Entrevistas Lutas e MMA

Entrevista exclusiva com Talita Bernardo: Não diria um sonho, diria que o UFC é o objetivo agora

Talita Bernardo

Antes de mais nada, a experiente lutadora Talita Bernardo de 35 anos é uma das melhores lutadoras do peso galo do Brasil. A saber, a carioca vem de duas vitórias consecutivas, a última contra Yana Gadelha por finalização ainda no primeiro round, na última quarta-feira (20). Com isso, vive a expectativa de voltar ao UFC, principal organização de MMA do mundo.

Início de Carreira

Em suma, Talita começou a trajetória como lutadora no Jiu-Jitsu, onde é faixa preta, não atoa é sua especialidade. Cinco anos mais tarde iniciou a transição para o MMA, modalidade que é profissional atualmente. A lutadora falou sobre o começo da carreira e as dificuldades de um atleta deste esporte:

“Nunca houve um interesse em ser lutadora profissional, mas meu marido viu potencial e incentivou muito.  Comecei a treinar MMA em 2014 pra ajudar uma companheira de equipe, e não parei mais. A maior dificuldade em ser atleta com certeza é a falta de patrocínio”.

Talita começou com tudo sua trajetória no MMA profissional, com cinco vitórias em seis lutas disputadas. Aliás, em quatro venceu com sua especialidade, a finalização. Então, o bom desempenho da lutadora fez com que ganhasse uma oportunidade na maior organização da modalidade: o UFC.

Trajetória no UFC

Em setembro de 2017, a lutadora fez sua primeira luta na organização contra a norte-americana Marion Reneau, mas acabou derrotada por um nocaute técnico no terceiro round. O mesmo aconteceu na segunda oportunidade no UFC por decisão unânime perdeu para Irene Aldana. A vitória veio na terceira chance contra Sarah Moras decidida pelos árbitros.

No entanto, perdeu sua terceira luta na organização, dessa vez, para Viviane Araújo que foi escalada de última hora para o combate. Com isso, perdeu espaço e em 2020 foi cortado do elenco de lutadoras do UFC.

Por tanto, a carioca vive o melhor momento desde que deixou a organização e espera poder voltar a lutar no UFC.

“Meu principal objetivo é viver do esporte e depois dessa luta gostaria de tentar voltar pro UFC. Não diria um sonho, diria que voltar para a organização é o objetivo agora! Por que mostra o nível que o atleta chega, estando na maior da modalidade”.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top