NBA Playoffs: Suns viram e fecham série ‘decepcionante’ contra Clippers

Pedro Rubens Santos | 26/04/2023 - 01:48

Quando o formato dos playoffs da NBA determinou uma série eliminatória entre Phoenix Suns e Los Angeles Clippers, não houve quem não tenha ficado empolgado.

A perspectiva de um embate eliminatório levado ao extremo e protagonizado por grandes estrelas como Kevin Durant, Kawhi Leonard, Devin Booker, Paul George, Chris Paul e Russell Westbrook mexeu com os corações dos fãs do basquete.

Mas os confrontos prometeram muito mais do que foram capazes de entregar. As lesões acabaram com o equilíbrio e transformaram um duelo especial em algo protocolar.

VEJA TAMBÉM

+ NBA Playoffs: Nuggets fecham a série com emoção sobre os Timberwolves

++ Exaltado por lendas, Paolo Banchero vence prêmio de calouro do ano

Paul George, com uma lesão no joelho, sequer entrou em quadra na série. Sem ele, Los Angeles ainda foi capaz de vencer o primeiro jogo, graças aos 38 pontos de Kawhi Leonard.

O astro liderava a equipe na pós-temporada, mas acabou se lesionando no final do jogo 3 e não conseguiu mais voltar à ação.

Do lado de Phoenix, o trio Booker, Durant e Paul esbanjava saúde e atropelou os feridos Clippers até o último confronto. O encontro derradeiro terminou em 136 a 130.

A série que prometia ser uma das melhores dos playoffs acabou nesta terça-feira com um sentimento de frustração para todos os amantes da NBA. Com exceção, é claro, do torcedor dos Suns.

Clippers x Suns: o jogo 5

Assim como a série, o jogo desta terça no Footprint Center começou disputado e terminou escancarando a diferença entre um time de estrelas saudáveis e outro cujos principais jogadores ficaram sentados no banco, machucados.

No intervalo, a vantagem na liderança era de nove pontos para os Clippers. Foi só no segundo tempo que os Suns se soltaram da coleira e passaram o carro.

O time da casa anotou incríveis 50 pontos no terceiro quarto, devastando as esperanças rivais.

Devin Booker teve mais uma atuação fenomenal, com um duplo-duplo — desta vez, foram 47 pontos e 10 assistências para ele. Kevin Durant ajudou com 31 pontos.

É verdade que os Clippers não deixaram de lutar e se mantiveram no jogo até o fim, mas fazer frente a um dos favoritos ao título sem suas duas principais estrelas se provou realmente uma tarefa quase impossível.