Lutas e MMA

Loik Radzhabov x Raush Manfio como aconteceu – Resultado, destaques e reação

Antes de tudo, Loik Radzhabov x Raush Manfio fizeram na noite da última quarta-feira (27) um duelo digno do tamanho do que representava a luta, a grande final do torneio peso-leve (até 70,3 kg) do PFL. O vencedor do confronto sairia do decágono não só com a consagração de campeão dos leves, como também embolsaria a bagatela de um milhão de dólares. De fato foi uma luta muito disputada, com momentos de muita emoção e resiliência por parte dos atletas, onde os dois lutadores deixaram tudo no cage fazendo com que o combate chegasse as mãos dos juízes.

Nesse sentido, o brasileiro se mostrou superior ao seu oponente na maior parte da luta e assim, Raush Manfio se tornou o mais novo campeão peso-leve (até 70,3 kg) do PFL. Confira a seguir como esse combate fantástico aconteceu.

Assista o momento de consagração de Raush Manfio

1º ROUND: BRASILEIRO FOCADO NA MISSÃO

Primeiramente, o duelo começou com Loik Radzhabov impondo o jogo como costuma fazer, mas Raush Manfio não estava disposto a ceder terreno ao oponente e manteve-se sempre em posição de domínio do centro do decágono. Os lutadores soltaram alguns golpes, mas foram os socos do brasileiro que se apresentaram mais contundentes. Assim, o tajiquistanês soltou alguns low kicks para pontuar, mas a mão pesada do brasileiro mantinha a luta sobre seu domínio. Na metade do round, Loik partiu pra cima de Raush para tentar travar a luta na grade, mas o gaúcho se livrou rapidamente da posição de desvantagem e voltou a tomar para si as rédeas da luta, soltando diretos potentes em seu oponente. Loik, voltou a buscar a luta agarrada na grade, mas Manfio virou e ficou em posição de domínio rapidamente.

No minuto final os lutadores voltaram a se posicionar mais ao centro do cage. Por isso, Loik partiu pra buscar acertar alguns golpes na curta distância, mas acabou sempre saindo em desvantagem por conta dos bons contragolpes de Manfio. O brasileiro se apresentou melhor no round inicial e com isso garantiu um claro 10-9 nas papeletas dos juízes.

2º ROUND: Loik tenta avançar, mas Manfio estava preparado

Nesse sentido, o segundo round começou, com o lutador do Tajiquistão buscando mais a luta e apertando o passo para tentar equilibrar as ações do duelo. Logo no início já percebia-se um Loik mais agressivo em busca da trocação franca. No entanto, na metade do round os lutadores partiram para o in fight ficando bastante expostas as principais características dos lutadores, com Loik atacante e o brasileiro contra golpeando. Porém, nesse choque, o brasileiro se saiu melhor, acertando um bom low kick que levou o tajiquistanês ao solo.

Os dois lutadores passaram a circular no decágono em busca da melhor oportunidade de golpear. Assim, soltaram alguns golpes na média distância, porém um fator fez a diferença no round. Manfio soltou dois chutes baixos duríssimos em Loik. Entretanto, o segundo chute entrou de forma muito potente e ficou claro que Loik sentiu e perdeu a base esquerda. Com isso, o round foi bastante equilibrado, com leve vantagem para o brasileiro.

3º ROUND: Tajiquistanês parte pra cima do brasileiro

O terceiro round começou com Loik partindo pra cima novamente e disposto a tudo pra nocautear o brasileiro. Andando o tempo todo para frente, o tajiquistanês tentava de toda forma encurtar a distância para soltar seus duros socos e chutes, mas Manfio mantinha-se bem na luta, controlando a distância e marcando a aproximação de Loik com jabs. Logo em seguida, já na metade do round, Loik conseguiu uma boa combinação de golpes que entraram limpos no rosto do brasileiro. Manfio recuou mas ainda assim deixou bons chutes em seu oponente no caminho. Porém, o tajiquistanês encurtou e conseguiu a primeira queda da luta ficando em posição de vantagem no solo.

Porém, essa posição não chegou a durar muito, porque pouco depois Manfio conseguiu se desvencilhar do oponente e voltar coma a luta em pé. Nos segundos finais, trocação franca na curta distância próximo a grade. Soou o gongo e mais um round chegava ao final. Com isso, leve vantagem para Loik Radzhabov que diminuiu a vantagem do brasileiro no combate, com a luta ficando com no placar de 29-28 em favor de Manfio.

4º ROUND: Domínio absoluto do Raush Manfio

Assim, chegamos ao quarta round. Sem dúvidas o melhor até então. Os dois atletas voltaram a trocar socos na curta distância, mas estava claro que o brasileiro estava mais inteiro e sua técnica se sobressaia. Manfio atacou no clinch e soltou três joelhadas pesadas na linha de cintura de seu oponente. Na sequência, soltou boas combinações de golpes encerrando mais um chute que entrou limpo na linha de cintura de Loik, que já demonstrava sinais de cansaço. Assim, Raush manteve-se pressionando Loik e marcou seu oponente com ótimos cruzados e chutes retos. O tajiquistanês já não sabia pra onde andar para evitar o brasileiro.

Nesse sentido, a luta parecia que não passaria do quarto round, tamanha a pressão do brasileiro. Na metade do round Loik já não conseguia manter a guarda alta. Manfio puxou no cliche e desferiu mais uma dura sequencia de joelhadas. Em seguida golpes duros que vazaram a guarda do tajiquistanês. No minuto final, um massacre do brasileiro que soltou várias combinações de socos, chutes e joelhadas. Porém, Loik resistiu incrivelmente a todo esse amasso e manteve-se vivo para o round final. Portanto, tamanho o amasso, o round terminou com um claríssimo 10-8 em favor de Raush Manfio.

5º ROUND: Cautela, controle e consegração

Antes de mais nada, depois da blitz sofrida no round anterior, Loik Radzhabov ainda estava lá. Aliás, parecia um zumbi atrás do brasileiro. Mas já não tinha forças para golpear Manfio. Mesmo assim, abriu o round partindo pra cima e soltando golpes da forma que conseguia. Em contrapartida, Manfio mantinha-se focado na missão e não deixou Loik crescer no round final. Os dois lutadores soltaram bons golpes, mas sem grande intensidade tendo em vista o desgaste físico de ambos. 

Na metade do round, Raush conseguiu quedar seu adversário que logo voltou em pé. Os dois lutadores continuaram soltando golpes no centro do cage, mas o brasileiro sempre mantando-se um passo a frente que seu oponente aplicando bons contragolpes. Em nenhum momento Manfio fugiu do combate. Até os segundos finais, Manfio estava atacando Loik, pressionando seu oponente contra a grande com duros golpes. Assim, a luta chegou ao final com mais um claro round para o brasileiro.

Sendo assim, Raush Manfio venceu Loik Radzhabov por decisão unânime dos juízes (48-46, 48-46 e 49-46) e se sagrou o mais novo campeão peso-leve do PFL.

Loik Radzhabov x Raush Manfio – E AGORA?

Em suma, as finais da PFL foram sensacionais. Além de Raush Manfio conquistar o título do peso-leve e embolsar a bagatela de um milhão de dólares, outros dois brasileiros também conseguiram a mesma façanha. Antônio Cara de Sapato venceu Marthin Hamlet por finalização aos 3m49 do primeiro round e se sagrou campeão peso meio-pesado da organização. E Bruno Cappelozza venceu Ante Delija por decisão unânime (49-45, 49-45 e 48-46) e se tornou campeão peso-pesado do PFL.

Antes de bater Loik Radzhabov na grande final, Raush Manfio já havia vencido Joilton Peregrino na fase classificatória, Anthony Pettis também na fase classificatória e Clay Collard na fase semifinal. Agora, o brasileiro tem um cartel com 15 vitórias e três derrotas. Seu futuro ainda é incerto porque propostas de outras organizações não faltarão, mas o certo é que Raush Manfio terá tempo para descansar e desfrutar de sua grande conquista.

Foto Destaque: Reprodução / PFL

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top