MLS: New York Red Bulls afastam jogador acusado de racismo

André Avelar | 11/04/2023 - 17:10

O New York Red Bulls decidiu nesta terça-feira (11) afastar momentaneamente Dante Vanzeir das atividades do clube. O atacante, de 24 anos, teria dito palavras racistas para um adversário, no último jogo da equipe pela MLS, no empate contra o San Jose Earthquakes.

No início do segundo tempo, a partida foi interrompida por cerca de 20 minutos após uma discussão entre o atacante belga e Jeremy Ebobisse, dos Earthquakes. Ainda não é possível precisar o que o jogador disse.

Durante a confusão, diversos jogadores dos dois times se envolveram e até cobrararm uma atitude mais enérgica do árbitro. Recém-chegado ao futebol dos Estados Unidos, Vanzeir fazia a sua estreia como titular.

Assim que tomou conhecimento do caso, a equipe nova iorquina se posicionou nas redes sociais e afirmou que “não tolera nenhuma forma de assédio ou discriminação”.

— Fomos informados durante a partida que um dos nossos jogadores teria usado um insulto racista em campo. Os Red Bulls levam esses assuntos muito a sério e prontamente relataram as alegações à Major League Soccer. Vamos cooperar com as investigações da liga.

Na manhã desta terça, o atacante esteve no centro de treinamento do clube e falou com os companheiros.

— Dante Vanzeir se dirigiu aos seus companheiros pela manhã e, para evitar distrações, ficará ausente do clube até que mais notícias sejam apuradas

A MLS, ainda com o caso em investigação, reafirmou a sua política de “tolerância zero” ao racismo.

— A MLS tem tolerância zero para linguagem abusiva e ofensiva e leva essas alegações a sério. Uma investigação sobre este assunto começará prontamente. Mais informações serão fornecidas após a conclusão dessa investigação.