NBA: Heat silencia Boston com virada no fim e dá passo gigante por vaga

Pedro Rubens Santos | 19/05/2023 - 23:56

O Miami Heat segue na sua missão de derrubar os favoritos na NBA. Com uma virada na reta final no TD Garden, a equipe venceu novamente o Boston Celtics e abriu 2 a 0 na série final da conferência Leste, na noite desta sexta-feira (19).

Com a vitória por 111 a 105, o Heat voltou a surpreender os rivais fora de casa e, agora, tem a chance de fechar a série em casa com uma varrida e se classificar às Finais da NBA.

O destaque da partida não podia ser outro. Jimmy Butler repetiu o que tem feito nos playoffs e anotou cestas decisivas nos últimos minutos para silenciar o ginásio e a torcida adversários.

VEJA TAMBÉM

+ Jayson Tatum repete feito que só Kobe e Durant conseguiram

+ NBA: finais de conferência expõem força do streaming sobre TV a cabo

Caleb Martin, com 25 pontos, também contribuiu significativamente, ofuscando a ótima atuação de Jayson Tatum, que teve 34 pontos e 13 rebotes na noite. Bam Adebayo ficou a uma assistência de um triplo-duplo e foi outro grande nome da vitória gigantesca conquistada pelos visitantes.

Depois de dois duelos em Boston, a série agora vai para Miami, onde serão disputados os próximos dois confrontos. O Kaseya Center receberá o Jogo 3, no domingo, e o Jogo 4, na terça-feira.

Heat x Celtics: Jogo 2

A partida cumpriu o esperado desde o princípio e teve muita emoção, da primeira parte até os últimos instantes.

Depois dos erros na reta final do Jogo 1, Jayson Tatum começou quente a segunda partida no TD Garden e se aproximou de um duplo-duplo antes do intervalo. Ele terminou o primeiro tempo com 14 pontos e sete rebotes.

Quem também teve 14 pontos foi Caleb Martin, que anotou 12 deles no segundo quarto e foi o “dono” do período. A última bola ficou com Jimmy Butler, autor de 12 pontos e seis rebotes na metade inicial do confronto.

O destaque negativo foi Jaylen Brown, que apareceu pela primeira vez nestes playoffs sem a máscara de proteção no rosto. Na hora do intervalo, ele tinha apenas seis pontos anotados, um rebote e nenhuma assistência — desempenho muito aquém do seu usual.

Os Celtics chegaram a emendar uma corrida de 19 a 2 e abriram 12 pontos de vantagem, mas viram o Heat virar o placar ainda no meio do segundo período e levarem a liderança para o intervalo, com 54 a 50.

Segundo tempo: Heat vira em final de jogo emocionante

Boston virou o marcador com uma enterrada violenta de Tatum, ainda na parte inicial do terceiro quarto, o que obrigou o técnico Erik Spoelstra a pedir tempo para conversar com o time do Heat.

O camisa 0, aliás, não diminuiu em nada o ritmo depois do intervalo e seguiu controlando as ações e liderando os Celtics enquanto trazia a torcida para o jogo. Um lance de muita habilidade, que entortou Jimmy Butler, levou o ginásio à loucura.

Se o terceiro período do Jogo 1 foi a ruína do time da casa e representou o ponto fundamental para a vitória do Heat, dessa vez a história foi diferente. Os Celtics venceram o quarto por uma diferença considerável: 33 a 21.

Brown melhorou na segunda parte após um começo lento e chegou a 16 pontos, marca ainda tímida pelo desempenho que o ala-armador, selecionado para o segundo time All-NBA, tem apresentado nesta temporada.

O bom aproveitamento, no entanto, não se repetiu na parte mais importante e decisiva do jogo. E, como tem acontecido na maioria das partidas dessa pós-temporada, o Miami Heat cresceu e soube reverter a vantagem para sair com o triunfo.

Um dos momentos mais quentes da noite veio no último quarto, em um enfrentamento de Jimmy Butler com Grant Williams. O jogador dos Celtics converteu uma bola do perímetro e provocou o rival, que respondeu no lance seguinte com dois pontos e a falta, contra Williams, e encarou o marcador.

Os nervos acirrados dominaram o encontro até seus momentos derradeiros graças à luta ferrenha de Miami para se manter vivo apesar da persistente liderança celta.

Bam Adebayo apareceu de todas as formas para contribuir ofensiva e defensivamente, mas acabou cometendo muitas faltas na tentativa de frear os jogadores rivais. No ataque, entretanto, entregou tudo e quase alcançou um triplo-duplo com 22 pontos, 16 rebotes e nove assistências.

O pivô encontrou diversos passes para seus companheiros e fez sua presença ser sentida ao longo de todo o duelo com uma atuação sólida. Enquanto isso, Butler ligava o modo “clutch” e tomava conta dos minutos finais.

O camisa 22 anotou quatro pontos seguidos para virar o placar e ainda forçou uma falta de ataque de Tatum em um momento fundamental do duelo. Sua planilha de estatísticas apontou, no apito final, 27 pontos, oito rebotes, seis assistências, três roubos de bola e dois tocos.

Sem qualquer  tipo de ajuda relevante, Tatum foi um guerreiro solitário na noite de Boston, o único jogador da equipe mandante a superar os 20 pontos. Do lado adversário, embora nenhum jogador tenha igualado a pontuação do cestinha dos Celtics, o apoio coletivo se mostrou a chave para mais uma vitória.

O favoritismo celta para a série e para o confronto não se concretizou, e foi o Heat quem mostrou, em quadra, a superioridade. Jimmy Butler segue fenomenal nos playoffs, Spoelstra mantém o time nos jogos mesmo atrás no placar, e a equipe da Flórida castigou os rivais em pleno TD Garden pela segunda vez.

Os Celtics precisam de uma resposta urgente e longe de casa. Caso contrário, ficarão pelo caminho e terão que assistir do sofá ao surpreendente time de Miami, que veio do play-in, disputar o título da NBA mais uma vez.

Escrito por Pedro Rubens Santos
Pedro Rubens começou a trabalhar na cobertura de futebol americano no site Torcedores.com e teve uma passagem de três anos pela ESPN, onde atuou também na produção digital. Foi repórter do Quinto Quarto até julho de 2023.