Lutas e MMA LFA

LFA 142 Resultados: Amorim x Nichols (16/09)

LFA 142 Resultados: Amorim x Nichols (16/09)

Na noite desta sexta-feira (16), o LFA 142 invadiu Minnesota, no Mystic Lake Casino, com destaque para a luta principal, que envolveu a brasileira Jaqueline Amorim. Além da manauara, Giovanna Canuto também venceu. A seguir, confira os detalhes do card principal do evento.

LFA 142 Resultados: Amorim x Nichols

Card principal

Jaqueline Amorim x Ashley Nichols – Chave de braço tirada da cartola pela brasileira

Durante metade do round inicial, as lutadoras ficaram apenas se estudando, sem nenhum golpe. No entanto, a brasileira tentou levar o combate ao solo e conseguiu. Na ocasião, ficou por cima, deu socos e se saiu melhor. Até que, depois de vários golpes ainda no solo, Jaqueline Amorim arrancou uma chave de braço, fatal para Nichols e, com intervenção do árbitro, a luta acabou com a vitória da brasileira, que manteve o cinturão das palhas.

Thomas Petersen (USA) x Kory Moegenburg (USA)

Primeiramente, o duelo entre os pesados começou em boa velocidade, até que Petersen deixou escapar o dedo no olho de Moegenburg. Em resposta, Moegenburg conseguiu levar o combate ao solo, e tentou dominar o duelo. Assim, os lutadores seguiram até o final do assalto, em um momento mais travado da luta.

Por outro lado, no começo do 2º round, foi a vez de Moegenburg, também no solo, controlar a luta e, por cima, tentar a finalização. Sem sucesso, tentou socos, mas não surtiu efeito, por conta da posição que estavam. Até que, em reviravolta no fim, Petersen conseguiu a vitória, por nocaute técnico, após sessão de socos.

Sean McPadden (USA) x Michael Cyr (USA) – Vacilou?! tomou finalização

De imediato, o combate começou no solo e, posteriormente, à grade, sob pressão de McPadden. Em seguida, McPadden tentou joelhadas, mas Cyr soube se defender e livrou o perigo. Por fim, Cyr arriscou chutes e joelhadas, com o oponente de costas para a grade e conseguiu terminar bem o assalto.

No 2° round, Cyr tentou a luta no solo, mas logo McPadden retornou a ficar em pé e, com isso, a trocação começou a aparecer. Na sequência, McPadden acertou soco que derrubou Cyr, que respondeu com pressão que levou o oponente ao corner. Até que, com 1m30s para o fim do assalto, McPadden finalizou Cyr e levou a melhor no combate.

Giovanna Canuto (BRA) x Jamie Colleen Miller (USA) – Brasileira soberana e vitoriosa

A princípio, o duelo começou sendo bem estudado pelas oponentes, até que Miller levou a luta para o solo, onde dominou no começo. No entanto, aos poucos, foi cedendo para Canuto, que ficou por cima dando socos no rosto da americana.

No 2° round, a brasileira tentou, com muita insistência, derrubar a americana, até conseguir. Ao solo, próximas da grade, Canuto socou por cima a oponente e dominou durante boa parte do round.

Por fim, pelo último round, Miller começou melhor, mas logo foi dominada pela Canuto, novamente no solo. Com isso, por decisão dos jurados, Giovanna Canuto venceu o combate com tranquilidade.

Zach Vaci (USA) x Rob Fenicle (USA) – Combate começou com trocação e terminou na “truncação”

A princípio, com pouco menos de 50 segundos, Vaci quase aplicou nocaute técnico em Fenicle, que revidou com chute no rosto. Após paralisação, o duelo continuou movimentado, com trocação por cima e por baixo, com chutes dos dois lados. Na sequência, o combate foi ao solo, após golpe de Vaci, que dominou por cima até zerar o relógio.

No 2º round, o duelo recomeçou no ritmo do inicial, com destaque para os chutes de Vaci. Mas nenhum deles causou o impacto que o dedo no olho, sem querer, fez com Fenicle. Na sequência, o confronto ficou em equilíbrio, mas ainda com golpes mais precisos de Vaci. No final do round, os dois lutadores foram à grade, com predomínio de Vaci, com socos à meia altura, e ao solo, na tentativa de finalizar Fenicle.

Por fim, o último round ficou mais travado, com o predomínio no solo, sem nenhum dos oponentes dominando o combate. Dessa forma, por decisão dos jurados, a vitória ficou com Zach Vaci.

Manatua Lemaire (TAH) x Adam Vigil (USA) – Vingança da melhor forma

Primeiramente, Lemaire começou a mil, na busca de levar o combate para o solo, onde conseguiu desferir vários socos em Vigil, mas o americano segurou a barra na grade. Em seguida, o duelo continuou frenético, com chutes e joelhadas de Lemaire, um deles, inclusive, acertou as partes baixas de Vigil. No entanto, como resposta, Vigil voltou com tudo e, após sequência de socos, com trocação pura, derrubou Lemaire no solo e decretou nocaute técnico.

Foto destaque: Divulgação/LFA

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top