Emocionado, Malone destaca atuação de Jokic: ‘Honrou o legado…’

André Merice | 20/01/2024 - 16:31

Em uma rodada de emoções, Nikola Jokic liderou o Denver Nuggets para uma vitória sobre o Boston Celtics, honrando a memória de Dejan Milojevic, que faleceu aos 46 anos na última quarta-feira (17).

O assistente técnico do Golden State Warriors foi fundamental no início da carreira de Jokic, trabalhando juntos no KK Mega Basket, de Belgrado. O impacto de Milojevic na trajetória do duas vezes MVP da NBA é inegável, e sua repentina partida deixou a comunidade da NBA em luto.

Jokic honrou o nome de Dejan Milojevic

Com a missão de encerrar a sequência de vitórias dos Celtics no TD Garden, Nikola teve uma noite de gala, contribuindo com 34 pontos, 12 rebotes e nove assistências. Seu desempenho brilhante não passou despercebido pelo técnico do Nuggets, Michael Malone, que expressou seu orgulho após o jogo.

— Como mencionei ao nosso time após o jogo, não poderia estar mais orgulhoso de Nikola por jogar da maneira que jogou com a trágica morte de Dejan. Mas é isso que você faz. É por isso que estou orgulhoso de Nikola. Você acabou de perder alguém que você ama, que significou muito para você, que foi um mentor e um treinador para você. Então vá honrá-lo — disse Malone, emocionado.

Malone ressaltou a habilidade de Nikola Jokic, observando a capacidade do jogador de atuar em alto nível mesmo diante de um coração pesado.

— Foi incrível vê-lo tocar com aquele coração pesado, quando você considera com quem estávamos jogando e adiciona o resto à mistura. É por isso que Nikola é o melhor jogador do mundo — ressaltou.

O Boston Celtics liderava o placar faltando menos de cinco minutos para o final do quarto período, mas uma série de erros nos arremessos finais permitiu o retorno do Nuggets. Malone acredita que a vitória não apenas ressalta a garra do time, mas também representa uma declaração poderosa.

— Você está jogando contra o melhor time da NBA. Foi como um jogo de playoff. Eu sei que este é apenas o jogo 43, 44, seja lá o que for, mas foi como um jogo de playoff, uma atmosfera de playoff e dois times realmente bons. Foi um jogo em que estivemos todos envolvidos. Colocamos todas as nossas fichas e tivemos a sorte de conseguir o resultado que desejávamos — finalizou Malone.

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".