NBA: Chris Paul e Warriors têm histórico de provocações e duelos acirrados

Samir Mello | 22/06/2023 - 18:15

Chris Paul é um Warrior. A franquia de Golden State fechou uma troca com o Washington Wizards na tarde desta quinta-feira (22/6), trazendo o ‘Point God’ para a Bay Area e enviando Jordan Poole para a franquia da capital americana.

Agora companheiro de equipe de Stephen Curry, Draymond Green e Klay Thompson, Chris Paul já protagonizou verdadeiras batalhas contra Steve Kerr e Cia. Relembre agora alguns dos principais momentos da rivalidade CP3 x Warriors.

Primeiro round de 2014

Antes da eliminação para os Lakers nos últimos playoffs, a última série de pós-temporada que os Warriors haviam perdido foi no primeiro round da temporada 2013/14. O oponente foi o Los Angeles Clippers, que tinha DeAndre Jordan, Blake Griffin, Jamal Crawford e Chris Paul, todos em grande fase e considerado um dos favoritos para o título.

Do outro lado, o Golden State Warriors ainda treinado por Mark Jackson e que havia vencido 51 jogos na temporada regular. A jovem equipe formada por Stephen Curry, Klay Thompson, Draymond Green e Cia. levou o poderoso Clippers a sete jogos, já mostrando sinais do nível de competitividade que iriam atingir.

Deixou no chão

Durante a temporada regular seguinte, em 8 de março de 2015, já com Steve Kerr e um Stephen Curry em meio a uma grande temporada de MVP, o armador dos Warriors resolveu chamar Chris Paul para dançar, mostrando todos os seus novos truques.

Conhecido por ser um ótimo defensor, CP3 não foi páreo para a velocidade e o controle de bola de Curry, que deixou o adversário no chão antes de acertar um chute de meia distância.

O emocionante Warriors x Rockets de 2018

Já campeões e, agora, com Kevin Durant no elenco, os Warriors pareciam uma máquina imparável. Essa dinâmica obrigou Chris Paul e James Harden a unirem forças no Houston Rockets. E o projeto quase deu certo.

Os Rockets chegaram a liderar a série por 3 a 2, porém, Chris Paul se lesionou no fim do Jogo 5 e não retornou mais para a série, abrindo caminho para os Warriors fecharem a série em sete jogos e superarem os Cavaliers novamente nas Finais, conquistando o bicampeonato.
Foi nessa série que CP3 conseguiu uma ‘mini vingança’ em cima de Curry ao acertar uma bola de três enquanto estava marcado pelo camisa 30 e dançar na frente dele, após Curry ter feito o mesmo em lances anteriores na partida.

Foi nessa temporada também que Chris Paul pareceu não ter gostado de um comentário de Steve Kerr, rindo ironicamente para o técnico e eternizando um meme.

Curry manda recado para Paul

Em um duelo durante a última temporada regular, Curry passa sem dificuldades por Chris Paul, já no Phoenix Suns, e marca uma bandeja, descolando a falta no caminho. O armador dos Warriors então comemora o lance com uma saudável dose de thrash talk, afirmando: “Isso aqui não é mais 2014 não!”, uma referência à derrota contra os Clippers na primeira rodada dos playoffs, quando CP3 ainda estava nos Clippers.

Escrito por Samir Mello
Samir Mello trabalhou como repórter no Correio Braziliense antes de se tornar editor de esportes no portal Metrópoles. Atuou como subcoordenador e coordenador do Quinto Quarto até julho de 2023.