe, Tyronn Lou é o novo técnico e vamos ver se dessa vez vai.

Utah Jazz

Quarenta e seis temporadas sem um título. A equipe do Jazz nasceu em New Orleans, mas ficou na Louisiana apenas cinco temporadas. Já estabelecida em Utah, no ano de 1980, a franquia começou a ganhar alguns títulos de divisão durante a década. Em 84, o Jazz selecionou John Stockton. Em 85, foi Karl Malone. E o time deu um salto.

A dupla precisou de dez anos para chegar no auge e levar o Jazz para duas finais seguidas. Infelizmente para Utah, Michael Jordan ainda estava no Chicago Bulls e derrotou a dupla Stockton e Malone em 1997 e 1998.

Karl Malone e John Stockton (Reprodução/Twitter)

Uma década depois, o time ressurgiu com Deron Williams, Carlos Boozer, Mehmet Okur e Andrei Kirilenko. Em 2007, o Jazz foi até a final do Oeste, mas caiu para os Spurs.

Dez anos mais tarde (essa franquia ressurge uma vez em cada década?), em 2017, o Jazz fez uma troca para ter o novato Donovan Mitchell. Ao lado do pivô Rudy Gobert, Mitchell vem se transformando em um dos melhores playmakers da NBA e reacende a chama em Utah. Mas a torcida não quer saber só de chama e, sim, de troféu. Será que Mitchell tira o Jazz da lista de times da NBA que nunca ganharam um título?

Denver Nuggets

A franquia do Colorado nunca mudou de cidade, mas já trocou de nome duas vezes. O time surgiu como Denver Larks, mas mesmo antes de estrear pela ABA (American Basketball Association), a equipe trocou para Denver Rockets. Depois de algumas temporadas, o time mudou para Nuggets. São 44 temporadas sem um título na NBA.

A última final no Oeste tinha sido em 2008, quando a equipe, com George Karl no comando e com os astros Carmelo Anthony e Chauncey Billups, perdeu para os Lakers.

Carmelo Anthony (Reprodução/Twitter)

Só que em 2020, com Jamal Murray e Nikola Jokić, o time retornou à final do Oeste, para cair, novamente, diante dos campeões Lakers, comandados por LeBron James e Anthony Davis. Dá para superar os atuais campeões nesta temporada 2020/21 que se aproxima e finalmente vencer?

Brooklyn Nets

A seca do Brooklyn Nets, antigo New Jersey Nets, já dura 44 temporadas. Contudo, dentre os times da NBA que nunca ganharam um título, a equipe é a que mais parece ter mais chances de sair do jejum nos próximos anos. Kevin Durant e Kyrie Irving, com Steve Nash de técnico, vão elevar os Nets a um novo patamar.

Jason Kidd (Reprodução/Twitter)

O time não chega a uma final da NBA desde 2003, quando foram superados pelos Spurs em seis jogos. Aquela equipe tinha Jason Kidd, Richard Jefferson e Dikembe Mutombo. No ano anterior, o time tinha sido atropelado pelo Los Angeles Lakers. Dá para repetir os feitos de Kidd?

Indiana Pacers

A seca da equipe já dura 44 anos. O Indiana Pacers foi dominante na extinta ABA e ganhou três campeonatos antes de ingressar na NBA. Desde então, o time acumula anos de frustrações.

Nos melhores anos dos Pacers, outras equipes eram melhores ainda. Após anos parando nos Bulls de Jordan e companhia, o time teve que lidar com os Lakers, de Kobe e Shaq. E depois ainda veio o Heat e os Cavaliers de LeBron.

Reggie Miller (Reprodução/Twitter)

A única final de NBA da franquia de Indiana foi em 2000. Com Larry Bird de técnico e Chris Mullin e Reggie Miller na quadra, os Pacers perderam para os Lakers em seis jogos. Shaquille O'Neal foi o MVP das finais. Triste que uma cidade e estado que amam tanto basquete nunca tiveram os Pacers como campeões da NBA.

Orlando Magic

A franquia da Flórida já foi a duas finais, mas saiu com o vice as duas vezes. São 31 anos sem um título da liga. Curiosamente, as duas grandes chances do Magic foram com dois dos melhores pivôs que já passaram pela NBA. Em 1995, com Shaquille O'Neal, o time parou na maior experiência de Hakeem Olajuwon e do Houston Rockets. Um 4 a 0 sem questionamentos e o primeiro vice.

Shaquille O'Neal (Reprodução/Twitter)

Em 2009, Dwight Howard comandou o time que parou no MVP Kobe Bryant e os Lakers. Desde então, a equipe busca uma reconstrução e tem sido basicamente uma coadjuvante, quando não um time horroroso. O caminho para a mudança e a relevância não está muito claro.

Minnesota Timberwolves

Alguns podem argumentar que 31 anos é pouca coisa perto da grandeza da NFL e da NBA. E é mesmo, ainda mais para os Timberwolves, que nunca sequer chegaram a uma final da NBA. A grande chance de franquia foi em 2004. Com Kevin Garnett encapetado e a dupla de coadjuvantes Latrell Sprewell e Sam Cassell, os Wolves chegaram à final da Conferência Oeste, mas perderam para os Lakers, de Shaquille O'Neal e Kobe Bryant, que levaram a série em seis jogos.

Kevin Garnett (Reprodução/Twitter)

O torcedor de Minnesota não consegue esquecer a bizarra lesão que praticamente tirou Sam Cassell da série contra os Lakers. Contra o Sacramento Kings, Cassell fez a cesta que levou o time para a final do Oeste, ficou empolgadão, exagerou na comemoração e lesionou a virilha. Ele praticamente não jogou a série contra os Lakers.

E não há perspectiva alguma de quando a franquia irá chegar forte nos playoffs. Em 2020, os Timberwolves tiveram a primeira escolha no draft e selecionaram Anthony Edwards para jogar com o número 2 de 2015, D'Angelo Russell, e o número 1 de 2015, Karl-Anthony Towns. Veremos o que sai disso.

Charlotte Hornets

São apenas três décadas competindo na NBA. A franquia, que tem como dono ninguém menos do que Michael Jordan, nunca chegou a uma final de conferência e parece que isso não acontecerá nos próximos anos.

Alonzo Mourning, Larry Johnson e Muggsy Bogues, no início dos anos 90, fizeram dos Hornets um time competitivo, mas a concorrência era enorme no Leste. Knicks, Pistons, Heat, Pacers e Bulls tinham times muito melhores ao longo daqueles anos.

Alonzo Mourning (Reprodução/Twitter)

Não dá para imaginar a franquia brigando no Leste nos próximos anos. O jeito é perder o máximo possível de jogos por vários anos e criar um núcleo jovem para se ter uma chance, visto que os Hornets dificilmente são atrativos para os free agents.

Memphis Grizzlies

A franquia Memphis Grizzlies começou em 1995, em Vancouver, no Canadá, antes de se mudar para o Tennessee em 2001. Eles tiveram anos difíceis, apesar de terem grandes jogadores como Pau Gasol e Shareef Abdur-Rahim.

Tony Allen, Marc Gasol, Zach Randolph e Mike Conley (Reprodução/Twitter)

Os Grizzlies se tornaram um azarão perene e irritaram muitos competidores na Conferência Oeste durante a era do ‘Grit e Grind', com Marc Gasol, Zach Randolph, Tony Allen e Mike Conley, mas eles ainda não foram às finais da NBA. Ou seja, nem chegaram perto de deixar a lista dos times da NBA que nunca ganharam.

New Orleans Pelicans

O New Orleans Pelicans nasceu como o conhecemos há seis anos, embora já existam há 16 temporadas, tendo o nome Hornets por anos. Eles ainda não fizeram uma aparição nas finais da NBA, mas sentimos que isso pode mudar em breve.

Zion Williamson (Reprodução/Twitter)

A equipe lutou para manter suas estrelas como Chris Paul e Anthony Davis, mas eles deixaram a Louisiana para jogarem em Los Angeles. Entretanto, agora finalmente possui um núcleo jovem e promissor que parece que ficará junto por algum tempo. Há quem aposte que a equipe irá incomodar nos próximos anos. A razão para isso é uma só: Zion Williamson. Agora cabe à diretoria e a comissão técnica deixar seu astro feliz e em posição de vencer.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top