Lutas e MMA Eagle FC

Eagle FC 47 Resultados – Júnior Cigano x Yorgan de Castro – 20/05

Eagle FC 47 Resultados - Júnior Cigano x Yorgan de Castro - 20/05

Antes de mais nada, nesta sexta-feira (20), a partir das 19h (horário de Brasília), o Eagle FC 47, que acontece em Miami, na Flórida. A saber, seis brasileiros estarão no card do evento e Júnior dos Santos x Yorgan de Castro fazem a luta principal do evento. Portanto, confira todos os detalhes do Eagle FC 47 Resultados.

Em suma, além de Júnior Cigano, que perdeu sua luta por nocaute técnico ao se lesionar sozinho enquanto socava Yorgan De Castro, o Eagle FC 47 Resultados ainda contou com outros brasileiros. Decerto, Thiago Silva no co-main event deu uma joelhada ilegal e sua luta teve um no contest.

Ademais, Gabriel Checco foi derrotado no card principal por decisão unânime. Por fim, Ronny Markes e Paulo “Bello” Silva venceram no card preliminar, enquanto Alexandre“Capitão” Almeida acabou sendo derrotado.

Eagle FC 47 Resultados – Júnior Cigano x Yorgan de Castro

Resultados card principal

Júnior dos Santos sofre lesão no ombro ao socar, e Yorgan De Castro vence por nocaute técnico via interrupção médica

A luta principal do Eagle FC 47 começou estudada nos primeiros segundos. Assim, Cigano tentou chutes baixos que balançavam De Castro. Em contrapartida, o cabo-verdiano contragolpeva bem, encurralava o brasileiro, caminhava para frente e parecia mais perigoso que o ex-campeão do UFC. Então, no 1º round, a luta foi bastante equilibrada.

Já no 2º round, Cigano tentou a luta agarrada, visto que é faixa preta de BJJ, mas não conseguiu a queda. Por outro lado, Yorgan caçava o brasileiro, enquanto dos Santos atacava e saia, apenas pontuando. Ao final do round, o cabo-verdiano demonstrou cansaço e o brasileiro cresceu na luta.

Em conclusão, no round final, Cigano começou a caminhar mais para frente, mas seu ombro saiu do lugar e a luta foi paralisada. Assim, foi necessária uma interrupção médica para colocar o ombro do brasileiro no lugar. Portanto, Yorgan De Castro vence Júnior dos Santos por nocaute técnico via interrupção médica.

Thiago Silva acerta joelhada ilegal em Héctor Lombard e luta termina em no contest (sem resultado)

Em primeiro lugar, o brasileiro começou caminhando para frente, mas o cubano deu bons socos que levaram Thiago ao knockdown. Assim, Héctor ficou por cima tentando terminar a luta por via rápida. Em contrapartida, o brasileiro, por pouco, não foi finalizado. O cubano-australiano levou o Thiago Silva para a grade e trabalhou golpes curtos.

No round 2, Héctor Lombard seguiu indo para cima, com Thiago trabalhando nos contragolpes. Entretanto, o brasileiro melhorou seu ritmo no Eagle FC 47 e acertou um knockdown no cubano. Mas, na empolgação, o Silva acertou um chute no nariz de Lombard, em uma clara joelhada ilegal. Assim, a luta de co-main event do Eagle FC 47 foi encerrada com um no contest (sem resultado).

Maki Pitolo nocauteia Doug Usher de forma avassaladora em 30 segundos de luta

Antes de mais nada, Mark Pitolo não deu nem chance de Doug Usher respirar e nocauteou o adversário com um golpe explosivo. De antemão, Usher foi para o tudo ou nada, mas abriu demais a guarda e tomou um cruzado de canhota em cheio de Pitolo, sendo nocauteado com menos de 30 segundos de luta.

Andrew Sanchez vence o brasileiro Gabriel Checco por decisão unânime

Gabriel Checco começou tentando um chute alto e recebeu o mesmo de volta do americano. Assim, o duelo seguia estudado, mas Andrew conseguia conectar melhores golpes. Checco tentava ir para a luta agarrada, mas Sanchez não caia nas tentativas do brasileiro. Decerto, o americano foi melhor no round inicial.

Já no 2º round o desenho da luta se mantinha, com Andrew Sanchez atacando mais e Gabriel Checco indo no contra-ataque, mas sem grandes respostas. Até mesmo no chão, onde o brasileiro deveria levantar vantagem, o americano também era melhor, tentando o nocaute e a finalização. De fato, Checco parecia bastante cansado e era totalmente dominado por Andrew.

Enfim, no último round, Sanchez foi a caça do brasileiro, com chutes altos e caminhando para frente. Há pouco mais de dois minutos do fim, o americano acertou um soco no rosto do brasileiro que sentiu e caiu. Assim, Andrew ficou por cima e administrou a vitória sobre o brasileiro.

Akhmed Aliev vence Darrell Horcher de forma brutal em 30 segundos de luta

Em suma, com pouco segundos de luta, Akhmed Aliev foi para cima de Darrel Horcher e, com um forte soco, nocauteou o americano com um gancho de esquerda e um cruzado de direita na sequência. Assim, Horcher desabou. No chão, ainda tomou mais um soco do russo que conferiu sua vitória.

Resultados card preliminar do Eagle FC 47

Islam Mamedov finalizou Zach Zane no 1º round com um mata-leão

O embate começou com Zane tentando vários chutes, mas sem efetividade, apenas assustando. Então, quando Mamedov foi para cima, tentou de cara o estrangulamento, sem sucesso. Ainda tentou a joelhada, que pegou no peito de Zach Zane, mas também sem força. O russo levou a luta para o chão, pegou nas costas e finalizou o americano no 1º round com um mata-leão.

Ronny Markes vence Reggie Pena por nocaute técnico, após o americano sentir uma lesão no joelho

Primeiramente, o brasileiro tentou o chute e caiu, mas Peña pediu para Ronny levantar. Entretanto, o brasileiro era mais agressivo, tentando as quedas, mas o rival não ficava por baixo e conseguiu reverter a posição. Assim, ficava por cima e golpeava. Enquanto isso, Markes tentava a raspagem e até conseguiu virar e pegar a meia-guarda.

Dessa forma, o brasileiro começou a trabalhar por cima. Reggie chegou a levantar, porém Ronny o levou ao chão de novo e tentou a kimura, sem sucesso, pois o adversário conseguia se defender. Ronny Markes conseguiu a montada e tentou nocautear o americano.

Em resumo, o brasileiro voltou com o chute alto e logo levou a luta parao chão no double leg. Assim, rapidamente conseguiu a montada, depois as costas, mas se atrapalhou a acabou caindo por baixo. Mas, apesar disso, conseguiu se virar bem e, quando Pena se levantou, Ronny o jogou para o chão novamente. Então, o americano sentiu o joelho, fazendo com que o árbitro parasse a luta e desse vitória para Ronny Markes por nocaute técnico.

Roosevelt Roberts derrota o brasileiro Alexandre “Capitão” Almeida por decisão unânime

Antes de tudo, o Alexandre Capitão rapidamente foi para o grappling e tentou jogar o rival para o chão. Contudo, foi Roosevelt quem tentou um estrangulamento, mas também errou. Por outro lado, a agitação inicial levou o brasileiro a ir para as costas do americano. Assim, fechou o triângulo com os pés na cintura do rival, tentando trabalhar a finalização pelas costas.

Alexandre chegou a pegar o braço do americano, mas Roberts levantou o brasileiro e o atacou no chão. Assim, o americano começou a trabalhar por cima, mas preferiu esperar o brasileiro levantar para continuar a luta em pé, local do qual começou a levar vantagem. Já ao final do round, levou o brasileiro ao chão e tentou nocautear, mas o tempo acabou.

O round seguinte teve o americano indo para cima inicialmente. Em contrapartida, o brasileiro foi para a luta agarrada mais uma vez e o levou ao chão. Contudo, Roosevelt virou a posição e ficou por cima. Capitão até tentava sair da posição desconfortável, mas não conseguia. Então, pegou o braço do americano e a situação ficou complicada para Roberts, mas ele conseguiu sair. Antes do fim, Alexandre ainda pegou o calcanhar e, outra vez, não conseguiu finalizar.

No round final, o americano parecia mais inteiro e foi para cima com diretos e cruzados. De fato, Alexandre Almeida parecia mais cansado e não esboçava muita reação. Assim, Roosevelt foi pontuando com socos no brasileiro que estava na grade. Quando Capitão inverteu e colocou Roberts na grade, nada conseguiu fazer.

Brasileiro Paulo “Bello” Silva vence americano Sean Soriano por decisão dividida

Em resumo, Sean Soriano começou melhor e logo nos primeiros minutos mostrou seu favoritismo, jogando Paulo para o chão e golpeando. Por outro lado, o brasileiro conseguiu levantar, apesar de estar com o olho esquerdo sangrando. Ainda mais, Soriano mandou outro knockdown no brasileiro. Silva ainda cresceu no final do round, mas não o suficiente para vencer o round.

No round 2, Soriano seguia caminhando para frente e Paulo Silva trabalhava no contragolpe. Assim, o brasileiro conseguiu jogar o americano no chão via double leg por duas vezes. Contudo, Sean se levantou rapidamente. Dessa forma, Paulo era mais perigoso e até tentou finalizar, mas sem sucesso. Entretanto, o brasileiro estava melhor no round.

Ademais, no último round, Paulo Silva estava menos cansado e foi com garra para vencer. Assim, jogou o rival para o chão e ficou por cima tentando a finalização. O americano ainda levantou, mas Paulo o levou ao chão mais uma vez, mas não conseguiu finalizar. Então, Sean se levantou mais uma vez, faltando 10 segundos para o fim, mas já aceitando a derrota.

Adi Alić vence Shawn Bunch por pontos em decisão unânime

A saber, o embate começou estudado, mas com Alić caminhando mais para frente e Bunch contragolpeando e até tentou jogar para o chão: sem resultado. Contudo, Shawn começou a ameaçar mais o rival, apesar da envergadura menor. Já no final do round, Alić foi levado para o chão, mas rapidamente se levantou.

No round seguinte, o embate seguiu sem grandes riscos, com Bunch escapando das tentativas do bósnio e contragolpeando. Entretanto, Alić acertou um bom soco e levou o americano ao chão. Então, o bósnio mandou um forte soco que deu um knockdown no rival, mas o Shawn conseguiu se recuperar de um quase nocaute e, mais tarde, até se levantar.

Em conclusão, o último round se inverteu. Com Alić vencendo, Bunch teve que caminhar mais para frente e buscar a vitória por via rápida. Dessa forma, conseguiu colocar o bósnio para baixo no wrestling e ficou pontuando por cima na meia-guarda. O americano até tentou finalizar algumas vezes, mas sem sucesso e Alić ainda conseguiu se levantar para ter os braços erguidos por pontos.

Arbitragem paralisa luta para preservar a integridade física do atleta, e Dylan Mantello vence Dennis Hughes por nocaute técnico

Em primeiro lugar, os lutadores começaram indo para a trocação, tanto em socos quanto em chutes. Dessa forma, os socos de ambos entravam, pois não utilizavam a guarda muito alta. Entretanto, os golpes não tinham muita contundência. De fato, com a mão esquerda baixa, Mantello sofria por aquele lado, levando um corte no rosto. Por outro lado, Hughes também sofreu com os golpes, mas do lado direito, tendo seu olho direito castigado pelo rival.

Em resumo, o 2º round permaneceu com a trocação dos dois lados afiada. Hughes até tentava os chutes, mas sem grande impacto. Em contrapartida, Mantello era mais perigoso em seus golpes. Assim, a luta foi paralisada faltando dois minutos para o fim do round, pois o olho de Dennis Hughes estava bem machucado. Dessa forma, restornou e Dylan Mantello se mantinha firme caminhando para frente e sendo mais perigoso.

Então, quando o 3º round iria começar, a arbitragem observou o olho de Dennis Hughes. Assim, decidiu que não daria para continuar a luta para preservar a integridade física do atleta. Portanto, por interrupção médica, Dylan Mantello vence por nocaute técnico na primeira luta do Eagle FC 47 resultados.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top