Bayern fecha acordo com campeão da MLS na busca por ‘novo Alphonso Davies’

Pedro Rubens Santos | 14/03/2023 - 06:00

O futebol europeu é, sem dúvidas, o principal sonho de consumo de jovens atletas. Enquanto as ligas da América do Sul são frequentes exportadoras de talentos para o outro lado do Atlântico, o mesmo não pode ser dito dos países mais ao norte do continente.

O maior caso de sucesso de um jogador norte-americano na Europa, atualmente, é o craque do Bayern de Munique e da seleção canadense, Alphonso Davies. Ele deixou o Vancouver Whitecaps em 2019, e assinou com o Gigante da Baviera pelo valor de 14 milhões de euros (R$ 78 milhões, na cotação atual).

Hoje, o valor de mercado de Davies já chega aos 70 milhões de euros (R$ 394 milhões), segundo o site especializado Transfermarkt.

Na intenção de encontrar novas joias na MLS que possam refazer o caminho da estrela canadense e brilhar em gramados europeus, o Bayern firmou um acordo de captação de talentos com o Los Angeles FC, atual campeão da liga norte-americana.

Para isso, os clubes criaram uma espécie de consórcio, com sede em Munique. Tanto os alemães como o LAFC terão 50% cada na participação da Red&Gold Football, nome escolhido para o empreendimento.

A parceria Bayern-LAFC

— A cooperação com o Los Angeles FC nos dá a chance de desenvolver talentos internacionalmente dentro do nosso sistema — explicou Hasan Salihamidzic, diretor de futebol do Bayern de Munique.

A parceria abre a possibilidade do intercâmbio de atletas, para ambos os lados, e representa uma expansão dos horizontes do hexacampeão europeu.

— O fato de a Copa do Mundo de 2026 acontecer em grande parte nos Estados Unidos torna Los Angeles ainda mais atraente. Espero um aumento na qualidade dos jovens talentos da Major League Soccer, o que terá um impacto positivo em nossa parceria — disse Oliver Kahn, ex-goleiro e hoje CEO do Bayern.

Chielini LAFC Foto: Reprodução/Instagram/@lafc
Giorgio Chielini e Kwadwo Opoku, jogadores do LAFC | Foto: Reprodução/Instagram/@lafc

Em entrevista à ESPN, o co-presidente e gerente geral do LAFC, John Thorrington, destacou que o Bayern vê “um grande potencial na MLS” e, ao mesmo tempo, seu clube espera colher bons frutos da relação e “ir atrás de um jogador mais maduro”.

Além dos benefícios para as duas instituições, o dirigente também apontou caminhos valiosos que podem ser seguidos pelos jogadores.

— Agora, para um garoto da base pensar em ser o próximo Alphonso Davies, como um jovem jogador crescendo em Los Angeles, e ir jogar a Champions League pelo Bayern de Munique, é uma visão muito mais realista.

Acordo é um “novo Grupo City”?

Thorrington explicou que a Red&Gold Football não faz parte de um processo de aquisição, mas sim de associação econômica.

Portanto, o projeto não é o mesmo que o do Grupo City, que detém um time da MLS, o New York City FC, além de outros clubes, como o Bahia.

— Nenhum clube está sendo comprado pelo outro. Mas é nosso jeito de alcançar algumas das vantagens de outros clubes que nós não temos quando operamos de forma independente — disse, à ESPN.

Ainda segundo Thorrington, as conversas pelo acordo, inciadas pelo clube alemão, começaram a avançar há cerca de um ano, em março de 2022.