Dia da Mulher: confira cinco lutadoras que se destacam no MMA

Igor Ribeiro | 08/03/2023 - 17:18

O Dia da Mulher é comemorado nesta quarta-feira, 8 de março. Como uma forma de homenagem, o Quinto Quarto relembra cinco atletas que brilham no MMA feminino e ajudam a alavancar o esporte em grau competitivo. 

Historicamente, assim como grande parte dos esportes de combate, o MMA é atribuído à imagem masculina, que atinge boa porcentagem do público consumidor e plantel de lutadores. Inclusive, no passado, um dos maiores tabus quebrados foi o da resistência em competições femininas no passado. O pensamento, agora, mudou. A arte marcial evoluiu. Elas se destacam nos principais eventos das maiores promoções do mundo. 

Dia da Mulher – Confira as melhores lutadoras do mundo

Amanda Nunes 

Dentro do UFC, maior organização de MMA do mundo, há uma grande discussão sobre as “GOATs” – termo utilizado para definir a maior lutadora de todos os tempos. Os debates, apesar de algumas discordâncias, têm Amanda Nunes na liderança em boa parte das opiniões.   

Campeã dos pesos-galos (até 61,2kg) e penas (65,7kg) femininos, a brasileira tem 15 vitórias dentro da organização e já bateu nomes expressivos na discussão entre as maiores, como Ronda Rousey, Cris Cyborg e Holly Holm. Atualmente, a ‘Leoa’ já defendeu o cinturão em sete oportunidades.  

Cris Cyborg 

Detentora do cinturão dos pesos-penas (até 65,7kg.) no Bellator, Cris Cyborg é precursora do MMA feminino e segue em momento de destaque no esporte. A lutadora, que iniciou sua trajetória em 2005, vestiu cinturões em diversas categorias como UFC, Invicta e Strickforce. 

Com seis vitórias seguidas no MMA, Cyborg também decidiu por se testar no boxe. Em duas oportunidades, a brasileira também mostrou sua qualidade na nobre arte e garantiu boas apresentações. Além disso, ela ficou 13 anos sem derrotas na carreira. A marca representa a maior sequência invicta na história do MMA feminino. 

Alexa Grasso 

A história recente favorece a entrada de Alexa Grasso na lista. A lutadora, no último sábado (4/3), cravou seu nome na história com uma das maiores zebras da história. 

Ela finalizou Valentina Shevchenko com um mata-leão pelo cinturão do peso-mosca feminino (até 56,7kg.) no UFC 285 e foi a primeira lutadora a levar o cinturão do gênero ao México.  

Weili Zhang 

Representante chinesa nas artes marciais, Weili Zhang é uma das melhores atletas da história dos pesos-palhas femininos (até 52,1kg). A lutadora estreou na organização em 2018 e, desde então, fez nove apresentações, com sete vitórias e duas derrotas. 

Sua caminhada no MMA tem sido construída com boas apresentações, desfechos brutais e triunfos contundentes contra adversárias de renome. Ela já bateu Carla Esparza, Jéssica Bate-Estaca e Joanna Jedrzejczyk.  

Larissa Pacheco 

Veterana da PFL, Larissa Pacheco ficou milionária na temporada 2022 e bateu a ex-invicta Kayla Harrison pela grande final da empresa. A brasileira venceu na decisão dos juízes e faturou o cheque de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,3 milhões, na cotação da época).  

Com seis vitórias seguidas, Larissa se prepara para defender seu reinado na atual edição da empresa. Em sua próxima apresentação, em 7 de abril, ela encara Julia Budd na segunda luta mais importante do card.