Lutas e MMA LFA

LFA 137 Resultados: Gibson vs. Amil (29/07)

Na noite desta sexta-feira (29), no Commerce Casino, na Califórnia-EUA, aconteceu o LFA 137, com destaque para os brasileiros Leandro Gomes, na categoria “peso-pena”, e Ricardo Dias, entre os “galos”, mas ambos saíram com a derrota. Assim, a partir de agora, confira os resultados do evento.

LFA 137 Resultados – Gibson x Amil

Resultados Card Principal

Chase Gibson (USA) x Hyder Amil (USA) – o 2º round começou “Amil” por hora

A saber, no começo da luta principal, Amil começou bem, colocando Gibson no chão e acertando socos, mas logo o cenário se inverteu. Assim, explorando o combate agarrado, Gibson tentou também a finalização, via estrangulamento, mas seu oponente se segurou. Por fim, novamente Chase Gibson levou Amil ao solo e desferiu golpes, mas não deu tempo para fazer muita coisa.

No entanto, com apenas 10 segundo de 2º round, Amil devolveu e com precisão absurda, levando seu oponente ao nocaute técnico. Dessa forma, mantendo sua invencibilidade, Hyder Amil venceu o evento principal do LFA 137.

Ricardo Dias (BRA) x John Sweeney (USA) – Mesmo com muita diversão, o brasileiro não riu por último

Primeiramente, a luta começou com ambos os atletas arriscando chutes, na maioria deles sem muita precisão ou efeito no oponente. Até que, exatamente na metade do round inicial, Ricardo acertou golpes firmes em sequência, que deixaram Sweeney desestabilizado. Na sequência, na tentativa de proteger dos golpes do americano, o brasileiro chegou a atingir, novamente com o pé, a cabeça de Sweeney, mesmo estando de costas para o combate.

Em seguida, pelo 2º round, Ricardo  continuou se defendendo de Sweeney, usando até de forma irreverente suas defesas e, além disso, sendo preciso em seus golpes giratórios. Por outro lado, o americano revidou com chutes e, em um deles, conseguiu atingir a cabeça do brasileiro. Por fim, o último minuto reservou trocação solta entre os dois, com a provocação do lado de Sweeney dessa vez.

Finalmente, o 3º round seguiu com muito equilíbrio e descontração entre os dois, mas a diversão ficou pelo caminho, até aparecerem os joelhadas e socos de ambos. Dessa forma, culminaram na luta no solo ao final do combate, com o domínio, na ocasião, de Sweeney. Assim, por decisão dos jurados, John Sweeney levou a melhor no duelo.

Jacob Rosales (MEX) x Darren Smith Jr. (USA) – Americano não deu trégua em seus socos

A princípio, no começo do combate, ambos os lutadores partiram para trocação, com socos de ambos os lados e chutes por parte de Rosales. Por fim, após tentativas de joelhadas do mexicano, Smith revidou com diretos de esquerda e direita que levaram o oponente à grade e, antes do cronômetro zerar, desferiu golpes também no centro do ring.

No 2º round, o combate seguiu com as mesmas tentativas de joelhadas de Rosales, mas com socos mais precisos de Smith. Em contrapartida, o mexicano tentou responder, mas de forma precisa e violenta, o americano desferiu uma sequência de golpes, com o oponente no solo e refém dos seus diretos, que foi fatal e determinante para a sua vitória.

Jean-Paul Lebosnoyani (USA) x Caleb Hall (USA) – Início avassalador e finalização esperada

Logo de cara, Lebosnoyani começou com joelhada no rosto de Hall e, em seguida, o levou ao chão, com tentativas incessantes de estrangulamento. Até que, com 1m24s de luta, Jean-Paul Lebosnoyani venceu por finalização, sem dar chance para o adversário.

Cody Davis (USA) x Mark Climaco (USA) – Luta morna e de pouca emoção

A saber, o duelo começou bem morno, com mais tempo no solo, sob o domínio de Climaco, por cima do oponente e tentando a finalização. No entanto, ficou por isso mesmo e nada além aconteceu nos cinco minutos iniciais.

Na sequência, o 2º round seguiu a mesma linha, mas dessa vez com reação de Davis, ainda tímida e contida sempre pelas quedas e domínio no solo de Climaco. Por fim, o último round reservou um espelho do 1°. Dessa forma, por decisão dos jurados, Mark Climaco levou a vitória, mesmo com o os cinco minutos finais de maior equilíbrio.

Leandro Gomes (BRA) x Javier García (USA) – Brasileiro começou bem, mas tomou golpe fatal

Primeiramente, no começo do duelo, o embate ficou mais agarrado e no solo, sob o domínio de Leandro, por cima de García, na tentativa de imobilizar o oponente. No entanto, com pouco mais de um minuto para o fim do 1º round, o cenário se inverteu e o americano dominou, com direito a socos e, faltando cinco segundos para o fim, a vitória veio com finalização por estrangulamento para Javier García.

Billy Elekana (USA) x Daniel Compton (USA) – Compton remontou no final e quando esteve em pé

A princípio, a luta começou com momentos que variaram entre trocação e pressão à grade por parte dos dois lutadores. De um lado, Elekana tentou golpes de joelho, enquanto Compton respondeu com chutes, cós momentos em que o combate esteve com ambos em pé. Até que, ao final do round inicial, Elekana colocou Compton no chão e o dominou, com tentativas de imobilização e socos.

Na sequência, o 2º round começou na mesma toada que terminou o anterior, seguindo com o domínio de Elekana no chão. No entanto, após a intervenção do árbitro por falta de combatividade, Compton ressurgiu com grande sequência de socos, antes e depois da queda do oponente.

Por fim, no 3º round, com uma luta mais em pé, mesmo quando esteve na grade, Compton conseguiu se sobrepor a Elekana, que tentou devolver com socos. Nos instantes finais, o duelo ficou mais equilibrado e Elekana, mesmo não sendo tão forte em pé, reagiu aos socos e fez com que houvesse uma trocação final. Assim, por decisão dividida dos jurados, Daniel Compton levou a melhor.

Resultados Card Preliminar

Karlee Pangilinan (USA) x Mefi Monterroso (USA)

Em breve

Emmanuelli Adzoh (TOG) x Tyson Miller (USA)

Em breve

Danny Silva (USA) x Elijah Leggett (USA)

A saber, tivemos a vitória de Danny Silva, por decisão unânime dos jurados.

Alandria Brown (USA) x Jasmine Pouncy (USA)

A saber, tivemos a vitória de Alandria Brown, por finalização vinda de um mata-leão, com 3m55s para o fim do 1° round.

Jeffrey Craig (USA) x Orlando Sanders (USA)

Por fim, tivemos o triunfo de Jeffrey Craig, após golpe com o joelho, considerando, assim, um nocaute técnico, com apenas nove segundos de combate.

Foto destaque: Divulgação/LFA

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top