Jake Paul sofre choque de realidade após primeira derrota no boxe

Matheus Costa | 28/02/2023 - 16:14

A invencibilidade do influenciador Jake Paul no mundo do boxe profissional chegou ao fim. No último domingo (25), o norte-americano foi superado por Tommy Fury por decisão dividida dos juízes (74-75, 76-73, 76-73), em combate realizado na Arábia Saudita. A aguardada luta mostrou uma boa atuação do youtuber, mas se tornou em um choque de realidade em seu primeiro confronto contra um boxeador profissional.

Depois de vencer o ex-jogador da NBA Nate Robinson, o ex-lutador do UFC Ben Askren, o ex-campeão dos meio-médios do UFC Tyron Woodley em duas oportunidades e o ex-campeão dos médios do UFC Anderson Silva aos 47 anos de idade, Jake Paul encontrou em Tommy Fury seu primeiro teste de qualidade. Afinal, o irmão do campeão dos pesos-pesados da WBC, Tyson Fury, possui as características necessárias para frustrar o jogo do influenciador, que não se resume a uma simples celebridade tentando ganhar fama na nobre arte.

Aos 23 anos, Tommy Fury trouxe ao ringue um estilo que complicou a vida de Jake Paul. O ímpeto britânico, usando jabs e golpes em linha reta, frustrou o estilo mais agressivo do americano. Toda vez que o influenciador buscava encurtar a distância, acaba sendo atingido e não conseguia encaixar bons golpes. Conforme o cansaço foi afetando Fury, o ‘Problem Child' cresceu no combate e encontrou um bom ritmo, anotando até mesmo um knockdown no oitavo e último round.

Jake Paul iniciou um movimento de celebridades se aventurando no perigoso mundo do boxe nos últimos anos. No entanto, ao contrário dos demais, Paul optou por seguir carreira profissional. Mesmo com diversas críticas, o americano é uma garantia de entretenimento e de números expressivos por onde passe. O influenciador possui 50 milhões de seguidores nas redes sociais e consegue fazer a conversão para compras de pay-per-view, gerando mais interesse de adversários e mais dinheiro para todos os envolvidos. A fórmula que o mundo do boxe gosta.

O choque de realidade, no entanto, foi necessário. Fury, que está longe de ser um boxeador de elite, foi o primeiro adversário de um cartel construído de forma inteligente para não expor a inexperiência e as deficiências técnicas do influenciador. É importante não confundir a influência e a fama de Jake Paul com o real nível do youtuber dentro do ringue. Uma das principais entidades do mundo do boxe, a WBC havia anunciado que o americano seria oficialmente ranqueado caso vencesse Tommy Fury, atitude que foi amplamente criticada por especialistas.

Após a luta, ambos concordaram sobre uma revanche, que provavelmente atrairia ainda mais atenção e investimento. No entanto, existe uma grande possibilidade que Jake Paul dê um passo atrás na carreira e continue focando em seu desenvolvimento contra lutadores e celebridades sem tanta experiência. Tática, inclusive, utilizada por jovens atletas para obter maior quilometragem. É o caminho mais lógico e cuidadoso para proteger a estrela das redes sociais na nobre arte.

Escrito por Matheus Costa
Matheus Costa é jornalista, repórter e redator com passagens por MMA Brasil, LANCE!, O Dia, Yahoo! e outros. Sua carreira no jornalismo iniciou na cobertura do MMA, depois se expandindo para a cobertura do futebol e dos bastidores de televisão esportiva brasileira. Já cobriu in loco eventos de MMA, futebol, basquete e jiu-jítsu.