45 pontos de Lillard causam reação inesperada de Giannis na NBA: ‘Ele riu’

Paola Zanon | 21/01/2024 - 15:51

Giannis Antetokounmpo ativou o modo sentimental para comemorar os 45 pontos que Damian Lillard marcou na vitória do Milwaukee Bucks sobre o Detroit Pistons no último sábado (20).

— Dame, precisamos de você. Nós precisamos que você jogue da maneira que você jogou. Precisamos que você continue liderando esse time, continue sendo agressivo—, declarou o grego, em entrevista coletiva após a partida.

Antetokounmpo ainda falou sobre como foi difícil enfrentar o Utah Jazz sem Lillard no dia 8 de janeiro; o armador estava machucado e foi poupado, e os Bucks perderam por 132 a 116.

— Quando ele voltou, fui lá dar um abraço nele. Um abraço muito, muito apertado, e eu disse: ‘Nunca mais me deixe, cara'. Foi horrível. Foi o jogo mais difícil da temporada. Ele riu. Depois disso, eu sinto que ele entendeu que para sermos ótimos, ele precisa ser ótimo—, revelou o pivô.

Giannis já havia enchido Damian de elogios durante a semana, quando o Milwaukee derrotou o Sacramento Kings com um game winner do armador.

— Esse foi o game winner mais difícil e incrível que já presenciei com meus próprios olhos. Quando eu vi a bola no ar, eu pensei: ‘ela vai cair'. No final das contas, é por isso que ele ganha muito dinheiro—, disse ele.

Lillard nos Bucks

Com os 45 pontos na noite de sábado, Damian Lillard atingiu sua pontuação mais alta desde que saiu do Portland Trail Blazers, pouco antes do começo da temporada 2023-24 da NBA.

O armador já chegou no time titular e, em pouco tempo, conseguiu conquistar seus novos colegas de time, que chegaram a pedir que ele fizesse a famosa comemoração do relógio nos jogos. Dame soltou o clássico após o game winner nos Kings, levando os jogadores à loucura.

Até o momento, Lillard tem médias de 25,5 pontos, 4,3 rebotes e 6,9 assistências por partida em 35,2 minutos jogados, sendo um dos principais nomes dos Bucks na atual temporada.

A franquia de Milwaukee está na cola do Boston Celtics pela liderança da Conferência Oeste, com 13 derrotas e 29 vitórias —apenas três a menos que o atual líder da tabela.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.