Lutas e MMA LFA

LFA 143 Recife Resultados – Lopes x Paiva (30/09)

LFA 143 Recife Resultados - Lopes x Paiva (30/09)

Na noite desta sexta-feira (30), o LFA 143 chegou em Recife, no Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães, o Geraldão. Com card recheado de atletas pernambucanos, a luta principal envolveu Bruno Lopes x Willyanedson Paiva. A seguir, confira os detalhes do card principal, 100% brasileiro.

LFA 143 Recife Resultados – Lopes x Paiva

Card Principal LFA 143

Bruno Lopes (SP) x Willyanedson Paiva (PE) – Cinturão dos meio-pesados ficou com o paulista

Após uma trocação inicial bem leve, Willyanedson tentou levar a luta para o chão, mas parou na grade. Em resposta, Bruno acertou alguns socos bem precisos, que deixaram o olho do adversário castigado. Seguindo com a mão pesada, Bruno Lopes conseguiu escorrer ainda mais o sangue do pernambucano.

Por fim, em pouco menos de dois minutos, após sequência de golpes no corner, com cotovelada e socos, colados à grade, Bruno Lopes conseguiu o nocaute técnico sobre Willyanedson. Com isso, o paulista levou o cinturão dos meio-pesados e segue invicto no LFA.

Karoline Martins (RJ) x Gabriella Fernandes (RN) – Dois rounds distintos, mas com final emocionante

Com começo de muito equilíbrio entre as oponentes, a luta seguiu com golpes precisos de ambas as partes, com um pouco mais de precisão de Gabriella nos chutes, também praticados por Karoline. No final, o ritmo diminuiu.

No 2° round, Gabriella começou melhor e mantendo o aproveitamento nos golpes. Em seguida, encaixou cotovelada giratória seguida de chute no rosto. Até que, após mais um chute de Gabriella, o combate foi ao chão e a lutadora potiguar finalizou, após duas tentativas, para conquistar o cinturão interino das peso-moscas.

Jair Jesuíno (SC) x José Delano (PE) – Remontada do lutador da casa no LFA 143

A princípio, mesmo com a pressão inicial de Jesuíno, que controlou e tentou comandar o começo da luta, em exatos três minutos de combate, José Delano acertou joelhada precisa. Assim, após sequência de socos com o oponente já apagado no solo, a luta foi interrompida e o nocaute foi concretizado para o lutador pernambucano.

Augusto Matias (RN) x Marcelo Marques (CE) – Combate eletrizante e final incomum

Logo no começo do combate, Marcelo levou a luta para o solo e, na ocasião, tentou a imobilização de várias formas. Por fim, o cearense segurou o combate, mesmo sendo pressionado para a grade por Matias nos últimos segundos.

Assim como no 1° round, Marcelo Marques seguiu em busca da imobilização, levando Augusto ao solo. Mesmo na tentativa de Matias escapar da pressão feita pelo cearense, o combate sempre retornava ao ponto forte de Marcelo.

Até que, com menos de um minuto do último round, mesmo com investida inicial, Marcelo Marques acertou joelhada e, em seguida, confirmou o nocaute técnico com sequência de socos. No entanto, ao receber o golpe de joelho no rosto, Augusto estava com um dos seus joelhos ainda no solo, o que é ilegal, segundo as regras do MMA. Com isso, Marcelo foi declarado vencedor, mas sob decisão técnica dos jurados, por ser no 3º e último round.

Gabriel Silva (RJ) x Caio Machado (PE) – Show do dono da casa no LFA 143

Primeiramente, Caio conseguiu deixar Gabriel balançando com chute na altura das pernas, que foi revidado na mesma dose pelo carioca, perto da grade. Na sequência, Caio seguiu com socos, na pressão pelo corner. Mesmo com sangue nos olhos, Caio seguiu dominando e fechou o 1º round com chutes e socos.

Desde os instantes iniciais do 2° round, Caio Machado dominou e massacrou Gabriel. Na metade final, Gabriel conseguiu levar o combate ao solo, mas não durou muito tempo.

Por fim, o último round foi controlado e dominado, mais uma vez, por Caio Machado, com chutes de cima para baixo, socos e cotoveladas. Mesmo com alguns instantes de domínio de Gabriel, que passou boa parte do combate sem estabilidade em pé, os jurados decidiram, de forma unânime, declarar vitória para o pernambucano.

Rose Conceição (RN) x Mayara Thays (PB) – Rose melhor no chão e Mayara em pé

Nos primeiros segundos, Rose começou a mil, com socos frenéticos e, em seguida, levou Mayara ao solo, onde a potiguar é muito forte e demostrou habilidade para escapar dos bloqueios da adversária. Assim, Rose Conceição dominou o combate no chão até que a árbitra da luta parou a luta por sangramento no olho de Mayara. Ainda, nos últimos instantes, com as duas em pé, a trocação de socos acelerou.

Pelo 2° round, Mayara Thais começou dominando a luta, com mais socos, sendo revidados pelos chutes de Rose. Em uma proposta melhor, a lutadora do Rio Grande do Norte conseguiu levar o combate para a grade e, em seguida, ao solo, onde possui mais habilidade.

No 3° e último round, a luta iniciou mais equilibrada e estudada. Contudo, nos dois minutos finais, o combate esquentou novamente e, com mais socos de Mayara, no duelo em pé, até que Rose levou para o chão, contando com melhor habilidade neste formato de luta. Assim, por decisão unânime dos jurados, Rose Conceição venceu mais uma no profissional do MMA.

Edinaldo Novaes (BA) x Maicon Douglas (PE) – Combate abaixo do esperado

Durante boa parte do 1° round, os oponentes ficaram apenas na defensiva, estudando um ao outro. Até que, no finalzinho, Maicon Douglas desferiu mais golpes que os vagos socos de Novaes.

Na sequência, o 2º round começou mais quente e, por duas vezes, Maicon Douglas segurou os chutes de Novaes, que respondeu tentando levar o combate para a grade, sem sucesso. No entanto, a metade final do round reservou um controle e domínio maior de Novaes, que focou em chutes.

Por fim, no último round, logo de cara, Douglas arriscou derrubar Novaes, mas o baiano revidou, com golpes mais precisos. C menos de dois minutos, o combate esquentou, depois de vários chutes de ambas as partes, com precisão nos golpes. Dessa forma, por decisão unânime dos jurados, Edinaldo Novaes venceu o embate

Foto destaque: Divulgação/LFA

 

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top