NBA: Jogador dos Clippers força a barra e leva multa da Liga

Victor Francisco | 04/03/2024 - 19:17

Se você acompanha o futebol, sabe muito bem que os jogadores exageram na maioria dos lances em que recebem contato físico. Muitas vezes, esse exagero engana a arbitragem e faltas e até cartões são aplicados aos adversários. Mas no caso da NBA, essa forçada de barra pode sair pela culatra. E foi isso que aconteceu com o alemão Daniel Theis, do Los Angeles Clippers.

Em partida contra o Minessota Timberwolvers, vencida por apenas um ponto pelos californianos fora de casa (89 a 88), o alemão foi acusado de ‘flopping' (como a reação exagerada a um contato físico é conhecida) e multado por US$ 2 mil, ou aproxidamente R$ 10 mil. No jogo, Theis conseguiu 4 pontos, sólidos e importantes 13 rebotes e uma assistência.

A violação veio em uma jogada crucial na reta final, quando os Timberwolves tiveram a enterrada de Naz Reid anulada no início do quarto período. Os árbitros marcaram uma falta ofensiva para Rudy Gobert (outro jogador do Timberwolves). A liga determinou agora que Theis forçou a barra na jogada, o que certamente pode ter impactado na decisão da arbitragem. A multa, no entanto, não muda o resultado da partida.

Apesar da multa em Theis, a temporada é de bastante otimismo para o Los Angeles Clippers. O time está em quarto lugar na Conferência Oeste, com 39 vitórias e 21 derrotas e na noite desta segunda (4).

Não é a primeira multa em que Theis, dos Clippers, está envolvido

O jogador Alemão já esteve envolvido em outro caso de multa. Mas na outra ocasião, ele foi, digamos, a vítima. Em outubro do ano passado, Dillon Brooks, do Houston Rockets, atingiu Daniel Theis na região da virilha e foi multado em US$ 25 mil, ou quase R$ 125 mil pela NBA.

Escrito por Victor Francisco
Campeão Brasileiro de Futebol Americano pelo Corinthians Steamrollers (2011), Victor é jornalista, com experiência na área esportiva como Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League. É fundador da plataforma de mídia Salão Oval, destinada ao futebol americano no Brasil. Foi narrador e comentarista do futebol americano praticado no Brasil no BandSports, Fox Sports, Globo Esporte.com e ESPN.