UFC: ex-campeã, Holly Holm domina Yana Santos em atuação impressionante

Igor Ribeiro | 25/03/2023 - 22:44

Ex-campeã dos pesos galos femininos (até 61,2 kg), Holly Holm deu um importante passo para ter outra chance de disputar o cinturão do UFC. Na segunda luta mais importante do UFC San Antonio, evento realizado neste sábado (25/03), a norte-americana foi bem e passou por Yana Kunitskaya – que mudou seu sobrenome para ‘Santos’ após se casar com o brasileiro Thiago Marreta.

Favorita no embate, Holm dominou as ações desde o início e mostrou imposição em todas as áreas do jogo. Mais rápida que Yana, a norte-americana usou o octógono para desferir bons golpes e venceu na decisão unânime dos juízes.

Holly Holm domina e supera Yana Santos

O primeiro round foi marcado pelo jogo de grade entre as duas atletas, com destaque para Holm, que aplicou cotovelada seguida de uma queda e abriu vantagem sobre Yana. Já no segundo, a ex-campeã dominou sua rival no chão e, depois de chegar na posição de 100 kg, fez o abafa por cima até a montada.

Já no terceiro assalto, o domínio foi o mesmo. Holly colocou Santos para baixo, dominou na montada e bateu até o tempo acabar. Ela saiu vitoriosa pela decisão unânime dos juízes.

Revanche contra Amanda Nunes?

Holly, que é a terceira do ranking, se aproxima de uma nova oportunidade pelo cinturão do UFC. Ela já teve outras três lutas pelo título depois de perdê-lo, mas parou em Germaine de Randamie, Cris Cyborg e Amanda Nunes – que segue como campeã da categoria. Apesar do triunfo, ela descartou desafiar a Leoa para sua sequência.

– Trabalhe duro. Preciso continuar trabalhando duro. Quem me derem, eu estarei aqui. Estarei aqui preparada para qualquer desafio. Eu amo minha equipe que está aqui -, disse.

Confira os resultados do UFC San Antonio

CARD PRINCIPAL

Cory Sandhagen venceu Marlon Vera na decisão dividida dos juízes (47-48, 50-45, 49-46)

Holly Holm venceu Yana Santos na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-27)

Nate Landwehr venceu Austin Lingo por finalização (mata-leão) a 4min11s do R2

Maycee Barber venceu Andrea Lee na decisão dividida dos juízes (28-29, 29-28, 30-27)

Albert Duraev venceu Chidi Njokuani na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Daniel Pineda venceu Tucker Lutz com uma guilhotina aos 2m50seg do R2

CARD PRELIMINAR

Lucas Alexander venceu Steven Peterson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Trevin Giles venceu Preston Parsons na decisão dividida dos juízes (29-28- 28-29- 29-28)

CJ Vergara venceu Daniel Miojo por nocaute técnico aos 4m04s do R2

Victor Altamirano venceu Vinicius Salvador na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)