NBA Playoffs 2024: Holmgren e Shai lideram Thunder em vitória sobre os Pelicans no Jogo 2

Victor Romualdo Francisco | 25/04/2024 - 01:14

Mark Daigneault, técnico do Oklahoma City Thunder, chegou a seu segundo jogo de pós-temporada seguindo sua filosofia de usar todo o time no jogo – uma ótima forma de manter a intensidade próxima de 100% todo o tempo. E hoje, simplesmente todos os jogadores à disposição estiveram em quadra. E a rotação alucinante combinada a jogadores inspiradíssimos no jogo (Chet Holmgren e Shai-Gilgeous Alexander) resultou em uma vitória acachapante do time que terminou em primeiro na Conferência Oeste da NBA.

O esguio craque Holmgren terminou o jogo com 26 pontos e 7 rebotes, atuando em 29 minutos pelo Oklahoma City Thunder. Com 35 minutos, o candidato a MVP SGA foi o cestinha do jogo, com 33 pontos. Do lado do New Orleans Pelicans, Jonas Valanciunas fez 19 pontos e foi o destaque dos visitantes.

Como foi o Jogo 2 entre Oklahoma City Thunder e New Orleans Pelicans nos Playoffs da NBA

Jogo iniciou equilibrado, com Jonas Valanciunas mostrando sua força e habilidade dentro do garrafão para o time da Louisiana. Os donos da casa responderam com bolas de três de Chet Holgren e Luguentz Dort, virando para o Thunder e abrindo sete pontos de vantagem – 23 a 16. Após o retorno do tempo, os times trocaram bolas do perímetro, sem sucesso. Após dois minutos sem pontos, o candidato a MVP, Shai-Gilgeous Alexander fez mais três pontos para a equipe de Oklahoma. Shai abriu a porteira e os dois minutos finais do primeiro quarto viram o OKC ampliar a vantagem para incríveis 13 pontos – 35 a 22.

O segundo quarto começou com Chet Holmgren enterrando de maneira brutal e confirmando mais dois pontos no jogo – eram 17 até então. E o gigante não brilhava só no ataque, mas também na defesa, com tocos seguidos em Valanciunas. Em uma jogada coletiva com troca de passes alucinante, o OKC simplesmente incendiou o Paycom Center e forçou Willie Green, técnico dos Pelicans, a pedir tempo. O placar apontava 45 a 27 para os anfitriões.

O tempo realmente esfriou o OKC, que passou a errar muito no ataque e, mesmo sem muita inspiração, os Pelicans diminuiram a vantagem para nove pontos – 47 a a 38. A provocação acordou Shai, que liderou os minutos finais do segundo período e garantiu uma pequena ampliação da dianteira para três pontos – 63 a 50.

Sem Zion Williamson, os Pelicans perderam força e presença no garrafão, consequentemente, uma importante arma para tentar uma reação na partida. Com o ataque do Thunder variando as jogadas e Chet Holmgren continuando a anular boa parte das ações de Valanciunas, a tendência não se alterou. Brandon Ingram, que havia marcado 12 pontos no Jogo 1 para os Pelicans, tinha os mesmos 12 pontos até a metade do terceiro quarto. Do lado do OKC, os titulares foram todos (menos Shai) para o banco ao mesmo tempo já que a vantagem era de 20 pontos – 82 a 62.

No último quarto, os titulares voltaram para o jogo (e Shai foi para o banco) e a vantagem do OKC só aumentou até o final da partida, com direito a aplausos ao quinteto titular, que saiu faltando dois minutos para o final – 124 a 92.

Thunder faz o dever de casa e força reação dos Pelicans em Jogo 3

Melhor time da Conferência Oeste, o Oklahoma City Thunder fez o dever de casa e venceu as duas primeiras, em casa. Agora, a bola estará literalmente na quadra do New Orleans Pelicans, que tentará usar a energia de Louisiana a favor de uma reação.

E a reação pode ser mais possível com a volta do craque Zion Williamson. Com uma lesão muscular, o ala-pivô ainda tem chances de voltar as quadras. Resta saber se será no próximo sábado ou segunda-feira, datas dos jogos em New Orleans.

Escrito por Victor Romualdo Francisco
Antes de ser coordenador de conteúdo do Quinto Quarto, Victor Francisco atuou por 18 anos em comunicação corporativa. Paralelamente, foi criou o projeto Salão Oval, maior plataforma de comunicação dedicada ao futebol americano nacional (FABR). Foi campeão brasileiro pelo Corinthians Steamrollers (2011). Narrou e comentou o esporte no BandSports, Fox Sports, Globo Esporte e ESPN. Também atuou como Social Media para a Premier League e FIVB (Federação Internacional de Voleibol).