UFC: Cory Sandhagen surpreende Marlon Vera e vence luta principal

Igor Ribeiro | 25/03/2023 - 23:26

Cory Sandhagen surpreendeu Marlon Vera no UFC San Antonio, evento realizado neste sábado (25/03). Na luta principal, válida pela divisão dos pesos-galos (até 61,2 kg), o norte-americano teve uma grande apresentação, derrotou o equatoriano e seguiu rumo a uma eventual chance pelo título do Ultimate.

Com o uso da envergadura, Sandhagen apareceu rápido e desferiu grandes golpes na cabeça de Vera. O equatoriano, por outro lado, decepcionou por atuação apática e passiva. A luta foi decidida em favor do norte-americano na decisão dividida dos juízes.

Sandhagen bate Vera com facilidade e dá passo para o cinturão

Sandhagen começou em um grande ritmo, com bons chutes e uma joelhada voadora – que foi defendida por Vera. Em seguida, o norte-americano aplicou a rasteira junto à grade e quedou o equatoriano. Por cima, ele seguiu em vantagem e dominou até o final. E também foi assim no segundo, com nova margem para o lutador.

Vera, no terceiro assalto, se soltou. Com ritmo mais forte do que antes, o equatoriano marcava chutes em Cory e não dava chances para que o norte-americano se sentisse à vontade. No quarto, por outro lado, Chito voltou a mostrar a apatia.

Em vantagem, Cory Sandhagen não se expôs para os últimos cinco minutos e apenas administrou a luta diante de Marlon Vera. Ele foi anunciado vencedor nos pontos.

Desafio a Merab Dvalishvili

Em entrevista ainda no octógono, Cory Sandhagen declarou que não conseguiria pedir por uma chance pelo cinturão sem, antes, desafiar Merab Dvalishvili. O norte-americano ainda questionou a ‘fome’ do georgiano em busca de uma luta no Ultimate.

— Eu me sinto errado em pedir uma disputa de cinturão antes de Merab (Dvalishvili), Merab, se você estiver com fome, tenho algo para você aqui –, desafiou.

Confira todos os resultados do UFC San Antonio

CARD PRINCIPAL

Cory Sandhagen venceu Marlon Vera na decisão dividida dos juízes (47-48, 50-45, 49-46)

Holly Holm venceu Yana Santos na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-27)

Nate Landwehr venceu Austin Lingo por finalização (mata-leão) a 4min11s do R2

Maycee Barber venceu Andrea Lee na decisão dividida dos juízes (28-29, 29-28, 30-27)

Albert Duraev venceu Chidi Njokuani na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Daniel Pineda venceu Tucker Lutz com uma guilhotina aos 2m50seg do R2

CARD PRELIMINAR

Lucas Alexander venceu Steven Peterson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Trevin Giles venceu Preston Parsons na decisão dividida dos juízes (29-28- 28-29- 29-28)

CJ Vergara venceu Daniel Miojo por nocaute técnico aos 4m04s do R2

Victor Altamirano venceu Vinicius Salvador na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)