Lutas e MMA UFC

UFC Vegas 63 Resultados: Kattar x Allen (29/10)

UFC Vegas 63 Resultados: Kattar x Allen (29/10)

Neste sábado (29), no UFC Apex, em Las Vegas, 11 lutas marcaram a noite de MMA, com cards preliminar e principal do UFC Vegas 63. A seguir, confira os detalhes de cada luta do evento, com destaque para a presença dos brasileiros Marcos Pezão e Carlos Tizil, além do duelo principal, que envolveu Calvin Kattar x Arnold Allen.

UFC Vegas 63 Resultados – Kattar x Allen

Card principal UFC Vegas 63

Calvin Kattar (USA) x Arnold Allen (ING) – final inesperado

Os primeiros instantes foram de domínio e controle de Kattar, mesmo com os “dribles” de Allen. Em seguida, o americano continuou no comando da luta, com tentativas de chutes. Até que, após um golpe de joelho, Kattar pisou errado no solo e foi ao chão, onde Allen deu socos finais antes do término do assalto.

Em seguida, com apenas três segundos do 2º round, Kattar sentiu a perna e foi ao solo sozinho. Com isso, o árbitro decidiu por encerrar a luta e dar a vitória para Arnold Allen.

Tim Means (USA) x Max Griffin (USA) – luta equilibrada e estudada

No começo, ambos os lados ficaram na guarda. Contudo, ao longo do 1º round, foram se soltando, com mais golpes significativos de Griffin. Por fim, o assalto finalizou com ambos na grade.

Pelo 2° round, o ritmo monótono asé instaurou, até o minuto final, em que ambos foram ao solo. Por fim, no último round, deu sequência a luta agarrada, com Griffin por cima, fazendo pressão em Means na grade.

No minuto final, Means tentou uma última investida, também exercendo força contra o corner sobre o oponente. Mesmo com esse sufoco nos últimos instantes, Max Griffin levou a vitória, por decisão dividida.

Waldo Cortes Acosta (DOM) x Jared Vanderaa (USA) – equilíbrio, porém decisão unânime

Durante boa parte do 1º round, os lutadores se estudaram bastante, com poucos golpes. No entanto, entre estas investidas, Acosta se saiu melhor, ao deixar maior prejuízo ao rosto de Vanderaa.

No 2º round, trocação pura logo nos primeiros minutos, com ambos em pé e reação de Vanderaa. Na sequência, o americano quase finalizou e imprimiu sequência de socos no corner sobre o oponente dominicano. Nos últimos segundos, a luta ficou equilibrada, com a trocação voltando à cena.

Por fim, o último round seguiu o ritmo dos demais, com ainda mais estou de ambas as partes e sem muitos golpes. Assim, com decisão unânime dos jurados, a vitória ficou com Waldo Cortes Acosta.

Josh Fremd (USA) x Tresean Gore (USA) – Gote ressurgiu das cinzas

Em um começo de luta muito travado, os lutadores procuraram apostar na luta agarrada, tanto em pé como no solo. Em ambas as situações, Josh Fremd predominou, com socos e joelhadas.

No 2° round, com socos iniciais, Gore tomou o comando da luta e, com menos de um minuto, cometeu estrangulamento em Fremd, com o oponente sentado de costas. Assim, por finalização, a vitória ficou com Tresean Gore.

Dustin Jacoby (USA) x Khalil Rountree (USA)

Desde o começo, ambos os lutadores ficaram na luta em pé, com Rountree dando a iniciativa e a resposta, de imediato, de Jacoby, com chutes na parte inferior do oponente.

Pelo 2° round, a tônica da luta seguiu a mesma, com ainda mais golpes de Roundtree. Por fim, no último round, Roundtree conseguiu aumentar a performance e a frequência de socos e chutes, para levar a vitória, por decisão unânime dos jurados.

Card Preliminar

Phil Hawes (USA) x Roman Dolidze (GEO) – georgiano implacável nos socos

No começo da luta, enquanto Dolidze buscou a luta em pé, e assim se saiu melhor, Haves tentou levar o combate ao solo, sem muito sucesso. Até que, com 50 segundos para o fim do round inicial, o georgiano aplicou sequência de socos, que carimbou o americano no solo, e decretou assim a vitória por nocaute técnico.

Andrei Arlovski (BLR) x Marcos Pezão (BRA) – brasileiro fatal e brutal

Em um começo avassalador de Pezão, o brasileiro iniciou com sequência de socos, que levou Arlovski ao solo. Próximos ao corner, Pezão conseguiu a finalização, em pouco menos de dois minutos de combate.

Joseph Holmes (USA) x Jun Yong Park (KOR) – o coreano não veio para brincadeira

Depois de uma dose de estudo, Park começou a atacar, até levar Holmes ao solo. Por lá, o coreano conseguiu dominar o combate, com tentativas de finalização, mas logo sofreu remontada do americano, que finalizou o round sob o comando da luta.

No começo do 2º round, Park seguiu no comando da luta no solo, tentando imobilizar e desferindo socos sobre Holmes. Até que, por finalização, o coreano conseguiu a vitória, antes do final do assalto.

Chase Hooper (USA) x Steve Garcia (USA) – Garcia rápido e fatal

Em exatos 90 segundos, três golpes fatais no rosto de Chase Hooper, Steve Garcia levou a vitória, após nocaute técnico, vindo da interrupção do árbitro.

Cody Durden (BRA) x Carlos Mota (BRA) – domínio amplo, e no solo, do americano

O duelo começou em alta voltagem, com Durden acertando socos e Mota revidando com chutes. Até que, um desses socos derrubou o brasileiro e a luta foi ao solo, com o domínio do americano por cima. Com mais de três minutos no solo, restou para Mota de defender na medida do possível. Por fim, o brasileiro conseguiu alguns golpes no final, mas nada muito significativo.

Novamente, logo no começo do 2º round, Durden procurou levar a luta para o chão, onde dominou Mota mais uma vez. Assim, com a luta agarrada, o combate seguiu até final do assalto.

Dessa vez, no 3º round, o controle de Durden, na busca pela finalização foi no centro do octógono. Até que, com dois minutos para o fim, Mota escapou e, em pé, tentou alguns golpes, mas logo o cenário voltou a ser o de antes. Dessa forma, por decisão unânime, Cody Durden foi declarado vencedor da luta.

Christian Rodriguez (USA) x Joshua Weems (USA) – Duelo rápido e com remontada

O combate começou com muito estudo, até o momento em que ambos foram à grade, com pressão de Weems sobre Rodríguez. No entanto, quando o duelo foi ao solo, Rodríguez conseguiu a finalização e levou a vitória.

Foto destaque: Divulgação/UFC 

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top