MMA: lutador supera dramas pessoais para vencer no Bellator

Igor Ribeiro | 25/04/2023 - 13:30

Antes de se apresentar no cage, um lutador de MMA precisa passar por uma série de desafios em sua vida particular. Detalhes na rotina de treinos, problemas particulares e financeiros mudam o rumo da luta. Seja para o bem ou para o mal.  

No Bellator 294, da última sexta-feira (21/04), Tim Johnson esteve em ação diante de Sain Sowma e teve boa apresentação para vencer na decisão dos juízes, em luta válida pela divisão dos pesos-pesados (até 120,2 kg). Mas precisou passar por graves problemas pessoais para sair com os braços erguidos.

Semanas antes de lutar, o norte-americano se envolveu em um acidente de carro e não estava usando cinto de segurança. Ele, contudo, teve apenas ferimentos leves e seguiu em sua preparação. 

— Tive um acidente de carro e não tenho ideia de como me livrei. E mando um conselho a todos: todos precisam se certificar de usar os cintos de segurança. Eu não estava usando o meu como um idiota. Havia tirado momentos antes (do acidente) —, disse. 

A ‘pedra’ no caminho do MMA

Os problemas relacionados ao acidente de carro não foram empecilhos e sequer podem ser comparados com o que viria a seguir. Johnson acabou no hospital por pedras nos rins. E, ainda assim, deixou a desistência de lado para superar seus limites. 

— Fui ao hospital por quatro vezes e não conseguiam me dizer o que estava acontecendo. Pensei que poderia ser uma gastrite ou, até mesmo, uma úlcera. Três semanas atrás, eu voltei ao hospital e descobri que tinha algumas pedras nos rins. Eram o problema de tudo. Acabou sendo um período de treinos complicado —, concluiu. 

Tim Johnson, de 38 anos, fez de tudo para conseguir se apresentar. O norte-americano perdeu treinos, mas compensou no esforço. Pela segunda luta mais importante do Bellator 294, realizado em Honolulu no Havaí, ele foi superior a Said Sowma em dois dos três rounds e conseguiu sua 16ª vitória na carreira.