NBA: Thunder derrota Raptors em prorrogação dupla e reta final de jogo insana

Marcelo Cartaxo | 05/02/2024 - 00:01

O Oklahoma City Thunder derrotou o Toronto Raptors por 137 x 127 após quatro quartos no tempo regulamentar e mais 10 minutos de prorrogação. O físico dos times recheados de jovens jogadores foi levado ao limite, e mesmo assim alguns mal demonstravam o cansaço e exaustão.

Shai Gilgeous-Alexander não teve uma daquelas noites de 30 pontos que o Thunder está acostumado. Por outro lado, o esforço coletivo dos titulares e bancários do time fez a diferença no resultado final. Quatro dos cinco titulares anotaram pelo menos 20 pontos, e um herói improvável surgiu para garantir a vitória de Oklahoma: Lu Dort.

O ala canadense de 24 anos contribuiu com 22 pontos e cestas que mantiveram o Thunder na busca pela vitória. O grande lance da noite foi em uma jogada de três pontos em que Dort abriu mão na bola de três pontos para conseguir bandeja e dois pontos fáceis, mas não contava que sofresse uma falta e fosse para a linha de lance livre.

Lu Dort não foi o único que apareceu na reta final, e mais uma vez o Thunder provou que sua juventude não é um motivo para pensar apenas no futuro, mas também no presente.

Shai Gilgeous-Alexander, Josh Giddey e Chet Holmgren foram para o segundo tempo da prorrogação prontos para matar o jogo.

Chet cuidou da longa distância, enquanto Giddey forçou um “and one” para se garantir como cestinha da noite com 24 pontos e Shai fez o que faz de melhor: converteu arremesso na meia distância para encaminhar a vitória do Thunder.

O 4º quarto foi um grande teste para a juventude de Thunder e Raptors

A reta final do quarto período colocou o torcedor no Paycom Center de pé. Os dois times trocaram arremessos convertidos e posse à posse Thunder e Raptors brigaram pela vantagem no jogo. Os Raptors conseguiram encontrar um arremesso que acreditavam ter sido derradeiro, e após o Thunder errar uma investida e o rebote cair nas mãos de R.J. Barrett, por alguns segundos a vitória era certa.

Entretanto, a marcação dupla de Josh Giddey e Lu Dort na hora que Barrett recuperou a posse de bola foi o lance de maior destaque no tempo regulamentar. Com Dort e R.J. Barrett brigando pela bola enquanto estavam caindo, o jogador dos Raptors deteve o controle da mesma, mas caiu em cima da linha lateral, o que deu ao Thunder a próxima posse de bola faltando quatro segundos no relógio.

A jogada desenhada colocou todos em quadra em movimento, e o herói improvável Aaron Wiggins encontrou uma bandeja rápida em uma reposição de Josh Giddey para deixar empatado em 110 x 110 e forçou a prorrogação.

O lance forçou a única prorrogação na rodada da NBA, algo inesperado para duas equipes que vivem momentos diferentes na competição. Enquanto Oklahoma é um dos principais contestadores ao título nesta temporada, os Raptors tentam encontrar sua identidade de jogo com uma equipe jovem treinada por um técnico estrangeiro que parece ser um daqueles que bate de frente com as decisões dos árbitros.

Com a vitória, o Oklahoma City Thunder chega a 36 vitórias na temporada, enquanto o Toronto Raptors perdeu sua 32ª partida.

Quando é a próxima partida do Oklahoma City Thunder?

  • Utah Jazz x Oklahoma City Thunder – 06/02

Quando é a próxima partida do Toronto Raptors?

  • New Orleans Pelicans x Toronto Raptors – 05/02
Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.