Mercado NBA: Lakers acertam renovação de Anthony Davis por valor recorde

Matheus Costa | 04/08/2023 - 17:50

Anthony Davis é oficialmente o homem mais bem pago da história da NBA.

Nesta sexta-feira (4), o Los Angeles Lakers acertaram a renovação com o pivô por um contrato máximo de US$ 186 milhões válido por três temporadas, além de metas estipuladas que podem chegar a um valor recorde superior a US$ 270 milhões, que lhe renderá um valor anual de US$ 62 milhões – o maior contrato da história da liga. A informação é da “ESPN”.

Considerado como peça-chave no elenco dos Lakers e um dos pilares do time ao lado de LeBron James, Anthony Davis tinha contrato válido até o fim da próxima temporada, mas já havia expressado interesse em renegociar seu vínculo com a franquia. Ele tinha a receber US$ 40 milhões na próxima temporada e US$ 43 milhões na temporada 2024-25. Ele se tornou elegível a assinar uma renovação de três anos nesta sexta-feira, e a diretoria optou por não perder tempo.

Anthony Davis colocou seu nome na história dos Lakers

Desde que chegou na franquia em 2019 após uma troca bombástica com os Pelicans, Anthony Davis rapidamente se consolidou como estrela da franquia e ídolo da torcida de Los Angeles. Na temporada de 2020, teve uma performance impactante na campanha que resultou na conquista do título.

Durante a campanha que resultou na ida dos Lakers para a final de conferência contra os Nuggets na última temporada, Davis somou médias de 25.9 pontos e 12.5 rebotes por jogo, além de 56.3% de acertos em arremessos – a maior de sua carreira. Na pós-temporada, o pivô de 30 anos se tornou o terceiro jogador na história do time a anotar 50 tocos em playoffs, se juntando a Shaquille O'Neal e Kareem Abdul-Jabbar.

VEJA TAMBÉM:

+ Luka Doncic volta às quadras após 3 meses e já anota triplo-duplo

++ Mercado NBA: futuro de Giannis ainda não está garantido nos Bucks

Escrito por Matheus Costa
Matheus Costa é jornalista, repórter e redator com passagens por MMA Brasil, LANCE!, O Dia, Yahoo! e outros. Sua carreira no jornalismo iniciou na cobertura do MMA, depois se expandindo para a cobertura do futebol e dos bastidores de televisão esportiva brasileira. Já cobriu in loco eventos de MMA, futebol, basquete e jiu-jítsu.