Lutadora que morreu tragicamente escreveu em diário que iria lutar no UFC

Igor Ribeiro | 12/05/2023 - 15:00

O mundo do MMA está de luto pela morte de Shalie Lipp. A lutadora, de apenas 21 anos, faleceu após um grave acidente de carro em Minnesota, nos Estados Unidos. 

Lipp estava em um carro que bateu de frente com um caminhão. Sem cinto de segurança, a atleta não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Com sonho de se tornar uma lutadora de nível alto, Shalie tinha um foco claro: ser notada por Dana White. Tanto que, em um caderno de diário, ela fazia questão de colocar o nome do presidente do UFC a cada relato. O fato, revelado por sua mãe, emocionou o chefão — que prestou uma comovente homenagem à atleta.  

VEJA TAMBÉM 

+ UFC: Dana White e as maiores polêmicas da carreira do chefão do mundo das lutas

++ UFC: luta entre brasileiros no meio-médios é adiada

— Ela é uma lutadora de MMA amador, de 21 anos, que faleceu em um acidente de carro. Lutaria no dia 20 de maio. Tinha acabado de volta da Tailândia. A mãe dela achou um diário e parece que, ao final de cada tópico, ela escrevia: ‘Dana White vai saber meu nome’. Lauren Murphy (lutadora do UFC) me ligou, contou a história e isso partiu meu coração. Minhas condolências para sua família e amigos. Sei o seu nome, Shalie Lipp. Descanse em paz —, escreveu.

Shalie Lipp UFC. Foto: Reprodução/Instagram @danawhite
Shalie Lipp UFC. Foto: Reprodução/Instagram/@danawhite

Shalie Lipp tinha luta marcada no MMA

Com um cartel de três vitórias e duas derrotas no amador, Shalie Lipp fez uma viagem à Tailândia para evoluir em seu jogo e voltou aos Estados Unidos pela reta final de sua preparação. Ela enfrentaria Natalie Gage, em luta pelo No Mercy 11, no dia 20 de maio.  

Escrito por Igor Ribeiro
Igor Ribeiro é especialista em lutas e MMA e começou a carreira na área como redator e repórter do site Super Lutas, até se tornar coordenador. Foi reporter do Quinto Quarto até julho de 2023.