MLS

A preocupação com o Ferrari Gareth Bale

A preocupação com o Ferrari Gareth Bale

A preocupação com o Ferrari Gareth Bale existe. A saber, a contratação do galês engrandece muito a liga. Contudo, devido o seu histórico de lesões há um certo desconforto por parte de alguns tabloides. Em suma, o LAFC que já está no topo da tabela no Supporters' Shield MLS na metade da temporada 2022, organizou o futuro da franquia e agora conta com o italiano Chiellini e Bale, ambos que já estrearam pela franquia. Confira detalhes.

Gareth Bale antes do LAFC

O ambicioso e insaciável clube está construindo algo especial, com o Ferrari Gareth Bale como a joia da coroa. O ex-Real Madrid levou o País de Gales à sua primeira Copa do Mundo em mais de meio século. A saber, a seleção abrirá o jogo do Grupo B em 21 de novembro contra os Estados Unidos.

Bale jogou mais nos últimos 13 meses pelo País de Gales (16 jogos) do que pelo Real Madrid, outro fato que o LAFC aponta em termos de durabilidade e motivação. Com seu país, ele parecia ele mesmo, carregando o fardo a caminho de uma improvável qualificação para a Copa do Mundo sobre a Ucrânia.

“Você não ganha cinco troféus da Liga dos Campeões e não é o jogador mais caro do mundo se não tiver essa fome”, acrescentou Thorrington. “Eu sei que Steve [Cherundolo] sabe disso. Estou realmente empolgado com o que essa mudança de cenário significará para Gareth.”

Por fim, o contrato com os gigantes espanhóis terminaria neste verão europeu e o atleta disse que decidiria seu futuro após os playoffs da Copa do Mundo.

A preocupação com o Ferrari Gareth Bale

Decerto, entre lesões e não ser selecionado quando estava em forma, o Ferrari Gareth Bale ficou restrito a apenas 290 minutos em sete jogos em todas as competições durante sua última temporada no Real Madrid. Em suma, onde já foi o jogador mais caro do mundo e um talismã ao chegar do Tottenham em 2013.

A saber, o histórico de lesões de Bale é extenso. Ele não ultrapassou a marca de 2.000 minutos em uma única temporada da LaLiga desde 2014-15. Ademais sua motivação foi questionada, com seu hobby de golfe várias vezes vigiado pela mídia espanhola. Não é uma ação que o LAFC concorde.

“É perfeitamente possível gostar de jogar golfe e também querer ganhar”, observou Thorrington. “Eles não são conceitos mutuamente exclusivos.”

A infinidade de escolhas do Black & Gold será um bom presságio para o histórico de lesões de Bale e o manterá no desempenho máximo, em vez de superá-lo.

“Entender como gerenciar um jogador como Gareth – se você o chama de cavalo de corrida puro-sangue, Ferrari, qualquer que seja sua analogia – eles precisam de atenção, cuidado e gerenciamento extras”, disse Thorrington sobre o jogador de 32 anos. “Essa é a nossa atenção aqui. Estamos confiantes de que seremos capazes de fazer isso.”

Se estiver saudável, tem muito a oferecer

Em campo, o LAFC está animado com as possibilidades que o galês Bale e o grupo titular oferecem. O Ferrari Gareth Bale pode jogar na sua posição natural de ala direita, cortando seu pé esquerdo dominante como o mexicano Vela faz, ou pelo centro como atacante, também como Vela. Com esses dois jogadores liderando o ataque ao lado do uruguaio Brian Rodriguez, do colombiano Chicho Arango, do suíço Ismael Tajouri-Shradi, do ganês Mahala Opoku e do estadunidense Danny Musovski, Cherundolo tem muitas opções como treinador principal.

“Vemos uma grande flexibilidade tática para onde ele pode jogar. Ele mostrou ao longo de sua carreira que pode jogar em várias posições”, disse Thorrington. “Estamos empolgados por ele trazer isso. Ele pode jogar no centro ou na lateral, e o que ele traz com sua habilidade técnica e atletismo físico levará a um grande sucesso com o LAFC.

 

Foto destaque: Divulgação/Marca

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top