NBA: Ele fica? Orlando Magic ‘toma decisão’ e crava futuro de Mosley

André Merice | 12/03/2024 - 13:11

Jamahl Mosley tornou o Orlando Magic uma equipe competitiva, e agora a franquia faz de tudo para que o treinador siga por mais anos em Orlando. Nesse sentido, as partes, que estão próximas dos playoffs – a melhor temporada em 13 anos – chegaram a um acordo para renovação de contrato por mais três anos, anunciou a franquia nesta terça-feira (12).

Esta é a terceira temporada de Mosley em Orlando. Neste ano, a franquia, liderada pelo All-Star Paolo Banchero e pela estrela em ascensão Franz Wagner, tem um registro de 37-28, o que colocou a equipe como postulante a uma vaga nos playoffs – o que seria a primeira desde 2020.

— Jamahl e sua equipe fizeram um trabalho tremendo não apenas nesta temporada, mas desde que o contratamos em 2021. Sua preparação, método de trabalho, capacidade de se conectar com os jogadores e a paixão que ele traz ao trabalho todos os dias trazem resultados positivos, tanto dentro quanto fora de quadra. Estamos muito felizes por ter Jamahl liderando o Magic nos próximos anos — disse o presidente de operações de basquete do Magic, Jeff Weltman.

Técnico do Orlando Magic cogitado por outras equipes

Nos últimos anos, Mosley foi alvo de várias equipes, que reconheceram o trabalho realizado nos últimos 15 anos como assistente no Denver Nuggets, Cleveland Cavaliers e Dallas Mavericks. Ele passou as últimas sete temporadas como assistente em Dallas, antes de ser contratado pelo Orlando em 2021.

No Magic, Jamahl herdou um elenco em total reconstrução, com um recorde de 22-60 em sua primeira temporada. Após a seleção de Banchero como a primeira escolha geral em 2022, a franquia melhorou seu desempenho para 12 vitórias no ano passado, terminando com 34-48.

Mosley também dirigiu uma equipe do USA Basketball selecionada em Las Vegas antes da Copa do Mundo, em Manila, no verão passado. Ele viajou para o exterior não apenas para fazer parte do grupo, mas também para assistir Banchero jogar pelos EUA e os irmãos Wagner de Orlando – Franz e Moritz – jogarem pela Alemanha, que se tornou a campeã mundial.

E o sucesso persistiu. Banchero foi um All-Star pela primeira vez, tornando-se apenas o segundo jogador do Orlando Magic na última década a jogar no jogo principal da liga.

LEIA MAIS:

++ NBA: Estelar, Doncic rege os Mavericks em doutrinação total contra os Bulls

++ NBA: Celtics conseguem feito inédito na temporada em vitória contra os Trail Blazers

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".