Lutas e MMA UFC

UFC Vegas 57 Resultados – Tsarukyan x Gamrot – 25/06

Neste texto, confira os detalhes do UFC Vegas 57 – Tsarukyan x Gamrot, que aconteceu neste sábado (25), às 20h15 (horário de Brasília), no UFC Apex, em Las Vegas, Nevada.

Dessa forma, três brasileiros estiveram no evento. Assim, no card preliminar, na faixa de peso médio, Raulian Paiva saiu derrotado pelo cazaque Sergey Morozov. Além disso, no card principal, lutando pela categoria dos penas, a derrota de Rodolfo Vieira para o americano Chris Curtis e Tiago Moisés, vitorioso sobre Christos Giagos, nos leves.

Por fim, na luta principal, Arman Tsarukyan enfrentou Mateusz Gamrot, em um duelo eletrizante, para fechar com chave de ouro. Dessa forma, por decisão unânime, o polonês levou a melhor entre os leves.

UFC Vegas 57 – Tsarukyan x Gamrot – resultados

Luta principal – UFC Vegas 57

Arman Tsarukyan (ARM) x Mateusz Gamrot (POL) –

Primeiramente, ambos tentaram golpes por meio de chutes, mas logo procuraram meios de levar a luta ao chão, principalmente por parte de Gamrot, que segurou a perna de Tsarukyan a todo custo. No entanto, foi o armênio que conseguiu o feito e, assim, tiveram trocas de posição enquanto estiveram no solo. Na sequência, em tentativas de derrubar o oponente, Tsarukyan seguiu com os chutes, recebendo, volta e meia, a reação do lutador polonês. Por fim, ambos encerraram no solo, evitando o prejuízo na queda em ficar por baixo.

Em seguida, o 2º round iniciou com cenário parecido com o anterior, porém com mais cautela de ambos. No entanto, rapidamente isso mudou e os lutadores começaram a trocar socos e, por parte de Tsarukyan, chutes também. No final, os dois procuraram se esquivar de qualquer possibilidade de golpe e assim, mais mornos, fecharam o assalto.

Pelo 3° round, a proteção seguiu a mesma por ambos os lados, até o momento em que Gamrot levou Tsarukyan à grade e tentou imobilizá-lo, sem sucesso. Por fim, o duelo encerrou dessa vez em pé, com trocas de socos eventuais.

No 4º assalto, Tsarukyan retornou a atacar com chutes precisos, enquanto Gamrot tentou emplacar cotoveladas. No entanto, em um desses golpes, o armênio conseguiu derrubar o polonês, após resposta também com o pé, e o cenário de luta agarrada rente à grade voltou a acontecer. Em seguida, troca de socos entre os oponentes e o duelo parou no chão, com Gamrot por cima.

Por fim, o round final começou com a precisão de Tsarukyan em derrubar Gamrot com um chute, mas que logo o polonês retornou a ficar em pé. Em seguida, também conseguiu levar o oponente ao solo, segurando as pernas do adversário. Na sequência, ambos foram à grade, mas rapidamente voltaram ao centro e seguiram trocando chutes. Além disso, com 30 segundos para o fim, Gamrot levou o duelo para o corner e ambos trocaram de posições constantemente até o final do tempo. Assim, coube aos jurados decidirem, por votação unânime, a vitória de Mateusz Gamrot.

Coevento principal – UFC Vegas 57

Neil Magny (USA) x Shavkat Rakhmonov (CAZ) – Vitória cazaque no final do 2º round

A princípio, o lutador cazaque conseguiu levar a luta ao chão, mesmo sofrendo chutes de Magny já no solo. Assim, o embate seguiu até a parte final do round, quando Rakhmonov ficou de pé, tentando desgarrar do adversário, mas ambos voltaram ao solo e lá encerraram o 1º round.

Na sequência, o 2º assalto começou da mesma forma que o anterior, com Rakhmonov em cima de Magny, literalmente, e o levando ao chão a fim de desferir socos no americano. Até que, nos segundo finais, o cazaque cometeu o estrangulamento e venceu a luta.

Card preliminar – UFC Vegas 57

Vanessa Demopoulos (USA) x Jinh Yu Frey (USA) – Equilíbrio, trocação e decisão polêmica

Primeiramente, a luta começou em um ritmo frio e bem estudado. Até que, nos dois minutos finais, uma levou a outra oponente ao solo, seguido de uma pressão da Demopoulos sobre a Frey à grade.

Na sequência, no 2º round, Jinh Yu Frey acertou dois socos certeiros seguidos, acompanhados mais tarde de um chute. Por outro lado, Vanessa Demopoulos começou a reagir, também em golpes precisos, o que culminou em uma maior trocação por parte das duas lutadoras. Por fim, Demopoulos fechou com joelhadas sobre a adversária.

Para fechar, Vanessa Demopoulos começou em cima, com vários golpes que levaram Frey à grade, que reagiu tentando socos, mas seguiu pressionada, recebendo joelhadas. No entanto, Jinh Frey respondeu com golpes altos e também carregando a adversária para o corner. Ao final, faltando 10 segundos, trocação entre as duas simbolizou o equilíbrio das lutadoras. Para os jurados, em decisão dividida, deram a vitória para Vanessa Demopoulos.

Brian Kelleher (USA) x Mario Bautista – Combate rápido e domínio total de Bautista

A princípio, Brian Kelleher começou com alta trocação, mas logo recebeu golpes de Mario Bautista e foi levado ao chão, sob pressão. Na sequência, após outra queda, Bautista venceu por estrangulamento , faltando ainda 2m33s para o final do 1º round.

JP Buys (AFS) x Cody Durden (USA) – Americano avassalador

Logo de cara, Cody Durden acertou socos e apertou o adversário contra à grade. Além disso, após levar o sul-africano ao chão, Durden foi avassalador nos golpes e, em 1m08s, finalizou o combate.

Raulian Paiva (BRA) x Sergey Morozov (CAZ) – brasileiro começou melhor, mas sofreu golpes determinantes para sua derrota

Primeiramente, Raulian acertou golpes que levaram Morozov para a grade. Na sequência, o cazaque tentou revidar, mas sem tanto sucesso. Assim, o predomínio do brasileiro seguiu, ao ponto de deixar o nariz do oponente sangrando.

Na sequência, pelo 2º round, Morozov levou Paiva ao chão, onde segurou o brasileiro por lá, que tentou escapar por baixo aos poucos. Em resposta, o amapaense tentou o estrangulamento, mesmo em pé, mas novamente foi levado ao corner.

Por fim, no round final, Morozov seguiu dominando e controlando a luta, com Raulian tentando esquivar dos golpes. Dessa forma, por decisão unânime dos jurados, Sergey Morozov levou a melhor.

Shayilan Nuerdanbieke (CHN) x TJ Brown (USA) – Os lutadores quase dormiram de tanto ficarem no chão

No princípio, TJ Brown investiu em socos, enquanto Shayilan devolveu com chutes fortes, em alta trocação entre os dois nos momentos iniciais da luta. A seguir, ambos foram ao chão, com o Brown pendurado no adversário. Aos dois minutos finais do round, os lutadores seguiram colados à grade e o embate terminou mais pegado.

Pelo 2º round, ambos seguiram investindo na luta agarrada, com o predomínio do TJ Brown por cima do Shayilan, dando socos em direção ao rosto do chinês. No final, o cenário se inverteu com o Brown recebendo pressão e golpes do rival.

Assim como nos dois rounds anteriores, ambos seguiram no chão, com domínio do Shayilan. Por outro lado, TJ Brown revidou invertendo a posição, assim como no assalto anterior, dessa vez com investidas mais fortes e, em duelo pegado, em todos os sentidos, restou aos jurados decidirem o vencedor, o chinês Shayilan Nuerdanbieke, de forma unânime.

Carlos Ulberg (NZL) x Tafon Nchukwi (CMR) – Camaronês levou soco no queixo e caiu

Logo de cara, Carlos Ulberg, com pouco mais de um minuto, acertou um golpe direto, que deixou o camaronês tonto. Por fim, já com o adversário no chão, finalizou com outros socos e, assim, o neozelandês levou a melhor no confronto.

Card principal – UFC Vegas 57

Chris Curtis (USA) x Rodolfo Vieira (BRA) – Brasileiro foi guerreiro, mas não deu

Logo com 50 segundos, Rodolfo foi levado ao chão e recebeu sequência de socos, seguido de condução à grade. Na sequência, o americano sofreu golpe baixo do brasileiro e a luta parou por menos de um minuto. Em seguida, Rodolfo voltou melhor e conseguiu pressionar o oponente contra o corner, mas logo recebeu joelhadas assim que Curtis conseguiu escapar dos braços do carioca. Com cerca de um minuto para o fim, novamente o atleta americano reclamou de chute irregular e pediu para parar.

Pelo 2° round, Rodolfo começou pressionando Curtis na grade, a fim de levá-lo ao chão. Após outro golpe na área baixa do brasileiro, o americano voltou a dominar o combate, com chutes e socos contra Rodolfo. Nessa altura, o brasileiro começou a sangrar em seu rosto, em consequência dos golpes sofridos. No entanto, Rodolfo Vieira tentou revidar, sem muito sucesso, os socos que recebeu.

Por fim, o round final iniciou com golpes altos do lutador americano, e o brasileiro, ao revidar, passou direto pelo oponente. No entanto, Rodolfo aproveitou as investidas altas e procurou agarrar os pés do Curtis e, em seguida, seguiu com a estratégia, acompanhada de golpes que deixaram a decisão com os jurados. Assim, por decisão unânime, Chris Curtis venceu o brasileiro.

 

Nathan Maness (USA) x Umar Nurmagomedov (RUS) – No seu forte, o russo dominou e venceu

Primeiramente, Umar Nurmagomedov começou dominando a luta, controlando e se defendendo bem. Na sequência, levou ao chão, pressionando Maness por cima, tentando finalizar e assim levou até o final do 1º round.

Logo com 40 segundos de 2º round, Nurmagomedov colocou o adversário novamente no chão, em sua especialidade. Além disso, massacrou Maness com socos e, assim, levar mais pontos.

Por fim, no último round, ambos investiram em chutes, com mais sucesso para Nurmagomedov. No entanto, logo a luta voltou ao chão, com pressão do Nurma retornando a ficar por cima do americano, que ainda levou o combate ao final dos rounds, mas a vitória ficou mesmo com o russo, por decisão unânime.

Thiago Moisés (BRA) x Christos Giagos (USA) – Vitória do filho de Campinas

A princípio, Thiago começou dominando, levando o adversário à grade e com algumas tentativas de imobilização, seguidas de golpes na cabeça do oponente. Assim, ainda no 1º, round, conseguiu o mata-leão e venceu o duelo, faltando ainda 1m55s para o final.

Josh Parisian (USA) x Alan Baudot (FRA) – Virada do americano dentro da luta

Logo com 30 segundos de luta, um golpe baixo de Baudot paralisou as investidas de Parisian, que logo retornaram. Na sequência, ambos foram ao chão, com predomínio do francês nas investidas. Ao se levantarem, Baudot seguiu com os golpes, apesar de sofrer alguns do seu oponente americano, que o levou à grade e deu sequência de socos.

No 2º round, Parisian tomou à frente dos golpes e das investidas à grade para cima do francês, que tentou levar a luta ao chão, onde o americano seguiu superior. Até que, após ficar por cima, Josh Parisian derrotou em sequência de socos ao rosto do rival.

Foto destaque: Divulgação/UFC

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top