UFC Lutas e MMA

Cormier sai em defesa de Glover após brasileiro recusar luta por cinturão no UFC 282

Cormier sai em defesa de Glover após brasileiro recusar luta por cinturão no UFC 282

Cormier sai em defesa de Glover após brasileiro recusar luta por cinturão no UFC 282. Em resumo, o ex-bicampeão Daniel Cormier concorda com a decisão de Glover Teixeira em recusar uma luta em cima da hora contra Magomed Ankalaev. Apesar de valer o cinturão dos meios pesados, Glover recusou, Cormier entendeu o motivo e explicou porque não vê a recusa como loucura. Confira detalhes.

Cormier sai em defesa de Glover após brasileiro recusar luta por cinturão no UFC 282

Glover Teixeira teria uma revanche com Jiri Prochazka pelo cinturão dos meio-pesados ​​no UFC 282, enquanto Ankalaev enfrentaria Jan Blachowicz no mesmo evento, mas sem disputa de cinturão. Após lesão de Prochazka, Glover Teixeira ofereceu uma revanche contra Blachowicz no UFC 282 ou uma luta contra Ankalaev no UFC 283. Porém, o UFC descartou a possibilidade e elegeu Ankalaev x Blachowicz como a luta principal pelo cinturão.

Depois que foi confirmado o cancelamento da luta, Daniel Cormier saiu em defesa do brasileiro que já foi seu adversário no octógono, dizendo que teria feito a mesma escolha.

“Acredito que, honestamente, faria a mesma coisa se fosse Glover. É diferente. Quando eu estava lutando, eles me disseram, como campeão, você lutaria contra Derrick Lewis com três semanas de antecedência? Conhecendo o confronto, eu disse, claro. Stipe Miocic, eu não teria lutado com três semanas de antecedência, porque é um confronto diferente. Quando eu tive que lutar com [Anthony] ‘Rumble' Johnson pelo título vago, Deus o tenha, claro, eu vou lutar com ‘Rumble' Johnson. Quando eles disseram Dan Henderson em algumas semanas – seis semanas, cinco semanas, tanto faz, eu não estava no acampamento – claro, porque eu conheço o confronto.”

Glover Teixeira também entende que se você der a ele Jan Blachowicz… ele já lutou com ele antes, já fez camps de treinamento para ele antes. Magomed Ankalaev é um desconhecido. Ninguém sabe realmente o que é esse garoto, especialmente porque ele é tão respeitado. Se ele fosse apenas um garoto que ninguém conhecia e que não era considerado um futuro campeão, acho que qualquer um aproveitaria a oportunidade de se tornar campeão, porque, novamente, estamos falando de um homem de 43 anos que já foi campeão do UFC, que lutou contra os melhores dos melhores”.

O precioso tempo

Embora não haja mais detalhes de bastidor, Cormier acredita que a decisão de Teixeira foi provavelmente influenciada por sua idade.

“Tempo. Ele (Teixeira) não tem tempo para reconstruir. Ele tem 43 anos. Quando você chega a este ponto nesta idade, você tem que capitalizar sobre isso agora ou simplesmente não acontece. Aos 30, quando Glover chegou aqui com uma sequência de 18 vitórias consecutivas, Glover conseguiu abrir caminho para uma luta pelo título contra Jones, mas perdeu.

Trabalhou seu caminho para uma luta número 1 contra mim e perdeu. Seguiu seu caminho de volta para a luta de outro contender nº 1 e novamente perdeu. No entanto, trabalhou todo o caminho de volta para conquistar o cinturão porque ele tinha tempo. Aos 43 anos você não tem tempo. Então você tem que ser muito seletivo com o que você fará.”

“É um jogo para jovens. Toda vez que você está lá com os jovens, você não pode vencer os jovens, então é hora de eles te passarem. Mas, novamente, você também corre o risco de lutar contra Ankalaev e ser eliminado, por o cara ser ótimo. Você pode ficar literalmente envergonhado e depois? Então, acho que é inteligente da parte de Teixeira.”

 

Foto destaque: Divulgação/Strictly Martial Arts

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top