Golpe fantasma e giratório do século: nocautes de Edson Barboza no UFC

Igor Ribeiro | 14/04/2023 - 19:00

Neste sábado (15/04), Edson Barboza é um dos representantes brasileiros no UFC Kansas City. O friburguense, que tenta acabar com a sequência de duas derrotas seguidas, enfrenta Billy Quarantillo com a promessa de novo nocaute na carreira.  

Dono de um arsenal de golpes na trocação, Barboza sempre se destacou por seu poder de nocaute – que o faz, desde sua estreia em 2010, um dos lutadores mais perigosos nos pesos-penas (até 65,7 kg). E, às vésperas da 28ª apresentação no UFC, o Quinto Quarto traz alguns dos nocautes mais impressionantes do brasileiro.  

Chute nas pernas (x Mike Lullo) 

Enquanto ainda estava invicto e fazia sua estreia na empresa, Edson mostrou repertório e marcou a perna direita de Mike Lullo, que mancava ao andar no octógono e não conseguiu continuar na luta.  

Giratório do século (x Terry Etim) 

A fama de Barboza como um grande nocauteador teve início ainda em 2012, no embate contra Terry Etim. O brasileiro, que lutava em casa, estava indo para a decisão dos juízes por luta apertada contra o rival, quando acertou um chute rodado impressionante. Etim, inclusive, ficou estático por alguns momentos. O desfecho aparece com frequência entre os melhores momentos da organização e é apontado, por muitos, como o maior da história. 

Ai, minha costela… (x Evan Dunham) 

Ficar de frente com Edson Barboza, definitivamente, não é uma boa ideia. Contra Evan Dunham, o carioca encurralou o rival junto à grade e aplicou um chute na linha da costela. O norte-americano já caiu nocauteado, com a mão no local e em desistência na luta.  

De onde veio essa? (x Beneil Dariush) 

Beneil Dariush é um dos grandes destaques dos pesos-leves (até 70,3 kg) e está perto de uma disputa de cinturão, mas precisou passar por duras derrotas. E, por duras, pode-se incluir uma joelhada brutal de Edson Barboza. O brasileiro aproveitou a aproximação do adversário e desferiu uma joelhada voadora. Beneil já caiu nocauteado.  

Nocaute fantasma (x Shane Burgos) 

A última vitória de Edson Barboza pelas luvas do Ultimate ficou marcada como uma das maiores bizarrices de todos os tempos. Após troca de golpes contra o norte-americano, o representante brasileiro conectou um cruzado que acertou em cheio o rosto do adversário. Burgos, no entanto, aparentou não sentir e acusou sozinho, como se um fantasma houvesse o acertado, seis segundos após o golpe entrar.