‘Novo Messi’, que passou por EUA e Canadá, tem aposentadoria discreta

Igor Ribeiro | 24/03/2023 - 16:46

No mundo do futebol, quando um jovem aparece com talento especial logo é comparado a um jogador que conseguiu chegar ao topo do esporte. Nem todos alcançam patamar semelhante. E foi o caso do Novo Messi, que passou pela MLS.

Bojan Krkić surgiu no Barcelona e logo acabou sendo associado a Lionel Messi, um dos melhores jogadores da história. Com baixa estatura e habilidade nos pés, o espanhol tinha qualidade, mas nunca conseguiu alcançar a fama que lhe era atribuída. Aos 32 anos, ele anunciou aposentadoria do futebol, em anúncio feito no Camp Nou. Seu último tíme foi o Vissel Kobe, do Japão.

Passagem pela MLS

Além de Barcelona e Vissel Kobe, o atacante teve passagem pela no Canadá, por onde atuou no Montréal CF. No país, vestindo as cores da equipe canadense, ele fez 22 jogos e marcou sete gols e duas assistências, entre 2019 e 2020.

Bojan foi treinado por Thierry Henry na MLS. Os dois haviam sido companheiros de equipe no Barcelona e, comandado pela lenda francesa, Bojan passou por seu melhor momento e se tornou referência do time na temporada 2019.

Em 2020, no entanto, a situação mudou. De referência técnica, o jogador passou a não se apresentar bem e amargurou o banco de reservas em outras oportunidades. O futebol era distante do que já havia mostrado. E a passagem chegou ao fim, com o Montreal decidindo por não renovar seu contrato.

De Novo Messi para aposentadoria discreta

Bojan Krkic parecia certo de que teria uma carreira de sucesso no futebol e chegou a estrear apenas com 16 anos no Barcelona. Logo, ele chegou a atuar com Lionel Messi e era apontado como substituto natural do argentino. O que era para servir de incentivo, criou problemas. Agora ex-jogador, em desabafo ao The Guardian, o atleta revela ter sofrido com crises de ansiedade que teriam atrapalhado seu rendimento em campo.

— Eles me chamavam de ‘Novo Messi’. E você se compara ao Messi. Com apenas 17 anos minha vida mudou. Foi a um Mundial Sub-17 e ninguém conhecia, mas quando eu voltei não podia mais andar na rua. Não fui à Eurocopa de 2018 por problemas de ansiedade.

Pelo Barcelona, o atacante entrou em campo em 166 partidas oficiais e anotou 41 gols. No período em que esteve na equipe, ele foi campeão da Champions League em duas oportunidades, além de um Campeonato Espanhol e Copa do Rey. O jogador, no entanto, não era visto como um grande diferencial e partiu para a Roma. Após também passar sem se firmar na Itália, ele também rodou por Stoke City, Alavés, Montreal e Vissel Kobe – sua última equipe.